MICHELLE BOLSONARO ORGANIZA FESTA DE NATAL PARA CRIANÇAS NO ALVORADA

Foto: Reprodução

A primeira-dama Michelle Bolsonaro organiza nesta 5ª feira (2.dez.2021) uma festa de Natal no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República. O evento faz parte do programa Pátria Voluntária, que é presidido pela mulher do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A festa é realizada para receber crianças carentes do Distrito Federal. Tem distribuição de presentes, voluntários fantasiados e brinquedos infláveis. A piscina do Alvorada está aberta para os visitantes.

Michelle publicou vídeos da festa em seu Instagram. “Alvorada de portas abertas. Só alegria”, declarou a primeira-dama nos stories.

Assista (48s):

FESTAS NO ALVORADA

Em 2020, Bolsonaro e Michelle já tinha organizado festa antecipada de Natal no Palácio da Alvorada, em Brasília. O casal presidencial, acompanhado de ministros de Estado, receberam crianças para um almoço na residência. Sem máscara, as autoridades abraçaram, cumprimentaram e pegaram as crianças no colo.

Participaram do evento cerca de 50 jovens do projeto social Mãos Solidárias, do Sol Nascente (DF). O programa promove assistência social, saúde, esporte, lazer e cultura para crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

O Natal deste ano também já foi tema de evento no Alvorada ainda em novembro. Michelle realizou evento Natal solidário com ministros e o presidente Jair Bolsonaro. Fantasiada de Branca de Neve, Michelle coordenou a distribuição de presentes para crianças.

O aniversário de 39 anos da primeira-dama foi sediado no local, em março. Ela recebeu os parabéns de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, na entrada do palácio e recebeu presentes do grupo. Além de cantar os parabéns, o grupo também gritou: “A Michelle é a melhor”. Ela cortou um pedaço de bolo, com uma faixa presidencial, junto aos apoiadores e posou para diversas fotos com o grupo.

A filha 05 do presidente, Laura Bolsonaro, teve sua festa de 11 anos celebrada outubro. O evento recebeu amigos de “Laurinha”, além da integrantes da família Bolsonaro e de Joas Prado, que é conhecido como “Tchê” e “churrasqueiro dos artistas”. Esse é presença constante nas festividades do Alvorada.

Poder360

TERCEIRA VIA É INCERTA, E MORO AINDA PRECISA PASSAR POR TESTE POLÍTICO, DIZ LIRA

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Às vésperas do ano eleitoral, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), enxerga um cenário político em que predomina a polarização entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) e diz que a terceira via está “bastante dividida”.

“Tem muitos eleitores que pensam: nem um nem outro. Mas quem vai personificar os interesses desse eleitor é que está difícil”, disse em entrevista à GloboNews na noite desta quarta-feira (1).

Para Lira, o ex-juiz Sergio Moro está em evidência porque teve a pré-candidatura a presidente recém-lançada, mas ainda será julgado sob o ponto de vista político. “Era um homem da Justiça, reconhecido pelos atos de juiz, certos ou errados. A política ainda vai testar.”

Na avaliação do presidente da Câmara, existe curiosidade em torno da figura de Moro, mas na política o tema do combate à corrupção, apesar de ser uma pauta de todos, não basta. Ele citou questões como o combate à fome e a necessidade de investimentos sociais.

“A vida não é tão fácil quando você está com uma caneta na mão e um papel em branco para fazer despachos”, afirmou.

Apesar de considerar que a Operação Lava Jato teve acertos, o político aponta erros grosseiros que culminaram com a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de apontar a parcialidade de Moro em relação a Lula.

Lira ainda desconversa sobre a própria reeleição para o comando da Câmara.

Durante a entrevista, no entanto, ele afirmou que fez muitos esforços para dialogar no “chão de fábrica” do Legislativo, independentemente das ideologias políticas, e isso pode fortalecê-lo em uma eventual tentativa de permanecer no cargo.

Folha de S.Paulo

“EU NÃO PUXEI O GATILHO”, DIZ ALEC BALDWIN SOBRE TIRO FATAL NO SET DE FILMAGEM

Foto: Reprodução

O ator Alec Baldwin disse que não puxou o gatilho da arma que disparou uma bala e matou uma diretora de fotografia no set do filme “Rust”, de acordo com trecho de entrevista para uma emissora de televisão divulgado nesta quarta-feira.

Baldwin, que estava segurando uma arma cenográfica que lhe disseram que estava segura, concedeu a primeira entrevista completa sobre o incidente de 21 de outubro no Novo México.

“Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho”, disse o ator ao jornalista George Stephanopoulos, da rede ABC, de acordo com trecho da entrevista, que será transmitida na íntegra na quinta-feira.

“Então você nunca puxou o gatilho?”, perguntou Stephanopoulos.

“Não, não, não. Eu nunca apontaria uma arma para ninguém e puxaria o gatilho. Nunca”, respondeu Baldwin.

A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta e o diretor Joel Souza ficou ferido no episódio que Baldwin chamou de um trágico acidente no set de um filme de faroeste que ele estava fazendo perto de Santa Fé.

O Departamento do xerife de Santa Fé disse nesta quarta-feira que não tinha comentários sobre a declaração de Baldwin. Não se sabe se as autoridades estão investigando um cenário de descarga acidental.

Nenhuma acusação criminal foi apresentada. Os investigadores têm concentrado seus esforços em como a munição real foi parar no set.

Baldwin declarou na entrevista à ABC que não tem ideia de como uma bala real entrou no set.

Terra

BOATE KISS: SOBREVIVENTE SE CASA COM ENFERMEIRA QUE CUIDOU DELE APÓS INCÊNDIO

Foto: Reprodução

Emanuel Pastl é um dos 636 sobreviventes do incêndio na Boate Kiss, em janeiro de 2013, e é uma das testemunhas no julgamento. No primeiro dia, ele contou sua história. O jovem, que na época tinha 19 anos, precisou ficar internado durante 10 dias para tratar de queimaduras de terceiro grau e lesões no pulmão. Foi quando conheceu Mirélle Bernardini, enfermeira responsável pelos cuidados do rapaz. Hoje eles têm uma filha de 2 anos.

O jovem estudante de Engenharia de Minas, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), nunca iria imaginar que naquela noite do dia 26 de janeiro de 2013 sua vida iria mudar. Não só pela tragédia que estava por vir, mas também pelas consequências dela. Após conseguir escapar com vida do incêndio, Emanuel ficou 10 dias em tratamento intensivo, com auxílio de ventilação mecânica durante os primeiros dias por conta de lesões pulmonares.

Além disso, o rapaz teve queimaduras de terceiro grau no braço direito que precisavam de cuidados como troca de bandagens e limpeza da ferida. E foi aí que a tragédia começou a virar uma história de amor. Uma das responsáveis pelos cuidados de Emanuel era a enfermeira Mirélle, com quem manteve contato após a recuperação. “A gente começou a conversar, se apaixonar, a se encantar um pelo outro, e, quando ela voltou, a gente começou a namorar e casamos. Mas, em relação à Kiss, somos supertranquilos. Não tenho nenhum trauma, nem ela, por ter me atendido”, conta o rapaz.

Em janeiro de 2018, cinco anos depois de se conhecerem, eles se casaram e hoje têm uma filha de 2 anos, a pequena Antônia. Além do amor, Emanuel encontrou no incêndio da Boate Kiss um novo propósito profissional. Após se formar em Engenharia de Minas, começou a trabalhar em uma empresa de proteção contra incêndios, o que o levou a se especializar em segurança do trabalho e segurança contra incêndio.

“O quanto foi minha decisão racional para seguir nesse ramo, eu não sei. Só sei que me encontrei nele. Não sei se é um dever — mas sigo nele. Não tive uma decisão racional: ‘Vou fazer por causa da Kiss’. Não tive esse ímpeto. Foi uma oportunidade e estou dando meu melhor. Talvez uma vontade de Deus, que me empurrou para isso, não sei”, afirma.

Correio Braziliense

ANDRÉ MENDONÇA TOMA POSSE COMO MINISTRO DO STF NO DIA 16

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça André Mendonça toma posse como ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) no próximo dia 16, um dia antes do encerramento do ano judiciário. A data foi confirmada em reunião entre Mendonça e o presidente do Supremo, Luiz Fux, no início da tarde desta quinta-feira (2).

Mais cedo, Mendonça esteve no Palácio do Planalto para se encontrar com o presidente da República, Jair Bolsonaro, no entanto, foi informado que o chefe do Executivo não estava em Brasília. Bolsonaro viajou às 11h para o Rio de Janeiro, onde participa da solenidade de formatura do curso de de graduação de militares da Escola de Sargentos de Logística.

Aos jornalistas que estavam no Planalto, Mendonça disse que ficou satisfeito com o resultado da sabatina e que recebeu a ligação do presidente da República ainda na noite de ontem. “Fiquei muito feliz, sabia que ia ser difícil, mas que íamos vencer”, comentou.

R7

MÃE FAZ CAMPANHA PARA CONSEGUIR MEDICAMENTO DE R$ 12 MILHÕES PARA FILHO COM DOENÇA DEGENERATIVA

Foto: cedida

Com um ano e meio, o pequeno Artur Miguel convive com uma doença degenerativa conhecida como atrofia muscular espinhal (AME 1). Morador da cidade de Extremoz, a criança vive com sua mãe, Aline Araújo Bezerra, que busca através de campanha em redes sociais viabilizar a compra de um medicamento de altíssimo custo que pode mudar a vida do garoto. O custo, contudo, é de R$ 12 milhões e a família não tem condições de arcar.

Natural do Rio de Janeiro e residindo no Rio Grande do Norte há 15 anos, Aline Araújo Bezerra está desempregada e sobrevive com o filho com pensão de R$ 1,1 mil deixada pelo pai de Arthur Miguel, que morreu em acidente de motocicleta quando o filho tinha 2 meses de idade. Naquele momento, não havia sequer o diagnóstico sobre a doença, o que só foi conseguido posteriormente.

“Tivemos o diagnóstico bem depois, porque é uma doença degenerativa que vamos percebendo com o passar do tempo, o que fez com que a gente buscasse o um médico e ele atestasse o que Miguel tinha”, explicou Aline Araújo. Com o diagnóstico em mãos, a mãe correu em busca de informações sobre como poderia tratar o caso.

O medicamento indicado é o Zolgensma, lançado em 2019 pela farmacêutica Novartis. Aplicado em dose única, o medicamento tem o potencial de curar a doença e foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 2020. A droga passou pelo crivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, que definiu um preço máximo de R$ 2,878 milhões para a comercialização no Brasil. O valor, contudo, é 76% mais baixo do que o aplicado nos Estados Unidos, de cerca de R$ 12 milhões. Por isso, o medicamento segue disponível somente no exterior.

Para conseguir o medicamento, a mãe de Arthur Miguel foi em busca dos órgãos de saúde e, com a negativa, acionou a Justiça Federal para garantir o fornecimento do medicamento. Até agora, contudo, as decisões foram contrárias e a família está recorrendo. “Soubemos que outras crianças conseguiram na Justiça e por isso seguimos tentando. Se não o valor integral, pelo menos o complemento do que já estamos conseguindo com a campanha”, disse Aline Araújo.

Através das redes sociais, que já têm um perfil específico para a campanha desde fevereiro deste ano, a família arrecadou aproximadamente R$ 180 mil, até esta quarta-feira (1º). “Estamos recebendo não só dinheiro, mas também roupas para vender em bazar e qualquer coisa para que possamos comprar o remédio”, disse Aline Araújo.

Até esta quarta-feira, o perfil tinha 9.205 seguidores.

Saiba como ajudar:
Chave Pix (e-mail): [email protected]
Lista com ações para ajudar o pequeno Artur Miguel: https://linktr.ee/AmeMiguelVarela

BOLSONARO COMEMORA NOMEAÇÃO DE MENDONÇA AO STF EM EVENTO DO EXÉRCITO

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

Nesta quinta-feira (2), Jair Bolsonaro comemorou a aprovação do nome de André Mendonça pelo Senado para uma vaga no STF. O presidente disse que a nomeação, aprovada pelo Senado na quarta-feira (1º), era motivo de felicidade.

“Hoje, para todos nós, cristãos, também é dia bastante feliz. No dia de ontem, conseguimos enviar para o STF um homem terrivelmente evangélico”, afirmou Bolsonaro em evento de formação de sargentos do Exército, no Rio de Janeiro.

Ele comemorou o avanço no que chamou de “compromisso” que havia assumido. “Era um compromisso nosso de mandar para a Suprema Corte uma pessoa que tem Deus no coração”.

Na noite da quarta-feira, após a vitória no Senado, Bolsonaro havia parabenizado Mendonça ao dizer, já na ocasião, que o “compromisso” de levar um “terrivelmente evangélico” para o STF havia sido concretizado.

Segundo indicado no STF

André Mendonça foi a segunda nomeação de alguém indicado por Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal. O primeiro indicado pelo atual presidente da República para ocupar uma cadeira na Corte foi Kassio Nunes Marques, em 2020.

Mendonça teve a menor votação entre todos os atuais ministros do STF, com 47 votos a 32 no plenário do Senado Federal. Antes, na CCJ, a votação também foi mais equilibrada do que nas nomeações anteriores: com 18 votos a favor de Mendonça e nove contra.

CNN Brasil

COVID-19: 90% DOS ADULTOS BRASILEIROS JÁ TOMARAM A 1ª DOSE DA VACINA

Foto: Tomaz Silva

O Ministério da Saúde informou hoje (2) que o número de pessoas aptas a receberem o imunizante corresponde a 177 milhões de brasileiros. Ao todo, 159,3 milhões tomaram a primeira dose da vacina. Até o momento, mais de 372,5 milhões de doses foram distribuídas aos 26 estados e Distrito Federal.

O Brasil atingiu nesta quinta-feira a marca de 90% do público-alvo, ou seja, adultos com mais de 18 anos vacinados com a primeira dose de algum dos imunizantes contra a covid-19. Ao todo, 159,3 milhões de brasileiros iniciaram o ciclo vacinal contra a doença e 79,03% completaram o esquema com as duas doses ou dose única, de acordo com dados divulgados pelo ministério.

O país também registrou queda de 92,57% na média de óbitos desde o pico da pandemia, registrado em 19 de abril deste ano.

Novas doses

Em novembro, o governo federal comprou mais de 550 milhões de doses de imunizantes. A expectativa do Ministério da Saúde é que mais de 354 milhões de doses sejam utilizadas como reforço em 2022.

Até o momento, 14,1 milhões de pessoas estão com a imunização reforçada com a dose adicional ou de reforço. Cerca de 13,7 milhões de brasileiros entre 12 e 17 anos já tomaram a primeira dose da vacina e 3,4 milhões estão completamente vacinados com as duas doses da Pfizer.

Agência Brasil

NOEMI GERBELLI, A DIRETORA OLÍVIA DE ‘CARROSSEL’, MORRE AOS 68 ANOS

Foto: Globo/Gianne Carvalho e Reprodução/Instagram

A atriz Noemi Gerbelli, cujo último trabalho na Globo foi em Deus Salve o Rei e que ficou conhecida, entre outros papéis, como a diretora Olívia da novela “Carrossel”, morreu aos 68 anos. A informação foi confirmada pela sobrinha de Noemi, a atriz Vannessa Gerbelli.

Sem revelar a causa da morte da tia, Vannessa fez um post nas redes sociais em homenagem a Noemi.

“Certas dores são mudas. Hoje se foi esta pessoa tão importante na minha vida. Abriu os meus caminhos para o teatro e foi, em muitos momentos da minha juventude, uma mestra, uma protetora. Noemi Gerbelli, atriz paulistana, minha tia. Fique com Deus e os anjos”, escreveu Vannessa.

GShow

CAMINHONEIRO É CONDENADO A 30 ANOS DE PRISÃO POR ESTUPRO E HOMICÍDIO NO ‘CASO KAROL’ OCORRIDO EM GOIANINHA

Foto: Arquivo Pessoal

O caminhoneiro Josué Cabral dos Santos foi condenado a 30 anos de prisão pelo estupro e morte da adolescente Karolina Oliveira Gomes. O crime aconteceu em agosto de 2019.

O júri popular ocorreu nesta quarta-feira (1º), no Fórum de Mamanguape, na Paraíba, local onde foi encontrado o corpo da jovem, que foi abordada pelo criminoso no município de Goianinha. Durante o julgamento, dois policiais civis da Paraíba foram ouvidos pelos jurados, assim como os pais da vítima e o ex-namorado de Karol. O caminhoneiro também foi ouvido e questionado pela promotora Juliana Salmito, que pediu a condenação por homicídio triplamente qualificado e pelo estupro da vítima.

Ao fim dos depoimentos, os jurados decidiram pela condenação e a pena ficou fixada em 30 anos. O réu, que já estava preso, poderá recorrer. A sentença será publicada nesta quinta-feira (2).

Relembre o caso

Karol desapareceu no dia 5 de agosto de 2019, quando saiu de casa à noite, no município de Goianinha, para imprimir um trabalho da escola. Foi a última vez que ela foi vista com vida.

Após o desaparecimento, teve início a investigação. Câmeras de segurança registraram a adolescente caminhando próximo a um posto de combustíveis, quando foi abordada por Josué Cabral, que hoje tem 35 anos. As investigações apontam que ela foi levada pelo homem até uma estrada carroçável em Mamanguape, onde foi violentada, estrangulada e esfaqueada até a morte.

No curso das investigações, o corpo foi encontrado dia 7 de agosto. Exames confirmaram a violência sexual e a investigação confirmou o trajeto percorrido pelo caminhoneiro, graças ao celular da vítima, que foi recolhido pelo caminhoneiro e vendido a um terceiro posteriormente – que indicou que o então suspeito como autor da venda. Além disso, foram recolhidos fios de cabelo da vítima no caminhão de Josué.

O caminhoneiro foi preso no fim de agosto em uma rodovia federal no estado de Pernambuco. Desde então, segue detido. Com informações da 96 FM.

PRESIDENTE DO SHRBS-RN LAMENTA CANCELAMENTO DO RÉVEILLON EM NATAL E DEFENDE CARNATAL E EVENTOS PRIVADOS NO FIM DE ANO

Réveillon em Ponta Negra – Foto: Ilustrativa/Reprodução

Diante da decisão de cancelar o réveillon em Natal por parte do prefeito Álvaro Dias, o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), Habib Chalita, disse que entende a decisão do gestor, mas por outro lado lamentou que a não realização desse festejo de fim de ano impacta direta e indiretamente no setor turístico.

Contudo, Chalita ressaltou seu apoio e do Sindicato aqueles que estão empreendendo com eventos privados no Rio Grande do Norte seja em festejos de réveillon ou em festas como o Carnatal, que será realizado na próxima semana.

Para ele, eventos como o Carnatal e os réveillons privados ajudam fortemente ao setor de turismo do Rio Grande do Norte uma vez que muitas pessoas vêm de outros estados e países para aproveitar esses momentos em nosso estado. “Esses eventos [privados] usam os mais rigorosos protocolos de segurança e de vigilância sanitária”, frisou.

Quanto ao Carnatal, Chalita comentou que no ano em que celebra três décadas de realização ficou provado e demonstrado o quanto é bem produzida e organizada, gerando bons resultados ao turismo e a economia do RN.
“Nossa economia se movimenta neste momento de dificuldade que todos os setores do turismo têm passado ainda mais em um momento difícil de retomada que precisa ser feita com segurança e responsabilidade”, concluiu.

CPI DA COVID: SECRETÁRIO DE SAÚDE DO RN NEGA TER RECEBIDO PRESTADOR DE SERVIÇO NO CASO DE REPASSE DE R$ 5 MILHÕES

Foto: Divulgação/ALRN

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte ouviu nesta quarta-feira (1º), o  secretário de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia.

Investigado em 11 dos 12 contratos, Cipriano Maia teve a oitiva mais longa da CPI da Covid. O secretário respondeu aos questionamentos dos parlamentares, principalmente com relação às tratativas com fornecedores e à adesão a uma compra coletiva de respiradores através do Consórcio Nordeste. Segundo Cipriano, ele não teve qualquer negociação com empresas para firmar contratos durante a pandemia.

“Nunca discuti ou recebi qualquer prestador de serviço para discutir contratação ou os termos de contratos. Não é uma prática minha e, quando sou contatado, encaminho para os setores responsáveis pelas contratações. As relações que tenho com fornecedores são mais no sentido de pagamentos atrasados, de tentar intermediar os pagamentos, mas não fechei contratos ou recebi ninguém para discutir contratos”, explicou Cipriano Maia.

Na oitiva, o secretário também informou que soube da possibilidade de fazer a aquisição de respiradores através do então secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, em um grupo de WhatsApp com os demais secretários de Saúde do Nordeste. Segundo Cipriano Maia, ele informou que o Estado teria interesse e, então, um ofício foi encaminhado posteriormente ao Governo do Estado para que fosse realizado o repasse dos quase R$ 5 milhões, referentes à cota do Rio Grande do Norte. O secretário informou que não chegou a ler os termos do contrato porque a compra foi realizada diretamente do Consórcio Nordeste.

“O secretário confirmou o pagamento antecipado de R$ 5 milhões sem leitura ou assinatura de contrato. Não foi conferida qual a empresa que iria fornecer os produtos, se havia cláusula de seguro, se sequer ela produzia respiradores”, criticou o presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade). “O resultado dessa operação desastrada, feita pelos governadores do Nordeste, foi a perda de quase R$ 50 milhões do povo nordestino no escândalo dos respiradores”, reforçou o presidente da CPI.

Além das questões referentes à CPI, o secretário respondeu questionamentos sobre os outros contratos, tanto do relator, deputado Francisco do PT, que participou de maneira remota, quanto dos deputados Gustavo Carvalho (PSDB), Subtenente Eliabe (Solidariedade), George Soares (PL) e Isolda Dantas (PT). O deputado Getulio Rêgo (DEM) acompanhou a sessão remotamente.

Ainda na sessão, os deputados votaram e rejeitaram, por 3 votos a 2, requerimento da defesa pedindo que secretário Cipriano Maia fosse convertido à condição de testemunha ou convidado. Assim, o parlamentar segue na condição de investigado.

Cronograma

Na reunião, ficou definido que a CPI vai ter seu desfecho no dia 16 de dezembro, um dia antes do prazo final. Até lá, os deputados ainda vão ouvir, na quinta-feira (2), serão ouvidos Carlos José Cerveira de Andrade e Silva, auditor-geral da Control, na condição de convidado, Luciana Daltro de Castro Pádua Bezerra, assessora Especial do Governo do RN, também na condição de convidada, além dos investigados Fernando Galante Leite e Cleber Isaac Souza Soares, para falar sobre a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste. Ambos serão ouvidos através de videoconferência.

Para a próxima semana, está prevista para o dia 9 a leitura do relatório do deputado Francisco do PT. Para o dia 15, haverá a apresentação de sugestões, enquanto no dia 16 será votado o relatório com as modificações que forem aprovadas.

VÍDEO: MULHER SE SENTA EM COLO DE DESEMBARGADOR DURANTE SESSÃO ON-LINE

Foto: Reprodução

O desembargador João Egmont Leôncio Lopes foi flagrado em um momento íntimo durante sessão remota da 2ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) nesta quarta-feira. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que uma mulher senta no colo do magistrado já no final da audiência.

Após cerca de quatro horas de sessão, transmitida ao vivo pelo YouTube do TJDFT, a mulher se aproxima do desembargador enquanto come algo e senta no colo dele. Segundos depois, desconfiada, ela se levanta. Egmont então parece mexer no computador para fechar a tela logo em seguida.

O episódio ocorreu enquanto a relatora Sandra Reves comentava seu voto. No mesmo instante, outro desembargador presente na sessão percebe a cena inusitada, mas contém o riso.

Nas redes sociais, uma das publicações mais compartilhadas sugeria que se tratava de uma assessora de Egmont. Após a repercussão, o TJDFT informou que a mulher em questão é esposa do desembargador e afirmou que ela não é servidora do tribunal.

“O TJDFT esclarece que, em contato com o desembargador João Egmont, restou apurado que a pessoa que aparece na tela durante a sessão da 2ª Turma Cível, nesta quarta-feira, 1º/12, na residência do magistrado, trata-se da sua esposa. Esclarece, ainda, que ela não é servidora do TJDFT e que o fato não gerou qualquer prejuízo aos trabalhos da sessão”, disse em nota.

O Globo

 

 

 

 

ESTETICISTA SE DISTRAI AO TELEFONE, QUEIMA ROSTO DE CLIENTE E DEIXA MANCHAS PERMANENTES

Foto: reprodução/The Sun

Uma mulher, de 42 anos, decidiu processar um salão, na região de Muratpasa, em Antalya, Turquia, após ter o rosto queimado durante um tratamento de rejuvenescimento facial. Segundo a publicação do The Sun, o laser deixou diversas manchas e cicatrizes na face da vítima depois que a esteticista se distraiu durante o procedimento.

Asli Ilhan relatou ao tabloide britânico que sentiu o rosto queimar, enquanto ouvia a profissional discutir ao telefone com o namorado, durante o segundo procedimento a laser que realizava na clínica, onde era paciente desde novembro de 2020.

A vítima contou que, após o ocorrido, passou em uma farmácia para comprar cremes que aliviassem a dor, mas acabou com cicatrizes permanentes em toda a face. “As pessoas às vezes cometem erros, mas eu paguei um preço alto”, desabafou.

Após o ocorrido, a mulher decidiu processar a clínica por negligência e relatou que está com a autoestima baixa devido ao procedimento mal sucedido.

“Estou enfrentando um problema maior do que pele flácida agora com as marcas no meu rosto. Me sinto péssima”, revelou. “Não só meu rosto estava gravemente queimado, mas também sofri muito com o meu psicológico durante esse período”, acrescentou.

O tribunal ordenou que o estabelecimento desembolsasse à Ilhan US$ 260, cerca de R$1.465, pelo erro. O valor foi considerado “simplesmente insuficiente”, segundo disse a advogada da cliente, Suleyman Kesici.

“Achamos que a pena por queimar o rosto de uma pessoa de uma forma que deixa marcas óbvias não é uma multa”, destacou a advogada. Ilhan acrescentou: “Eu absolutamente não aceito essa decisão”.

A vítima também exigiu o estorno do dinheiro investido no tratamento realizado por outro salão, que procurou para consertar a condição, mas só piorou a situação, informou ao The Sun.  Com informações do Diário do Nordeste.

CANDIDATO MORRE APÓS TESTE DE APTIDÃO FÍSICA DA POLÍCIA CIVIL DO RN

Foto: Reprodução

Um candidato aprovado em concurso e que disputava uma vaga na Polícia Civil do Rio Grande do Norte morreu, na noite da quarta-feira (1°),  após o teste de aptidão física no Caic, em Lagoa Nova, zona Sul de Natal. O jovem passou mal durante o teste de corrida.

Identificado como Luan Torquato, o candidato é de Sergipe e passou mal nos últimos 30 metros dos 2.100 metros da prova de corrida, na pista de atletismo do Caic. Os candidatos precisam cumprir o percurso em 12 minutos. Caso não consigam, são eliminados.

Um vídeo registrou o momento anterior à queda. Pessoas filmavam a reta final do teste e o candidato estava com poucos segundos para finalizar o percurso. A poucos metros do fim, ele passou mal e caiu. Em seguida, foi socorrido para a UPA da Cidade da Esperança.

De acordo com relato de uma mulher que se prontificou a acompanhar o candidato na unidade de Saúde, ele esteve consciente e ficou aparentemente bem após ser medicado. Contudo, ainda se queixava de dores no peito. Outro candidato foi até a UPA para acompanhá-lo no turno da noite, mas ele voltou a passar mal e faleceu na unidade.

A Polícia Civil confirmou a morte e disse que a Fundação Getúlio Vargas, que realiza o concurso, será ouvida sobre o caso. A causa da morte e o estado prévio de saúde do candidato ainda são desconhecidos. As informações são Da Tribuna do Norte.

Topo