[VÍDEO] EM ESTADO GRAVE COM COVID-19, PACIENTE DE 38 ANOS É TRANSFERIDO DE NATAL PARA RECIFE

 

Foto: Cedida/PRF

A Polícia Rodoviária Federal realizou, nessa quinta-feira (08), a escolta de um paciente de 38 anos em estado grave com covid-19, de um hospital localizado no bairro de Lagoa Nova em Natal/RN, para um hospital localizado na área central do Recife/PE.

Por volta das 15h a Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte recebeu uma solicitação para prestar apoio no transporte de um paciente que necessitava de cuidados especiais por respirar através de pulmão artificial (ECMO) em decorrência de estado grave de covid-19.

Prontamente foi realizado contato com as Superintendências da PRF nos estados da Paraíba e Pernambuco, para que em ação integrada com a PRF no Rio Grande do Norte, fosse viabilizado o transporte com todos os cuidados que a situação necessitava.

Após ser articulada uma grande equipe de pronta resposta, envolvendo desde gestores, médicos e dos próprios policiais que atuaram na escolta, integrados em tempo real, foi possível a realização com sucesso da transferência do paciente do estado do Rio Grande do Norte, passando pela Paraíba e finalmente chegando à cidade do Recife em Pernambuco.

Durante o transporte, o dispositivo usado para o paciente respirar apresentou problemas de carregamento e chegou ao hospital com apenas 35 minutos de vida útil de bateria. O paciente será atendido por uma equipe e um centro especializado em ECMO para o manejo desse equipamento, a fim de que o tratamento seja bem sucedido.

Portal da Tropical

POLÍCIA MULTA PRIMEIRA-MINISTRA NORUEGUESA POR VIOLAR REGRAS NO SEU ANIVERSÁRIO

Foto: REUTERS/Fabrizio Bensch

A polícia norueguesa multou esta sexta-feira a primeira-ministra, Erna Solberg, em 20.000 coroas (cerca de 2.000 euros) por violar as restrições impostas pelas autoridades em relação à covid-19 ao comemorar o seu aniversário.

A família de Solberg reuniu-se duas noites consecutivas no final de fevereiro para comemorar o 60º. aniversário da primeira-ministra: uma num restaurante e a outra num apartamento no ‘resort’ de inverno de Geilo (sudeste do país).

Em ambos os casos, juntou mais de 10 pessoas, violando as regras atuais.

Solberg não pôde comparecer no restaurante porque teve de viajar para Oslo para ser tratada por um oftalmologista, embora estivesse presente no dia seguinte, mas a polícia considera que foi ela quem organizou os dois eventos e que, como chefe do Governo, merece uma multa. O seu marido receberá apenas uma advertência.

Solberg é a pessoa eleita mais proeminente do país. A polícia considera correto reagir com uma multa”, disse hoje o chefe da polícia regional, Ole B. Sæverud, em conferência de imprensa.

Sæverud sublinhou que, apesar de a lei ser a mesma para todos, “nem todos são iguais” e o facto de Solberg ser a cara das medidas do Governo contra a covid-19 justifica a punição.

A polícia abriu uma investigação em 19 de março, depois de o caso ter sido revelado pela televisão pública norueguesa NRK.

“Eu, que todos os dias digo aos noruegueses quais são as regras, deveria conhecê-las melhor. Mas a verdade é que não as sabia suficientemente bem e não sabia que quando uma família sai junta e reúne mais de 10 pessoas, isso já pode ser considerado um evento”, admitiu, na altura, Solberg à estação pública.

Erna Solberg, que é primeira-ministra desde 2013, também pediu desculpas na sua página de Facebook.

APÓS DECISÃO DO STF, BOLSONARO DEFENDE MANTER IGREJAS E TEMPLOS ABERTOS

Foto: Adriano Machado/Reuters

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) dar aval para prefeitos e governadores proibirem cultos e missas na pandemia, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a abertura de igrejas e templos mesmo com o País tendo registrado mais de 4 mil mortes nesta quinta-feira, 8. “Tem que dar a chance do ser humano se recompor se confortar, pegar uma palavra de apoio”, argumentou o presidente em entrevista à CNN. Contrariando estudos científicos ele afirmou que a possibilidade de transmissão da covid-19 nesses locais é “quase zero” se as medidas de afastamento forem respeitadas.

No julgamento desta quinta, o Supremo decidiu, por 9 votos a 2, manter o entendimento de Gilmar Mendes de que não há violação à Constituição na proibição de realização de missas e cultos presenciais, já que a medida drástica, tomada por governadores e prefeitos, pretende preservar vidas diante do agravamento da pandemia.

Em sua fala, Bolsonaro citou o artigo 5º da Constituição, que trata sobre liberdade religiosa, para criticar a decisão da Corte. “(O artigo) está lá pertencendo a um capítulo das cláusulas pétreas. Não pode ser modificado nada ali. Nada, zero” disse o mandatário. “Respeito completamente a nossa Constituição. Não tem um pingo fora das quatro linhas da mesa. Seria bom se todo mundo jogasse dentro das quatro linhas.”

Estudos científicos no exterior já indicaram riscos de proliferação do novo coronavírus com a realização de missas e cultos presenciais. De acordo com cientistas, esses eventos reúnem fatores que propiciam a transmissão da covid-19, como reunir grande quantidade de pessoas em espaços fechados ou promover atividades que aumentam a chance de espalhamento do vírus, em que os frequentadores falam alto e cantam.

Ainda sem citar nenhum dado científico, o presidente justificou a necessidade de abertura das igrejas e templos a um suposto aumento nos casos de suicídio. “Quase diariamente eu vejo no WhatsApp suicídio. Coisa que não existia com essa frequência”, afirmou. “Geralmente, o cara quando está em uma situação depressiva procura a Deus. E ele procura onde? Na Igreja. No tempo. E o templo está fechado”, afirmou.

Estadão Conteúdo

POLÍCIA FEDERAL APREENDE MERCADORIAS ROUBADAS DOS CORREIOS

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Um grupo suspeito de diversos roubos contra funcionários dos Correios em 2020, em Colombo, no Paraná é o alvo da terceira fase da Operação Mascarados, da Polícia Federal. Os crimes ocorreram no final do ano, período com grande volume de mercadorias Sedex distribuídas pelos Correios, devido às compras de Natal.

Durante o cumprimento dos cinco mandados de busca e apreensão, no município de Colombo e em Curitiba, foram encontrados e apreendidos objetos roubados em assaltos nos dias 24 e 30 de novembro, e 3 e 10 de dezembro de 2020. “Com as medidas cumpridas no dia de hoje a Polícia Federal espera identificar outros indivíduos que tenham participado dos fatos criminosos, e obter mais provas relacionadas aos indivíduos já indiciados nas fases anteriores”, disse a PF em nota.

Pelos crimes, os investigados podem pegar até 15 anos de prisão. Os mandados judiciais foram expedidos 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba.

Agência Brasil

NOVO APAGÃO NO AMAPÁ: 15 DOS 16 MUNICÍPIOS SÃO AFETADOS

Foto: Rudja Santos/Amazônia Real

O estado do Amapá sofre com um novo apagão na noite de ontem (08). A interrupção do serviço teve início por volta das 18h30 (de Brasília), e atingiu a capital Macapá e mais 14 municípios. Às 20h, aproximadamente, o fornecimento de energia começou a ser reestabelecido em todas as cidades, de forma gradativa.

O caso ocorre pouco mais de cinco meses depois de um apagão que afetou 13 cidades, em novembro de 2020.

Segundo a CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá), o problema não foi com o distribuidor de energia, mas sim com a linha de transmissão no trecho do Linhão de Tucuruí, entre Jurupari (PA) e Laranjal do Jari (AP). A companhia informou que o problema atingiu 15 dos 16 municípios. Apenas Oiapoque não foi atingido, porque possui sistema isolado.

Até as 20h52, cerca de 130 MW haviam sido restabelecidos. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou que cobrou explicações da LMTE (Linhas de Macapá Transmissora de Energia) sobre a interrupção do serviço.

UOL

BOLSONARO CRITICA CPI DA COVID: ‘HÁ INTERFERÊNCIA DO SUPREMO NOS PODERES’

Foto: Reprodução/CNN

Em entrevista à CNN Brasil nesta quinta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou sobre duas importantes decisões do Supremo Tribunal Federal (STF): a permissão para estados e municípios proibirem atividades religiosas presenciais e a determinação ao Senado da instalação da CPI da Covid-19.

“O Brasil está sofrendo demais e o que menos precisamos é de conflitos. Sabe a minha posição, respeito completamente nossa Constituição, não tem um pingo fora das quatro linhas da mesa. Agora seria bom se todo mundo jogasse nas quatro linhas”, afirmou Bolsonaro ao repórter Leandro Magalhães.

“Não há dúvida de que há uma interferência do Supremo em todos os poderes”, disse Bolsonaro, comentando a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, que determinou ao presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG) a instalação da comissão parlamentar de inquérito para apurar a atuação do governo federal na pandemia da Covid-19.

O presidente questiona se a decisão pode ser uma oportunidade para o Senado analisar pedidos de impeachment contra ministros do STF. “Será que a decisão não tem que ser a mesma para o Senado colocar em pauta o pedido de impeachment de ministros do Supremo?”, disse.

“Por que a CPI? é CPI para investigar as ações do governo federal. Por que não bota estadual e municipal? Nós fizemos a nossa parte. O Pazuello comprou vacinas no ano passado”, disse o presidente.”Está na hora, em vez de ficar procurando responsáveis, unir o Supremo, o Executivo e o Legislativo na busca de soluções. Em que vai levar a abertura de uma possível CPI?”, questiona.

O pedido inicial da CPI da Covid-19, proposta pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), fala em apurar apenas a conduta do governo federal na pandemia.

CNN Brasil

MORRE AOS 99 ANOS O PRÍNCIPE PHILIP, MARIDO DA RAINHA ELIZABETH II

Foto: Steve Parsons/Pool via Reuters

Morreu nesta quinta-feira, aos 99 anos, o príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II. A informação foi confirmada pelo Palácio de Windsor.

“É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor”, informou a família real britânica, em sua conta no Twitter.

Entre fevereiro e março, Philip passou quatro semana internados em hospitais de Londres para tratamento de uma infecção e para fazer um procedimento cardíaco. Ele havia recebido alta hospitalar no dia 16.

O Duque de Edimburgo, casado com Elizabath II desde 1947, completaria 100 anos em 10 de junho.

CNN Brasil

PROTEÇÃO DA VACINA CORONAVAC SÓ É ATINGIDA 15 DIAS APÓS 2ª DOSE, DIZ ESTUDO

Foto: Márcia Foletto

Uma parcela significativa das pessoas que recebem o imunizante CoronaVac desenvolve anticorpos após a primeira dose, porém, a proteção contra a Covid-19 só é alcançada cerca de 15 dias após a segunda dose. Antes disso, a pessoa é inoculada, mas não pode se considerar imunizada, alertam cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que investigaram se e quando os vacinados desenvolvem proteção.

— A boa notícia é que a CoronaVac realmente estimula uma produção robusta de anticorpos neutralizantes na maioria das pessoas. Porém, a importante nota de cautela é que isso acontece apenas depois da segunda dose. Quem tomou uma dose só não deve se sentir protegido porque não está — destaca o imunologista Orlando Ferreira, um dos coordenadores do Laboratório de Virologia Molecular (LVM) da UFRJ.

Esses anticorpos neutralizantes são os que de fato importam, pois atacam diretamente o Sars-CoV-2. No estudo, os cientistas analisaram a capacidade de neutralização do vírus de 68 pessoas vacinadas. Os testes revelaram que 42 dias após a primeira dose (14 depois da segunda) 84% das pessoas apresentaram anticorpos neutralizantes.

O estudo vai além da observação de redução de internações. Mostra que realmente a vacina está cumprindo o que promete, isto é, defesa na forma de anticorpos. Isso é feito por meio de um teste que detecta especificamente os anticorpos neutralizantes no soro das pessoas vacinadas.

— Todavia, não sabemos quanto tempo esses anticorpos vão durar. Ainda é muito cedo para dizer isso — acrescenta Ferreira.

Os indivíduos estudados são em sua maioria profissionais de saúde vacinados no Centro de Triagem e Diagnóstico para a Covid-19 (CTD) da UFRJ. O estudo ganha ainda mais relevância porque a CoronaVac, até agora, é praticamente a única vacina com a dosagem complea aplicada no Brasil.

Dados de 6 de abril, compilados pelo epidemiologista Guilherme Werneck, professor do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ, mostram que ela responde por 82% das 21,5 milhões de doses aplicadas. E, se levada em conta apenas a imunização (duas doses), o índice chega a 99%.

Devido aos sucessivos atrasos na entrega de doses e na produção da BioManguinhos-Fiocruz, a parcela de brasileiros que receberam a vacina da AstraZeneca, a primeira escolha do governo Bolsonaro, é insignificante.

O Globo

JAIRINHO É AFASTADO DO CONSELHO DE ÉTICA DA CÂMARA DO RIO

Foto: Reprodução

O vereador do Rio de Janeiro Jairo Souza Santos, o Dr. Jairinho (Solidariedade), foi afastado do Conselho de Ética da Câmara Municipal do Rio nesta quinta-feira (8), horas depois de ser preso sob suspeita de ter matado seu enteado Henry Borel Medeiros, de 4 anos, em 8 de março. Ele foi eleito para esse conselho quatro dias antes da morte da criança e tomou posse três dias depois. Jairinho compõe o Solidariedade, mas o partido também anunciou nesta quinta-feira a expulsão dele. As bancadas do PT e do PSOL vão pedir à Justiça que o vereador seja imediatamente afastado do mandato.

Por: Terra

EXPLOSÃO ATINGE IMÓVEIS E DEIXA PESSOAS FERIDAS NA ZONA LESTE DE NATAL

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Uma explosão aconteceu no início da manhã desta sexta-feira (9), atingiu imóveis e deixou feridos no bairro das Quintas, na Zona Leste de Natal. Segundo relato de vizinhos, o caso aconteceu por volta das 6h. O Corpo de Bombeiros foi acionado e atua no local.

Pelo menos duas pessoas foram resgatadas de dentro de uma casa pelo Corpo de Bombeiros. Uma delas, estava em um primeiro andar e foi tirada do local por meio de uma escada, usada como maca.

Segundo a corporação, pelo menos outras três pessoas foram tiradas antes e levadas ao hospital por familiares e vizinhos. Pelo menos um loja de chaves e uma casa vizinha também foram atingidas. Uma criança de seis anos teve escoriações por causa da queda de uma parede.

O número total de vítimas e a causa da explosão ainda não foram divulgados pela corporação. Militares no local confirmaram que uma das possíveis causas pode ser a explosão de um botijão de gás de cozinha.

G1

MAIS DE 9 MIL NÃO RECEBERAM SEGUNDA DOSE DA VACINA NO RIO GRANDE DO NORTE

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Aproximadamente 9,090 mil pessoas no Rio Grande do Norte, elegíveis para a imunização contra a Covid-19 na primeira e segunda fases da campanha, não retornaram aos Postos de Saúde ou drive-thrus para a aplicação da segunda dose do imunizante até hoje. A informação é do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). Em todo o Estado, Natal é a cidade que registra o maior quantitativo de segundas doses não aplicadas: 3.511.

Por grupos prioritários, a população de 80 anos ou mais foi a que mais faltou ao local de vacinação para tomar a segunda dose do imunizante: 3.067 idosos. Em pessoas de 75 a 79 anos, o quantitativo é de 1.438. Em trabalhadores da saúde, o total é de 1.196. Para o diretor executivo do LAIS/UFRN, Ricardo Valentim, o problema pode ser explicado por dois fatores: a estruturação do processo de imunização e a falta de automatização no registro dos vacinados.

“Muitas coisas que os municípios estão repetindo são muito parecidas com o que se fazia no período da Influenza e de outros processos de imunização que foram bem sucedidos no Brasil, mas que não tinha escassez de vacina nem a necessidade de um processo de organização mais criterioso. Neste caso, vem uma vacina escassa, com uma demanda muito grande e que exige do município um nível de transparência maior porque é um insumo extremamente vital”, frisa Ricardo Valentim.

A organização do processo vacinal contra a Covid-19 está também diretamente ligada à informatização dos cadastros. No Estado, a plataforma que acompanha a campanha de imunização, o RN+Vacina, tem 910.599 pessoas cadastradas para uma população que ultrapassa os 3 milhões de habitantes.

Além disso, atualmente, poucos municípios realizam instantaneamente o cadastro da população no momento exato da aplicação da dose. Portanto, parte dos atrasos na segunda dose pode ser resultante da falta de integração no RN+ Vacina, do que a real ausência da população. “Não adianta chamar a população, acumular um monte de papel e depois ter que colocar alguém para digitar”, frisa Ricardo Valentim.

Com a informatização do processo, ao invés das fichas preenchidas no momento da vacinação pelos profissionais, basta colocar o CPF da pessoa que já está pré-cadastrada na Plataforma do LAIS. O procedimento dura de 30 segundos a 1 minuto. Como alguns pontos de vacinação funcionam em locais com acesso à internet, a mudança não seria problema e seria automática, sem precisar dispor de alguém posteriormente para realizar o cadastro virtual. A inserção na Plataforma pode ser conferida instantaneamente pelo Governo do Estado e também pela União.

O lançamento de doses no sistema virtual demora, em média, de quatro a cinco dias. Porém, algumas localidades já chegaram a atrasar por mais de trinta dias. Esse retardo pode influenciar, por exemplo, na busca ativa pela população que já está vacinada ou próxima da segunda dose, e que poderia ser observada por cada região, já que no cadastro na Plataforma o telefone e e-mail são disponibilizados.

O processo pode servir também para o caso da população acamada que não pode comparecer aos pontos de vacinação. “No RN+Vacina, o município tem como olhar os pacientes que já tomaram a vacina, estão perto da segunda dose e disparar e-mail para eles ou demandar alguém para fazer ligações. Em municípios maiores, como Natal, dá mais trabalho mas uma alternativa é usar a grande imprensa”, sugere Ricardo Valentim.

Tribuna do Norte

DECRETO DE PREFEITO NÃO PODE VALER MAIS QUE A CONSTITUIÇÃO

Ministro Nunes Marques durante sessão solene de posse no STF. Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira que governadores e prefeitos podem suspender por decreto a vigência de direitos constitucionais irrevogáveis. Basta informar que a decisão é indispensável à estratégia da guerra travada contra o vírus chinês para, por exemplo, abolir por semanas ou meses a liberdade religiosa — e proibir celebrações presenciais mesmo em templos protegidos por medidas de distanciamento social.

Ao intrometer-se com o habitual desembaraço em questões sanitárias e assuntos espirituais, a maioria dos ministros sucumbiu — de novo — à tentação de legislar sobre temas que não pertencem à esfera de atuação da corte. Alguém precisa sugerir aos juízes que se concentrem nas principais atribuições do STF.

São três. Primeira: assegurar a obediência à Constituição. Segunda: dirimir dúvidas sobre trechos da Carta Magna. Terceira: garantir a segurança jurídica. Ao atropelar um texto cuja clareza torna dispensáveis quaisquer interpretações, o Supremo não se limitou a descumprir seus deveres. Confirmou que vai se transformando na mais perturbadora fonte de insegurança jurídica.

Por Augusto Nunes/R7

NASCIDOS EM DEZEMBRO COMEÇAM A RECEBER AUXÍLIO EMERGENCIAL NESTA 6ª FEIRA

Foto: Sérgio Lima

Brasileiros nascidos em dezembro começam a receber nesta 6ª feira (30.abr.2021) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da composição familiar.

O dinheiro começou a ser pago no dia 6 de abril. Os beneficiários que são inscritos no Bolsa Família começaram a receber o auxílio no dia 16 de abril. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos 10 últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS (Número de Inscrição Social). O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

O beneficiário pode verificar aqui (856 KB) o calendário completo de pagamentos.

O montante pago neste 6ª feira (30.abr) ficará disponível em conta poupança social digital da Caixa. Pode ser usado para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências serão liberados a partir de 4 de maio. A Caixa recomenda não ir presencialmente às agências para evitar aglomerações.

Poder360

BOLSONARO SANCIONA A NOVA LEI DO GÁS

Foto: Caetano Barreira/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira (8) o Projeto de Lei 4.476 de 2020, que trata do novo marco regulatório do setor de gás. A matéria teve votação concluída no Congresso Nacional no dia 17 de março. A informação foi dada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, que esclareceu que não houve vetos presidenciais à nova lei.

O texto aprovado prevê, entre outras medidas, a desconcentração do mercado, não permitindo que uma mesma empresa possa atuar em todas as fases, da produção e extração até a distribuição; e o uso de autorização em vez da concessão para a exploração do transporte de gás natural pela iniciativa privada.

O novo marco regulatório do gás diz ainda que as autorizações não terão tempo definido de vigência e podem ser revogadas somente a pedido da empresa nas seguintes situações: se ela falir ou descumprir obrigações de forma grave; se o gasoduto for desativado ou se a empresa interferir ou sofrer interferência de outros agentes da indústria do gás.

De acordo com as novas regras, caso haja mais de um interessado para a construção de um gasoduto, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deverá realizar processo seletivo público.

Segundo o texto da lei, a ANP deverá acompanhar o mercado de gás natural para estimular a competitividade e reduzir a concentração, usando mecanismos como a cessão compulsória de capacidade de transporte, escoamento da produção e processamento; obrigação de venda, em leilão, de parte dos volumes de comercialização detidos por empresas com elevada participação no mercado; e restrição à venda de gás natural entre produtores nas áreas de produção.

O governo federal informou que as estimativas projetadas pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) são de que este novo marco regulatório gere investimentos entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões, com a produção de gás natural triplicando até 2030. A nova Lei do Gás poderá gerar quatro milhões de empregos em cinco anos e acrescentar 0,5% de crescimento ao PIB nos próximos dez anos.

Agência Brasil

CPI DA COVID-19: ENTENDA COMISSÃO QUE VAI APURAR ATUAÇÃO DO GOVERNO NA PANDEMIA

Foto: Lucas Silva

Depois de semanas de indefinição, o Senado caminha para instaurar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para apurar a conduta do governo federal na pandemia da Covid-19. A instalação da CPI da Covid-19 foi determinada pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso, atendendo a um pedido dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO).

O mandado de segurança apresentado por Vieira e Kajuru apelou para o chamado “direito da minoria”, a avaliação de que a minoria no Congresso Nacional pode requerer CPIs desde que reúna um terço das assinaturas de uma das casas e atenda aos requisitos de fato pré-determinado, prazo e custo previsto.

Como a proposta de CPI, elaborada por Randolfe Rodrigues (Rede-AP), alcançou 32 assinaturas, mais do que as 27 necessárias, os senadores pediram e o ministro Barroso concordou que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), é obrigado a instalar a comissão. Pacheco discorda, avaliando que a Presidência do Senado tem direito a um “juízo de conveniência”, podendo julgar se é conveniente ao Senado a realização de determinada CPI em um momento — o que, no caso da CPI da Covid, ele acha que não seja.

O QUE A CPI DA COVID VAI INVESTIGAR?

Segundo o pedido apresentado por Randolfe Rodrigues, o objetivo é “purar as ações e omissões do Governo Federal no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio para os pacientes internados”.

Portanto, inicialmente o foco é o governo federal, tendo como ponto de partida os casos de falta de oxigênio registrados em Manaus em janeiro deste ano, quando a proposta foi elaborada e a coleta de assinaturas começou.

E OS ESTADOS E MUNICÍPIOS?

O pedido inicial menciona apenas o governo federal, fato criticado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em entrevista à CNN nesta quinta-feira (8). Também falando à CNN, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmou que a ampliação do escopo da comissão, para incluir também governadores e prefeitos, poderá se ocorrer se a ideia tiver o apoio da maioria dos senadores da CPI.

QUAL É O PRAZO DA CPI DA COVID?

A previsão é de que a CPI dure 90 dias.

QUEM FARÁ PARTE DA CPI DA COVID?

Serão 11 membros titulares e sete suplentes. Os senadores serão indicados pelos partidos e blocos partidários, após a leitura do requerimento da CPI, que segundo Rodrigo Pacheco ocorrerá no início da próxima semana.

QUEM APOIOU A CPI DA COVID?

A instalação da CPI da Covid-19 teve o apoio de 32 senadores. O 33º senador signatário seria Major Olímpio (PSL-SP), que morreu vítima justamente da Covid-19.

Assinaturas virtuais

1. Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
2. Jean Paul Prates (PT-RN)
3. Alessandro Vieira (Cidadania-SE)
4. Jorge Kajuru (Cidadania-GO)
5. Fabiano Contarato (Rede-ES)
6. Alvaro Dias (Podemos-PR)
7. Mara Gabrilli (PSDB-SP)
8. Plínio Valério (PSDB-AM)
9. Reguffe (Podemos-DF)
10. Leila Barros (PSB-DF)
11. Humberto Costa (PT-PE)
12. Cid Gomes (PDT-CE)
13. Eliziane Gama (Cidadania-MA)
Major Olimpio (PSL-SP; falecido)
14. Omar Aziz (PSD-AM)
15. Paulo Paim (PT-RS)
16. Rose de Freitas (MDB-ES)
17. José Serra (PSDB-SP)
18. Weverton (PDT-MA)
19. Simone Tebet (MDB-MS)
20. Tasso Jereissati (PSDB-CE)
21. Oriovisto Guimarães (Podemos-PR)
22. Jarbas Vasconcelos (MDB-PE)

Assinaturas FÍSICAS
23. Rogério Carvalho (PT-SE)
24. Otto Alencar (PSD-BA)
25. Renan Calheiros (MDB-AL)
26. Eduardo Braga (MDB-AM)
27. Rodrigo Cunha (PSDB-AL)
28. Lasier Martins (Podemos-RS)
29. Zenaide Maia (Pros-RN)
30. Paulo Rocha (PT-PA)
31. Styvenson Valentim (Podemos-RN)
32. Acir Gurgacz (PDT-RO)

QUEM SERÁ OUVIDO NA CPI?

À CNN, o senador Alessandro Vieira afirmou que depoentes naturais à CPI da Covid-19 serão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e os três antecessores dele no cargo durante o governo Jair Bolsonaro: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello.

O QUE O GOVERNO DIZ A RESPEITO DISSO?

Ao colunista da CNN Igor Gadelha, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou ser esta uma questão apenas do Senado e do Supremo Tribunal Federal. O presidente Jair Bolsonaro criticou o que chamou de “interferência” do STF nos outros poderes e afirmou que a CPI visa atingir ao governo federal.

CNN Brasil

Topo