NATAL E FORTALEZA IRÃO TRABALHAR JUNTAS EM ROTEIRO TURÍSTICO PELAS CAPITAIS

Foto: Alex Régis/Secom

Fortalecer o turismo entre as duas capitais, é o objetivo do projeto Turismo Integrado Natal-Fortaleza, que inclui também as praias de Pipa (RN) e Canoa Quebrada (CE). Com lançamento para a segunda quinzena deste mês de junho, a elaboração é das Secretarias Municipais de Turismo e Prefeituras dos municípios envolvidos. A ideia é oferecer uma semana de viagem, passando por Canoa Quebrada até Pipa.⁣

Concebido no final de 2019 para ser lançado no primeiro semestre de 2020, o projeto ficou parado devido à situação de insegurança sanitária atual. Mas com todos os cuidados de biossegurança, será lançado neste mês de junho de 2021.

“Esse é um projeto inovador, pois é a primeira vez que duas capitais se unem para se promoverem juntas, ao invés de disputarem o mesmo turista”, ressalta o secretário do turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira. “No final de 2019, fui a Natal levar a ideia ao secretário Fernando, que não só acolheu, como se entusiasmou com o projeto. Também apresentei a ideia ao ministro do Turismo, Gilson Machado, que manifestou interesse em tornar uma política pública no país”, acrescenta.⁣
⁣⁣
Na prática, o projeto consiste em um pacote de viagem incluindo Fortaleza e Natal e as duas praias já citadas. A ideia é que o turista inicie a viagem por uma das capitais e finalize pela outra. De acordo com Alexandre Pereira, o projeto foi inspirado nas experiências dos países europeus, onde é muito comum o turista chegar no continente por um país e sair de lá por outro. ⁣

O projeto também já conta com um roteiro detalhado, com sugestões de passeios bem diversificados, indo do turismo de aventura ao de contemplação, compras, ecologia e balada, entre outros. E prevê ainda a divulgação do produto em feiras, road trips e outros eventos.⁣

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo