SINE-RN TEM 19 VAGAS DE EMPREGOS NESTA TERÇA-FEIRA (26) PARA NATAL E REGIÃO METROPOLITANA

Foto: Ilustrativa/Reprodução

O  Sistema Nacional de Emprego (Sine-RN) oferece nesta terça-feira(26), 19 vagas de emprego para Natal e  Grande Natal.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

NATAL e GRANDE NATAL – (16 Vagas Permanentes)

ATENDENTE DE LANCHONETE 03

AUXILIAR DE LIMPEZA 01

AUXILIAR MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO 02

DESENHISTA TÉCNICO (ARTES GRÁFICAS) 01

MANICURE 02

MECÂNICO DE BICICLETAS 01

PIZZAIOLO 02

TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02

TÉCNICO MECÂNICO EM AR CONDICIONADO 01

VENDEDOR PRACISTA 04

NATAL: GUARDA MUNICIPAL PASSA ATUAR NA SEGURANÇA DA VACINAÇÃO EM INSTITUIÇÕES DE IDOSOS

A Guarda Municipal do Natal (GMN) iniciou nessa segunda-feira (25) uma nova etapa de segurança no transporte das vacinas contra o coronavírus, como também no apoio, organização e presença ostensiva nos locais de vacinação distribuídos pela Prefeitura na capital. Foram 11.258 novas doses recebidas e escoltadas na tarde pelas guarnições da GMN, sendo mais de 10 mil doses do imunizante da Oxford e pouco mais de 1 mil da Coronavac.

As guarnições da GMN iniciaram o serviço de segurança preventiva nos lares coletivos de idosos, onde a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deflagrou o processo de vacinação dessas pessoas. As vacinas foram escoltadas para as primeiras instituições contempladas dentro do Programa Nacional de Vacinação, sendo atendidos o Lar do Idoso Jesus Misericordioso, na comunidade de Lagoa Azul, zona Norte, e o Centro de Convivência do Idoso, no bairro Mãe Luiza, na zona Leste. Cerca de 120 idosos foram imunizados no dia.

De acordo com a titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas, todos os locais de vacinação montados pela Prefeitura do Natal estão contando a segurança das guarnições da GMN antes, durante e após o final do processo de imunização das pessoas.

O comandante interino da GMN, Carlos Cruz, lembrou que com a abertura de mais um ponto de vacinação para pedestres na área do Palácio dos Esportes será reforçado o apoio nesse local. “Viaturas estão posicionadas no Nélio Dias, Shopping via direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes, como também acompanhando as equipes de vacinação que estão atuando itinerante em lares de idosos”, comentou.

A ação de segurança preventiva da GMN iniciou no último dia 19 quando atuou em comboio na logística de transporte dos lotes de vacinação da unidade do Governo do Estado até o Central Municipal de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Cemadi) da Prefeitura do Natal.

 

ENFERMEIRA QUE DEBOCHOU DE VACINA CONTRA A COVID-19 É DEMITIDA

Foto: Reprodução/Instagram

Profissional será investigada pelo Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo

A enfermeira Nathanna Ceschim foi desligada do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, no Espírito Santo, depois de publicar um vídeo em que aparece debochando da vacina contra a covid-19. “Uma vacina que dá 50% de segurança para mim não é uma vacina. Tomei foi água”, diz Nathanna.

Segundo a enfermeira, ela só tomou porque queria viajar, mas disse que não se sentia mais segura por conta disso. Nathanna recebeu a primeira dose da CoronaVac na última terça-feira, 19, porque atuava na linha de frente do combate ao coronavírus.

Em outra gravação, também publicada em suas redes sociais, a enfermeira aparece trabalhando sem máscara.

Após a repercussão dos vídeos que começaram a circular na internet, ela foi desligada do hospital. O Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo informou que ela será investigada pelo Conselho de Ética da entidade. O caso também será acompanhado pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

Nathanna usou suas redes sociais para se defender e alegar que apenas exerceu seu direito de liberdade de expressão.  Ela também afirmou que está com a consciência tranquila e que não cometeu nenhum crime. Por fim, pediu desculpas a quem se sentiu ofendida com o que ela disse. Com informações do Catraca livre.

MÃE DA INFLUENSE YGONA MOURA DESMENTE MORTE DA FILHA, INTERNADA COM COVID-19

Fotos Reprodução

 Ygona é uma mulher transexual que faz sucesso no universo LGBTQ+ por conta de suas frases altamente “memerizáveis”. Recentemente, Ygona ficou ainda mais em voga por disparar polêmicas sobre a covid-19

A família de Ygona Moura, influencer que está internada na UTI com Covid-19, informou que ela está viva. A mãe da jovem, Valeria Cardoso, usou as redes sociais para desmentir os boatos que a influenciadora teria falecido.

“Pessoal, aqui é a mãe da Ygona, a Ygona está viva. O estado dela ainda é bem grave, porém estável, graças a Deus”, dizia mensagem publicada no Stories do Instagram. “Estamos em oração dia e noite pela vida dela. Informações sobre seu estado de saúde só serão postadas pelo Instagram dela. Qualquer informação que não for por este canal ou postada por mim é fake”, avisou.

Ygona, dias antes de ser hospitalizada, havia minimizado os riscos da pandemia do novo coronavírus. Ela chegou a falar sobre ir a uma festa com aglomeração. “Gente, que noite foi essa? Noite de aglomeração com sucesso. Estava por tudo aquela festa e saí de lá quase 8h da manhã. Aglomerei mesmo e recebi bem para isso. Hoje, estou aqui pela Tiradentes, estou caçando um baile, quero aglomerar de novo, estava morrendo de saudade de aglomerar”, Cpostou. Com informações da a Istoé.

No dia 19 de janeiro a mãe da influense usou as redes sociais para pedir orações pela fiha”Pessoal, aqui é a mãe da Ygona Moura. Ela está internada na UTI do Hospital Tiradentes, entubada e em coma induzido desde ontem por complicações da Covid-19″, explicou. “Peço a todos os seguidores que orem pela vida da Ygona. Força Ygona”, pediu.

“Estado dela é gravíssimo. Continua intubada, sedada e está com problemas renais. Aos que gostam, por favor, orem e aos que não gostam, por favor, só respeitem a dor dos familiares”, dizia post no Instagram de Ygona. Com informações da  Marie Clair

VARIANTE BRASILEIRA DO CORONAVÍRUS PODE SER “DOMINANTE”, ALERTA INFECTOLOGISTA

Principal infectologista dos EUA teme que nova variante brasileira se torne mais dominante – Foto: Appledesign/istock

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, disse que a variante do coronavírus que teve origem no Amazonas pode se tornar “mais dominante” pelo seu maior grau de transmissibilidade.

A afirmação de Fauci, que também atua como consultor médico do presidente Joe Biden na Casa Branca, foi feita na noite dessa 2ª feira (25.jan.2021), em uma entrevista concedida à CNN norte-americana.

O médico comentou o tema porque a cepa identificada no Brasil foi detectada pela 1ª vez nos Estados Unidos. A variação foi encontrada em uma pessoa de Minnesota que esteve recentemente no território brasileiro.

“Se ela [a variante] tem a capacidade de se espalhar de maneira mais eficiente, é provável que se torne cada vez mais dominante, mas temos que esperar para ver”, disse.

De acordo com Fauci, a variação pode acelerar replicações e mutações da coronavírus, tornando as consequências da covid-19 mais graves.

“A notícia preocupante é que, à medida em que você obtém mais e mais replicação, pode obter mais e mais da evolução das mutações, o que significa que podem estar um passo à frente”, afirmou.

O consultor médico dos últimos 7 presidentes dos Estados Unidos disse, no entanto, que as vacinas contra a covid-19 devem ser eficazes contra a nova variação do vírus.

“A boa notícia é que as vacinas, como existem agora, ainda devem ser eficazes contra as mutações”, declarou Fauci.

Poder 360

 

 

BRASIL PROÍBE ENTRADA DE VIAJANTES VINDOS DA ÁFRICA DO SUL PARA IMPEDIR VARIANTE DA COVID-19

Foto: Felipe Rau/Estadão Conteúdo/CP

Uma portaria do governo federal publicada nesta terça-feira (26) proíbe a entrada no Brasil de passageiros vindos da África do Sul. Segundo a portaria, a medida foi tomada, entre outras razões, para evitar o impacto da nova variante do coronavírus. Os viajantes vindos do Reino Unido continuam impedidos de entrar no país.

Segundo o texto publicado, ficam proibidos, em caráter temporário, voos internacionais com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pelo Reino Unido e pela África do Sul. Também fica suspensa a autorização de embarque para o Brasil de viajante estrangeiro, procedente ou com passagem pelo Reino Unido e pela África do Sul nos últimos quatorze dias.

O texto foi assinado pelos ministros Walter Braga Netto (Casa Civil), André Mendonça (Justiça e Segurança Pública) e Eduardo Pazuello (Saúde).

Demais estrangeiros podem entrar no país por via aérea desde que comprovem, por meio de teste RT-PCR, que não estão com Covid-19. O exame precisa ter sido realizado 72 horas antes do embarque.

Quem não cumprir as regras estipuladas pela portaria estará sujeito à:

– responsabilização civil, administrativa e penal

– repatriação ou deportação imediata

– inabilitação de pedido de refúgio

Rodovias

A portaria mantém ainda a restrição à entrada de estrangeiros, de qualquer nacionalidade, por rodovias, outros meios terrestres ou por rios e afins. Os paraguaios poderão continuar entrando no Brasil normalmente pelas rodovias. E também aqueles moradores de cidades cortadas por fronteiras, excluídas as com a Venezuela.

O texto deixa claro que esse impedimento de entrada no Brasil não vale para:

–  brasileiro naturalizado;

– imigrante com residência “de caráter definitivo” – não é válido para venezuelanos;

– profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional;

– funcionário estrangeiro que atue para o governo brasileiro;

– estrangeiro que tenha as seguintes relações com brasileiro, cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador- não vale para venezuelanos;

– estrangeiro autorizado pelo governo devido à interesse público ou a questões humanitárias;

– estrangeiro que tenha o Registro Nacional Migratório – não válido para venezuelanos;

– quem trabalhar com transporte de cargas, como motoristas, por exemplo.

Do G1

 

GABARITOS DO ENEM SERÃO DIVULGADOS NESTA QUARTA-FEIRA

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 poderão conferir nesta quarta-feira (27) os gabaritos oficiais das provas objetivas do exame. O Enem impresso foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro. Os participantes resolveram questões objetivas de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens. Fizeram também a prova de redação, a única subjetiva do exame.

Os gabaritos serão divulgados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Mesmo com os gabaritos em mãos, não é possível saber a nota no exame. Isso porque o Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova.

Ou seja, se ele acertar questões difíceis, é esperado que acerte também as fáceis. Se isso não acontecer, o sistema entende que pode ter sido por chute. O estudante, então, pontua menos que outro candidato que tenha acertado as mesmas questões difíceis, mas que tenha acertado também as fáceis.

A previsão para a divulgação dos resultados finais é dia 29 de março. Nessa data, os participantes saberão também quanto tiraram na redação. No entanto, somente depois da divulgação do resultado, em data ainda a ser definida, os candidatos terão acesso à correção detalhada da prova de redação, apenas para fins pedagógicos.

Ao todo, segundo o Inep, cerca de 2,5 milhões de candidatos fizeram as provas este ano, número que representa menos da metade dos participantes inscritos nas provas. O Enem 2020 terá ainda uma versão digital, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As notas poderão ser usadas para acessar o ensino superior e participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – que oferece vagas em instituições públicas – Programa Universidade para Todos (ProUni) – que oferece bolsas de estudo em instituições privadas – e, Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que oferece financiamento em condições mais vantajosas que as de mercado.

Reaplicação

O Enem ocorreu em meio à pandemia do novo coronavírus e, por isso, adotou uma série de medidas de segurança, como o uso obrigatório de máscaras. Os participantes que estivessem com sintomas de covid-19 ou outra doença infectocontagiosa não deveriam comparecer aos locais de prova.

Esses estudantes poderão fazer o exame na data da reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Para isso, aqueles que ainda não o fizeram, têm até o dia 29 para solicitar a reaplicação na Página do Participante.] Podem também pedir para participar da reaplicação os candidatos que foram prejudicados por questões logísticas, como falta de água ou luz e aqueles que foram impedidos de fazer o exame porque as salas estavam lotadas e era preciso garantir o distanciamento entre os participantes. Segundo o Inep, isso ocorreu em pelo menos 37 escolas de 11 cidades.

As provas foram canceladas no estado do Amazonas, em Rolim de Moura (RO) e em Espigão D’Oeste (RO) por causa da pandemia. Esses estudantes também deverão fazer o exame na data da reaplicação. Eles não precisarão, contudo, solicitar a participação. Segundo o Ministério da Educação, foram cerca de 20 ações judiciais em todo o país contrárias à realização do exame.

Por Agência Brasil

REDE GLOBO PERDERÁ SEUS PRINCIPAIS APRESENTADORES DE AUDITÓRIO EM 2021

Faustão, Luciano Huck e Angélica. Foto: Webert Belicio/ Foto: Reprodução

 

O ano de 2021 forçará a Globo a promover uma renovação de parte de seu elenco de apresentadores. Isso porque, até dezembro, a emissora deverá perder três de seus principais apresentadores de programas de auditório. Ou seja: a grade de programação deve sofrer grandes mudanças em breve.

Fausto Silva foi o primeiro a confirmar que deixará o canal, em dezembro, após 32 anos de contrato. Depois de saber que perderia o “Domingão”, o apresentador recusou a proposta da emissora de comandar um programa semanal nas noites de quinta-feira. No ar desde 1989, ele foi contratado depois de chamar a atenção com seu estilo anárquico à frente do “Perdidos na Noite”, que teve passagens pela TV Gazeta e pela Band. Aos domingos, fez quadros como “As Olimpíadas do Faustão”, “Jogo da Velha”, “Videocassetadas” e “Sexolândia” entrarem para a história.

Outros dois nomes devem seguir os passos de Faustão nos próximos meses: Luciano Huck e Angélica. O apresentador do “Caldeirão” parece empenhado nos planos de disputar a Presidência do país nas eleições de 2022. O contrato com a Globo vence neste ano e, sem renovação, Huck deve deixar o canal por volta de junho.

Como consequência, o futuro de Angélica é incerto. Embora menos empenhada na política, a apresentadora do “Simples Assim” não poderá emplacar nova temporada do programa em 2022 por causa da lei eleitoral. A loira já trabalha com a Globo por meio do contrato por obra certa.

De olho nas baixas, a emissora já se apressa em tomar decisões para tapar o buraco na programação. Uma delas deve envolver Márcio Garcia. Há planos de que o ator assuma as tardes de sábado, no lugar do “Caldeirão”. Alguns projetos de programa desenvolvidos por atores, como Rômulo Estrela, também foram apresentados ao canal, mas sem resposta oficial. Resta acompanhar os próximos passos.

 APOSENTADOS DO INSS JÁ RECEBEM BENEFÍCIOS COM REAJUSTE

Foto: reprodução

A partir desta segunda-feira (25), aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ganham um salário mínimo começaram a receber os benefícios com reajuste em suas contas. O calendário já havia sido anunciado pela autarquia em dezembro do ano passado.

Os depósitos seguirão a sequência de anos anteriores, com um calendário para quem recebe um salário mínimo e outro para quem ganha mais. Para cada categoria, as datas de pagamento serão determinadas pelo número final do cartão, sem considerar o dígito verificador (que vem depois do traço). Os primeiros a receber são aqueles que possuem número final do cartão 1 e recebem um salário mínimo.

Esse calendário abrange a maioria dos 35 milhões de segurados. Antigos beneficiários que recebem fora da sequência do número do cartão, continuarão a ser pagos na data atual.

Em 2021, o INSS reajustou o valor do benefício de R$ 1.045 para R$ 1.100, no caso de quem ganha um salário mínimo. O aumento, para esses aposentados e pensionistas, será de 5,26%. Quem ganha acima do salário mínimo terá um reajuste de de 5,45%, seguindo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor acumulado de 2020.

Por; Agência Brasil

RN: POLICIAIS MILITARES RECÉM FORMADOS CORREM RISCOS AO VOLTAREM PARA CASA DESARMADOS

Foto: Reprodução

As entidades representativas de praças vêm a público externar a sua preocupação ao fato de que os novos soldados da Polícia Militar do RN após o término do serviço diário onde efetuam várias prisões de criminosos, voltam para suas casas sem nenhum tipo de armamento, alguns deles inclusive fardados.

Isso ocorre porque não é permitido pelo Comando da Corporação que os novos policiais militares “cautelem” uma arma de fogo para os deslocamentos do trabalho para casa e vice e versa, o que potencializa os riscos de um atentado contra esses operadores de segurança.

Para agravar ainda mais a situação, os soldados recém formados que pretendem adquirir uma arma particular para a sua proteção, tem procurado as suas unidades e os seus respectivos comandantes não tem viabilizado a documentação e a instrução do processo para compra do armamento particular.

As entidades receberam relatos de soldados que foram assaltados e não tiveram como reagir em razão de estarem desarmados, e que por pouco, não ocorreu algo pior, tendo perdido apenas seus pertences, mas passado por uma situação humilhante.

Lembramos que aproximadamente 90% dos assassinatos de policiais militares em nosso Estado ocorre no momento em que eles estão de FOLGA, ou seja, é nesse momento em que o policial está mais vulnerável, e por isso, o armamento pode ser o instrumento de defesa que pode salvar a sua vida.

Diante disso, as entidades cobram a responsabilidade do Comando da Corporação que em caráter de urgência viabilize a cautela do armamento institucional a esses policiais , bem como, agilize os processos que permitem a aquisição de armamento particular por eles, pois nossos companheiros estão sendo expostos ao risco de perder suas vidas sem que tenham os meios para se defenderem.

Por: APRAM/RN

MÃE CHANTAGEIA PAI ENVIANDO VÍDEO DE BEBÊ AMARRADA

Um vídeo revoltante mostra uma bebê de 10 meses amarrada por cordas. Após a situação, a avó paterna denunciou a mãe da menina, que foi a responsável por prendê-la e gravar as imagens. O caso aconteceu na Zona Rural de Girau do Ponciano, Agreste de Alagoas.

No último sábado (22/1), a avó da criança acionou a Patrulha Maria da Penha de Arapiraca, e pediu ajuda para constatar se a neta estava sofrendo maus-tratos e retirá-la da casa da mãe. Após ver o vídeo, a equipe da Patrulha Maria da Penha de Arapiraca acionou o Conselho Tutelar de Girau do Ponciano, que resgatou a bebê e a entregou à avó paterna.

O Conselho Tutelar de Girau do Ponciano informou que o vídeo foi gravado pela mãe da criança quando ela ainda morava com a filha em Minas Gerais, depois de se separar do pai da bebê – a quem ela enviou as imagens. Há aproximadamente uma semana, mãe e filha passaram a morar em Alagoas, mesmo estado da avó paterna da menina. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (25/1) pelo G1.

Veja o vídeo em que a bebê aparece com os pés, as pernas e os braços amarrados, e uma mulher rindo e chamando a criança de ratazana.

As informações apontam ainda que, como não houve flagrante e a criança não apresentava nenhum sinal de maus-tratos quando foi encontrada, a mãe não foi presa.

Porém o Conselho Tutelar denunciou o caso ao Ministério Público Estadual (MP-AL), e orientou que o pai, que mora em Minas Gerais, entre com o pedido de guarda. Por enquanto, a criança fica aos cuidados da avó paterna. Por Metrópoles.

INFLUENCER NAMORADA DE PREFEITO É VACINADA CONTRA COVID APÓS SER NOMEADA SECRETÁRIA; MP PEDE EXONERAÇÃO

Danyele Negreiro ao ser vacinada contra Covid-19 em Alto Alegre, em Roraima — Foto: Reprodução/Facebook/Prefeitura de Alto Alegre

O Ministério Público de Roraima (MPRR) recomendou nesta segunda-feira (25) a exoneração da enfermeira Danyele Santos Negreiros, de 25 anos, do cargo de secretária-adjunta de Saúde de Alto Alegre. A medida ocorre após a jovem, que é digital influencer e namorada do prefeito do município, Pedro Henrique Machado (PSD), ser vacinada contra a Covid-19 seis dias depois de ser nomeada.

Dany Negreiro, como é conhecida nas redes sociais, foi nomeada pelo namorado no dia 15 de janeiro. A vacinação em Alto Alegre se iniciou na última quinta-feira (21).

Fotos e vídeos compartilhados pelo próprio prefeito mostram quando Danyele recebeu a vacina. Além de ser imunizada, a influencer também foi quem aplicou as primeiras vacinas nos profissionais de saúde da cidade.

Foto: Reprodução/Instagram/Machado_pedro

 Ao pedir a exoneração dela do cargo, o MPRR afirmou que ela não atua na linha de frente contra a Covid-19, portanto, não integra nenhum grupo prioritário de imunização. O pedido é do promotor de Justiça Paulo André Trindade.

“A atual secretária violou os princípios da legalidade, moralidade e eficiência ao se valer do cargo e do vínculo de afeto com atual gestor do Município para ser imunizada, mesmo ciente da condição de estar fora da linha de frente do enfrentamento e exposição ao risco de contrair a Covid-19”, citou o MPRR.

Do G1/Roraima

 

HERMANO ACOMPANHA NA SESED GESTORES E PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR QUE CLAMAM POR MAIS SEGURANÇA NO CAMPO

Devido às insistentes ocorrências de assaltos e invasões de propriedades na região Agreste e em outras regiões do Estado, o deputado estadual Hermano Morais (PSB) esteve na manhã desta segunda-feira (25) na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) acompanhado de representantes da Associação dos Plantadores de Cana do RN (Asplan),  Cooperativa dos Plantadores de Cana de Açúcar do Rio Grande do Norte (Coplacana), gestores públicos de São José de Mipibu e Jardim de Angicos, além de produtores rurais para solicitar maior policiamento no interior do Estado para combater e inibir as ações dos criminosos, que hoje amedrontam a população rural.

Segundo relatos, muitos assaltos a mão armada vêm acontecendo, e por várias vezes, a luz do dia e de forma muito violenta.  Com isso, o deputado Hermano Morais solicitou prioridade na implantação da Patrulha Rural, projeto ainda em fase embrionária em municípios da Grande Natal e Região Agreste para reforçar a segurança nesses municípios, principalmente nas áreas com atividades agrárias.

“Eu sei do esforço que o governo vem fazendo com a contratação de mais de mil policiais militares e realização de concurso para a Polícia Civil, mas é preciso dotar o sistema de segurança pública de melhor estrutura para enfrentar a criminalidade. Precisamos de mais ações para conter a insegurança que cresce no campo, assustando aqueles que se moram ou se dedicam às atividades produtivas no interior do Estado”, disse o deputado.

O titular da Sesed, Coronel Araújo, se comprometeu a deslocar viaturas para as localidades, bem como aumentar o efetivo com os novos policiais militares recentemente admitidos. A partir destas iniciais condutas, novas investidas dos meliantes poderão ser inibidas.

Estiveram presentes na reunião o prefeito de São José de Mipibu, José Figueiredo, o prefeito de Jardim de Angicos, Carlos André, o Diretor da Delegacia da Polícia Civil do interior, Inácio Rodrigues, o Comandante da PM Coronel Alarico, o Comandante de Policiamento do Interior, Coronel Castelo Branco e representantes da Asplan e Coplacana.

Da assessoria do deputado Hermano Morais

NOVOS LOTES DA VACINA CONTRA COVID-19 SÃO DISTRIBUÍDOS PARA TODO O RN

Os novos lotes das vacinas contra a Covid-19 que chegaram ao Aeroporto de Natal entre domingo (24) e esta segunda-feira (25) começaram a ser distribuídos para para os 167 municípios do Rio Grande do Norte,

 Foram enviadas na tarde desta segunda-feira tanto doses da CoronaVac (produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório CenoVAc), quanto da vacina fabricada pela Universidade de OxforD e pela AstrazeNeca, totalizando mais 46.100 doses.

O segundo lote da CoroVac contendo 14.600 doses chegou na manhã de hoje (25), por volta das 11h30. Outras 31.500 doses do imunizante da Oxford chegaram ao Rio Grande do Norte na tarde desse domingo (24). Ambas foram transportadas em voos comerciais e entregues ao Governo do Estado, ainda no aeroporto, no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal.

Ao contrário da CoronaVac, que necessita ser aplicada em duas doses com um intervalo de 28 dias, a vacina da Oxford recebida ontem será aplicada de forma integral. O período exigido entre a primeira e a segunda dose, no caso da vacina de Oxford, é de 12 semanas e o Ministério da Saúde (MS) garantiu o envio de outro lote em tempo hábil. Mas não definiu, por enquanto, quando essa nova remessa do imunizante será enviada ao estado.

A primeira caixa com imunizantes foi embarcada às 15h40 desta segunda-feira (25), saindo da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) em direção a 6ª Regional de Saúde, no município de Pau do Ferros.

A logística de transporte do material ficou a cargo do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e a segurança sob responsabilidade da Polícia Militar (PM-RN). “Esta é mais uma nobre missão no transporte destas vacinas. Selecionamos os veículos mais novos, com melhor climatização. Serão 11 veículos dos Bombeiros para o transporte e 11 viaturas da PM para a escolta”, disse o Major BM Christiano Couceiro, Comandante do Serviço Operacional do Corpo de Bombeiros do RN.

A farmacêutica responsável pelo setor de imunização da Unicat, Elaine Alves, explicou que a divisão de doses por município foi decidida durante uma reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Também ficou decidido que algumas localidades receberiam somente a vacina da Oxford, outros somente a CoronaVac e  outros, ambas.

Para isso, ficou estabelecido que a vacina da Oxford seria destinada para cidades que possuem Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou hospitais, contemplando 49 cidades. Os demais 118 municípios receberão a CoronaVac. Nestes, com a chegada da segunda remessa, a expectativa é que essas localidades consigam imunizar 100% dos seus profissionais da saúde.

O diretor técnico da Unicat, Thiago Vieira, atentou para a importância dos municípios alimentarem corretamente o sistema RN Mais Vacina. “É uma ferramenta importantíssima. Temos como fazer o rastreio da vacina e repor, caso ocorra algum problema em qualquer um dos municípios”.

SERVIÇO

DISTRIBUIÇÃO DAS VACINAS POR REGIONAL DE SAÚDE DO RN

 1ª Regional – São José do Mipibú

CoronaVac -1.407 doses

Oxford – 1.380

2ª Regional – Mossoró

Coronavac – 1.581 doses

Oxford – 5.250

3ª Regional – João Câmara

CoronaVac – 1.034 doses

Oxford – 1.410 doses

4ª Regional – Caicó

CoronaVac – 1.057 doses

Oxford – 1.220 doses

5ª Regional – Santa Cruz

CoronaVac – 897 doses

Oxford – 690 doses

6ª Regional – Pau dos Ferros

CoronaVac – 1.469 doses

Oxford – 570 doses

GOVERNO DÁ AVAL A COMPRA DE VACINAS PRIVADAS CONTRA COVID E ENVOLVE FUNDO DE INVESTIMENTO

Foto: Dado Ruvic/Reuters

O governo enviou uma carta à fabricante AstraZeneca na qual dá aval para que empresas privadas brasileiras possam adquirir um lote de 33 milhões de doses de vacina desde que metade do lote seja doado ao SUS (Sistema Único de Saúde), como revelou o Painel nesta segunda (25).

Na carta, encaminhada em inglês na sexta-feira (22), o governo copia o fundo de investimento Black Rock, que tem ações da farmacêutica anglo-sueca, e uma firma de exportação chamada BRZ.

O texto é assinado pelos ministros Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) e José Levi (Advocacia-Geral da União), além de Élcio Franco, secretário-executivo do Ministério da Saúde.

No documento,  o governo elenca algumas condições, como por exemplo que as companhias não podem comercializar os imunizantes e devem aplicá-los de graça em seus funcionários. Além disso, deve haver um sistema de rastreamento das vacinas.

O assunto foi debatido com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na semana passada e ele autorizou a liberação de compra pelas empresas. Para conseguir efetivar a aquisição, as companhias ainda precisam conseguir uma autorização para importação e para uso emergencial da vacina pela Anvisa.

Segundo integrantes do governo, o Executivo decidiu não se opor à compra porque o lote que é negociado pelas firmas privadas é muito mais caro do que o que já foi adquirido pelo Ministério da Saúde.

A dose, no acordo construído pelas empresas está na faixa de US$ 23,79, valor muito acima do praticado no mercado.

Além disso, o governo tem a expectativa de que as empresas doem ao Ministério da Saúde mais da metade do que será adquirido. Ou seja, o governo pode receber mais de 16,5 milhões de doses, suficiente para imunizar 8,25 milhões de pessoas.

Embora grandes empresas tenham desistido de participar de um grupo que busca a comprar as vacinas, outras companhias reuniram-se nesta segunda (25) e insistem na negociação com o governo.

O encontro ocorreu por videoconferência e teve 72 participantes. Segundo pessoas à frente da articulação, o número de companhias interessadas em realizar a aquisição do imunizante tem aumentado a cada hora.

Um cálculo é que com pouco mais de 1% do total de doses seria possível imunizar os funcionários de todos interessados. O restante ficaria com o governo federal.

Um executivo que está à frente da negociação garante que as tratativas com o governo estão caminhando bem e por isso as empresas estão esperançosas com a possibilidade de compra.

Folha de São Paulo

Topo