Deputados dos EUA divulgam decisões sigilosas de Alexandre de Moraes removendo perfis do X

Foto: Reprodução/TSE

A ala republicana da Comissão de Justiça da Câmara dos Representantes dos EUA divulgou na quarta-feira, 17, um relatório sobre a suposta “censura do governo brasileiro” ao X (antigo Twitter) e a outras redes sociais, como Facebook e Instagram.

O documento inclui 88 decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinando a retirada de perfis das plataformas. Muitas delas foram tomadas pelo ministro Alexandre de Moraes em processos que tramitam sob sigilo no STF. A reportagem do Estadão procurou o STF para comentários, mas não obteve resposta até o fechamento deste texto, perto do fim do período da noite da quarta-feira.

Segundo um comunicado de imprensa divulgado pelo grupo, o relatório inclui “cópias de 28 decisões em inglês e português exaradas pelo ministro Alexandre de Moraes e destinadas à X Corp”; outras 23 decisões de Moraes “para as quais a X Corp não possui uma tradução em inglês” e ainda 37 decisões do TSE. Alexandre de Moraes é o presidente do TSE desde agosto de 2022.

Segundo os deputados do Partido Republicano, o relatório “expõe a campanha de censura do Brasil e apresenta um estudo de caso surpreendente de como um governo pode justificar a censura em nome do combate ao chamado ‘discurso de ódio’ e à ‘subversão’ da ‘ordem'”.

Ainda de acordo com os representantes republicanos, o “governo brasileiro” estaria “tentando forçar o X e outras empresas de redes sociais a censurar mais de 300 contas, incluindo as de Jair Messias Bolsonaro, a do senador Marcos do Val (Podemos-ES), e Paulo Figueiredo, jornalista brasileiro”. No entanto, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) continua com seus perfis ativos nas principais redes sociais.

Alguns dos perfis derrubados por ordem de Alexandre de Moraes já são conhecidos. É o caso de perfis ligados ao empresário Luciano Hang, das Lojas Havan; dos blogueiros Allan dos Santos e Oswaldo Eustáquio; do ex-deputado federal cassado Daniel Silveira; e do youtuber Monark; além do ex-deputado federal Roberto Jefferson.

Nos casos acima, a acusação é a de que eles teriam divulgado versões falsas sobre fraudes nas urnas, promovido ataques contra o STF e defendido até mesmo a edição de um novo AI-5, instrumento de supressão de garantias individuais durante a ditadura militar – caso de Silveira.

Informações: Terra

Davi afronta e posta stories da Wanessa Camargo dizendo que ele nunca seria campeão do #BBB24

Foto: Reprodução/Globoplay

Wanessa declarou, durante uma festa do BBB 24, que Davi não merecia ser o vencedor do BBB 24.

Em conversa com Alane, Beatriz e Matteus, a cantora disse que não vê nele características que o credenciam à vitória no reality show e criticou a postura do baiano no confinamento.

“Ele não merece, história triste, história de miséria, de fome, todo mundo tem”, afirmou Wanessa Camargo.

Alane, em resposta, disse que não tem como os brothers saberem dentro da casa quem está sendo visto como certo ou errado no confinamento.

“A gente não sabe quem merece e quem não merece”, declarou a paraense.

“Pode o Brasil falar: ‘campeão, Davi’. Para mim, nunca vai ser campeão porque ele humilha, ele vem e provoca. O que ele fez comigo aquele dia, pra mim, é imperdoável”, arrematou a cantora.

Choquei/CNN

 

 

Vídeo: Policial tira celular das mãos de jovem e joga aparelho no chão durante protesto no bairro Planalto, em Natal

Foto: Reprodução

Um vídeo gravado por moradores do bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal, registrou o momento em que um policial militar do Rio Grande do Norte em serviço tomou um celular das mãos de uma jovem que filmava uma ação policial e arremessou o aparelho no chão.

Testemunhas que presenciaram a cena relataram ao g1 e à Inter TV Cabugi que o caso aconteceu na segunda-feira (15), na Rua Mira Mangue. A PM estava no local após uma pessoa ter sido baleada, e moradores faziam um protesto.

O comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Alarico Azevedo, informou que tomou conhecimento das imagens e que o caso será apurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina da Polícia Militar.

A situação aconteceu no momento em que a jovem filmava a ação que acontecia no bairro com o celular. No vídeo gravado é possível ver que o policial chega por trás, derruba o celular e, em seguida, pega o aparelho e arremessa novamente no chão.

Após arremessar o aparelho, o policial vai rapidamente até a jovem, que pega o celular e não reage.

O portal g1 foi informado por testemunhas que o celular ficou com o visor completamente danificado.

Fonte: g1/ RN

Comitê da Câmara dos EUA divulga relatório que acusa Alexandre de Moraes de censura

Foto:  Divulgação/STF

O Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (EUA) divulgou, nesta quarta-feira (17/4), um relatório que aponta supostas decisões contra a liberdade de expressão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), envolvendo a rede social X, antigo Twitter, no Brasil.

A comissão tem maioria de parlamentares do Partido Republicano, oposição ao governo do presidente dos EUA, Joe Biden. O documento tem como título “O at4que à liberdade de expressão no exterior e o silêncio do governo Biden: o caso do Brasil”.

O relatório acusa os governos do Brasil e dos Estados Unidos de buscar silenciar críticos nas redes sociais. O texto é divulgado após uma série de críticas do bilionário Elon Musk, dono do X, contra as decisões de Moraes que determinam a suspensão de contas que divulgarem informações falsas, em especial contra o processo eleitoral brasileiro.

Na esfera brasileira, o comitê cita como opositores do governo afetados pelas medidas o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), os senadores Marcos do Val (Podemos-ES) e Alan Rick (União Brasil-AC), a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e a filha de Roberto Jefferson, Cristiane Brasil.

“Moraes censura demandas. Para esse fim, compreender as am3aças representadas pelos anti-liberdade de movimento governos fora do país, o Comitê emitiu um intimação para X Corp. para documentos e registros relacionados aos esforços recentes pelo Tribunal Superior Eleitoral e pelo Supremo Tribunal Federal no Brasil para obrigar X censurar meios de comunicação social no país”, destaca trecho do documento.

Metrópoles

Construção de muralha na Penitenciária Federal de Mossoró vai custar R$ 37 milhões

Foto: Depen/Divulgação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, anunciou, na terça-feira (17), que a construção de uma muralha na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, vai custar R$ 37 milhões aos cofres públicos.

Os recursos virão do Fundo Penitenciário Nacional. Uma resposta à fuga de dois presos do local, em 14 de fevereiro, a obra tem previsão de entrega para 2025. Dos cinco presídios federais, apenas o de Brasília, inaugurado em 2022, tem muralha.

Além do muro, o ministro informou que medidas como instalação de mais câmeras e luminárias, e o reforço das celas foram tomadas para o aumento da segurança do local.

Band News

Gari inspira e se emociona ao falar do filho estudante de medicina: “Pobre também pode estudar”

Foto: Reprodução

Em um vídeo que circula nas redes sociais, um gari identificado como Seu Isac foi entrevistado por um fotógrafo nas ruas de Curitiba.

Quando perguntado sobre que conselho ele daria aos mais novos, ele respondeu: “Um conselho que eu podia dar é a pessoa estudar, né? Não é só rico que estuda não, pobre também pode estudar”.

Após o conselho, Seu Isac revela que seu filho é estudante de medicina em uma universidade federal: “Meu piá faz medicina na federal. Tô com a camiseta dele aqui”. O gari então levanta seu uniforme, revelando uma camiseta de medicina da Universidade do Paraná (UFPR) e diz com orgulho: “Já tá no terceiro ano”.

Nos comentários do vídeo, o próprio filho de Seu Isac se manifestou, destacando o orgulho que também sente pelo pai:

“Seu Isac é o meu pai, meu maior orgulho e tesouro são os meus pais, sou eternamente grato por todo amor e por todo apoio” declarou o filho.

Metrópoles

Hospital Walfredo Gurgel suspende alimentação para acompanhantes de pacientes e funcionários por redução de insumos

Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

 Acompanhantes de pacientes e funcionários do Hospital Geral Walfredo Gurgel – maior hospital da rede pública do Rio Grande do Norte – estão sem a alimentação normalmente fornecida pela unidade desde o início da manhã desta quarta-feira (17).

Segundo a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, o motivo da suspensão da alimentação foi a diminuição no fornecimento dos insumos.

Ainda de acordo com a gestão estadual, alimentação dos pacientes segue garantida e a previsão é de que a situação seja normalizada até a quinta-feira (18).

Acompanhantes de pacientes disseram que foram informados do problema ainda na terça-feira (16). A massoterapeuta Sandra Regina acompanha o marido internado há cinco dias na unidade, por causa de uma hemorragia.

“Nós fomos avisados ontem que os acompanhantes e os funcionários não iam ter alimentação, só que tem pessoas que não têm condições e passam dia e noite cuidando seus enfermos e não têm condição de ter alimentação, de comprar seu alimento, então depende da alimentação do hospital”, afirmou.

Ainda de acordo com ela, a última refeição dos acompanhantes foi às 22h da terça-feira (16).

“Mas hoje não teve de manhã, nem vai ter almoço. Há uma indignação no hospital. O pessoal vai comer fora, se virar como pode. E quem não tem? Vai passar o dia de fome?”, questionou.

Segundo o Sindisaúde, sindicato que representa os servidores, a falta de insumos teria sido causada pela falta de pagamento ao fornecedores. Com informações do g1/RN.

Foto: Reprodução

“Cadeia é coisa do teu pai”, diz Moro a filho de Dirceu

Foto: Luila Marques/Agência Brasil

Sergio Moro perdeu a paciência com o deputado Zeca Dirceu, do PT do Paraná, na manhã desta quarta-feira (17/4), no X (antigo Twitter).

O filho de José Dirceu postou reportagem sobre processo que corre no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre ações praticadas por juízes, desembargadores e procuradores que atuaram na Lava-Jato.

Postou o deputado:

“Cassação ou cadeia? Ou melhor, ambas as coisas! Agora, Moro terá que explicar o inexplicável e o fará também na esfera criminal. Justiça seja feita!”.

Em seguida, respondeu Moro:

“Cadeia é coisa do teu pai”.

Sergio Moro, quando juiz da Lava-Jato, condenou José Dirceu a 23 anos de prisão, em 2016. No ano seguinte, impôs ao ex-ministro o uso de tornozeleira eletrônica.

Metrópoles

Veja como votou cada senador do RN na PEC das drogas

Foto: reprodução/Senado

O Senado aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que proíbe a posse e o porte de todas as drogas, inclusive a maconha, em qualquer quantidade. A proposta foi votada em dois turnos nesta terça-feira (16) e dos três senadores do Rio Grande do Norte, dois foram a favor e houve uma abstenção, no segundo turno.

O projeto foi apresentado pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, o texto reforça o que já está previsto na Lei de Drogas (Lei 11.343, de 2006), que determina penas para o porte e a posse de drogas para consumo pessoal.

No primeiro turno, foram 53 votos a favor e 9 contra o texto. Já no segundo, foram 52 a 9. Dos senadores do RN, Styvenson Valentim (Podemos) e Rogério Marinho (PL) votaram a favor da PEC, nos dois turnos. Já a senadora Zenaide Maia (PSD) votou sim no 1º turno e não compareceu no 2º turno.

A proposta segue para a Câmara dos Deputados.

Tribuna do Norte

Advogada de mulher que estava com morto em banco diz que idoso morreu na agência: ‘Paulo chegou vivo’

Foto: Reprodução

A defesa da mulher que estava com um morto em um banco em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, contesta a versão da polícia e afirma que o idoso chegou vivo à agência. O caso foi mostrado nesta terça-feira (16) pelo g1 e viralizou (veja acima).

Erika de Souza Vieira Nunes foi presa em flagrante por tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver. Ela disse ser sobrinha e cuidadora de Paulo Roberto Braga, de 68 anos, e tentou sacar R$ 17 mil na agência bancária. Para tanto, Paulo devia assinar um documento — mas, segundo o Samu, o idoso estava morto no guichê.

“Os fatos não aconteceram como foram narrados. O senhor Paulo chegou à unidade bancária vivo. Existem testemunhas que, no momento oportuno, também serão ouvidas. Ele começou a passar mal, e depois teve todos esses trâmites. Tudo isso vai ser esclarecido e acreditamos na inocência da senhora Erika”, declarou a advogada Ana Carla de Souza Correa.

O delegado Fábio Luiz afirmou que Paulo já estava sem vida quando Erika o levou à agência. “As pessoas do banco acharam que ele estivesse doente, passando mal, e chamaram o Samu. O médico do Samu, ao chegar no local, constatou que ele estava em óbito. E, aparentemente, há algumas horas. Ou seja, ele já chegou morto ao banco”, destacou.

Os bancários passaram a gravar o atendimento quando desconfiaram do estado de Paulo e chamaram a polícia. Nas imagens, o idoso está em uma cadeira de rodas, e Erika tenta a todo momento manter a cabeça dele firme. A mulher chega a levar o braço direito do idoso à mesa, a fim de assinar o documento.

Erika ainda fala com o cadáver:

“Tio, tá ouvindo? O senhor precisa assinar. Se o senhor não assinar, não tem como.”

“Eu não posso assinar pelo senhor, o que eu posso fazer eu faço.”

“O senhor seguro a cadeira forte para caramba aí… Ele não segurou a porta ali agora?”

“Assina para não me dar mais dor de cabeça, eu não aguento mais.”

“Tio, você tá sentindo alguma coisa? Ele não diz nada, ele é assim mesmo.”

“Se você não ficar bem, eu vou te levar para o hospital. Quer ir para o UPA de novo?”

O delegado acrescentou que as investigações prosseguem. “Ela se diz sobrinha dele. De fato, tem um grau de parentesco, segundo nossas pesquisas. E ela se diz cuidadora dele. Queremos identificar demais familiares”, falou.

g1/Globo

 

Após fortes emoções mãe de Davi passa mal

Foto: Reprodução

A emoção foi forte para dona Elisângela Brito, mãe do campeão do BBB 24, Davi Brito, após o anúncio do grande vencedor do Big Brother Brasil. A autônoma desmaiou em cima do trio elétrico que estava estacionado na Arena Pronaica, em Cajazeiras, na madrugada desta quarta (17/4), para a festa de campeão do motorista de aplicativo.

Elisângela, que desmaiou ao ouvir o nome de Davi sendo anunciado por Tadeu, foi amparada por populares. Apesar do susto, ela seguiu no local e se recuperou bem e chegou a dar entrevistas após o desmaio.

A ausência da mãe de Davi no Rio de Janeiro chamou a atenção do público. Em entrevista ao Bahia Notícias, Elisângela destacou que fez questão de permanecer no bairro onde Davi foi criado para vibrar junto à população.

Metrópoles

Após 21 anos, professores da UFRN vão fazer greve por tempo indeterminado; no Governo Bolsonaro não houve greve

Foto: Divulgação

Os professores da UFRN entrarão em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (22). A UFRN se junta a mais de 20 universidades em todo o País, que decidiram paralisar as atividades nesta semana.

As greves indicam forte impasse entre a categoria dos professores universitários e o Governo Lula. Professores e servidores federais da educação exigem reajuste salarial, o que não vem sendo atendido pelo governo petista. Na UFRN, trata-se da primeira paralisação de professores por tempo indeterminado desde 2003, segundo informações do Adurn-Sindicato.

A categoria chegou a fazer uma paralisação de uma semana, em 2016, ainda no Governo Temer. Não houve greves no Governo Bolsonaro, apenas paralisações que duraram um único dia.

A decisão veio após um plebiscito, onde 1.820 dos 2.396 docentes aptos a votar participaram. A consulta registrou 62,52% de votos favoráveis e 34,06% de votos contrários à deflagração da greve, com 3,40% de abstenções.

O resultado foi formalizado em ata pela comissão responsável pelo plebiscito, na terça-feira (16). Em outras palavras, a proposta de greve venceu com folga aqueles que preferiram manter as atividades docentes. A métrica se repete em várias outras universidades e institutos federais do Brasil, onde a adesão às greves vem crescendo.

Tribuna do Norte

Mulher é presa após levar cadáver para sacar empréstimo de R$ 17 mil em banco no Rio; veja

Foto: Reprodução

Uma mulher, cujo nome não foi revelado, foi presa em flagrante após levar o cadáver de um idoso em uma cadeira de rodas a uma agência bancária e tentar sacar um empréstimo de R$ 17 mil no nome dele. O caso aconteceu nesta terça-feira, 16, em Bangu, na zona oeste do Rio.

Os funcionários do banco estranharam a atitude da mulher, que disse ser sobrinha do idoso, e resolveram acionar a polícia. Em um vídeo, feito pelos atendentes, ela aparece tentando manter a cabeça do morto de pé e conversando com ele (veja acima).

“Tio, tá ouvindo? O senhor precisa assinar. Se o senhor não assinar, não tem como. Eu não posso assinar pelo senhor, o que eu posso fazer eu faço”, diz tentando manter a mão do idoso, que está mole, em cima da mesa.

Ainda nas imagens, ela afirma que ele precisa assinar o documento. “O senhor segura a cadeira forte para caramba aí. Ele não segurou a porta ali agora?”, perguntou às funcionárias, que afirmam não terem visto.

“Assina para não me dar mais dor de cabeça, eu não aguento mais”, fala a mulher.

Em seguida, uma das funcionárias tenta conversar, questiona a aparência do idoso e diz que “ele não está bem”. Porém, a mulher responde que ele é “assim mesmo”.

“Ele não diz nada, ele é assim mesmo. Tio, você quer ir para o UPA de novo?”, questiona, mas o idoso, claro, não responde.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito. À TV Globo, o serviço afirmou que ele já estava morto havia algumas horas.

Ao Terra, a Polícia Civil confirmou o caso e afirmou que a mulher foi autuada em flagrante por tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio a cadáver. As autoridades apuram se ela realmente era parente dele. O corpo do idoso será examinado no Instituto Médico Legal (IML), para descobrir a causa da morte.

Terra

Campeão do ‘BBB 24’, Davi revela a primeira coisa que vai fazer com o prêmio de 3 milhões

Foto: Reprodução, TV Globo / Purepeople

Após vencer o ‘BBB 24’, Davi  foi conversar com Thais Fersoza e Ed Gama nesta madrugada (17) no ‘Bate-Papo BBB’. O baiano contou qual foi sua estratégia para se tornar o campeão e o que fará com o prêmio milionário – o maior da história do ‘Big Brother Brasil’.

Davi  foi  questionado sobre a primeira coisa que pretende fazer com o prêmio de quase R$ 3 milhões. O campeão não pensou duas vezes e citou o lugar em que sua mãe mora.

“Primeira coisa que vou fazer com o dinheiro é dar uma casa pra minha mãe. Pq onde ela mora no fundo tem um barranco e quando chove a terra desce no fundo do quintal.”

Thais também questionou o baiano se ele havia pensado em alguma estratégia de jogo específica para chegar até a final. “Estratégia? Ser eu! Não tem cartilha para jogar o BBB. O BBB só ganha quem é você mesmo”, rebateu ele, mais que depressa.

“E como você fez para não perder o foco? Você mantinha teu foco o tempo todo. Você falava ‘eu sou jogador, isso é um jogo’, mesmo com tudo isso acontecendo em sua volta”, perguntou a apresentadora. “Com a fé em Deus. A fé em Deus não morria nunca dentro de mim. Mesmo com tudo difícil, eu fui lutar para o sonho que tenho desde pequeno, de ser um médico cirurgião. […] Lutei até o final e o Brasil me deu essa rica oportunidade”, respondeu o jovem.

Terra

Davi é campeão do BBB 24 com 60% dos votos e leva maior prêmio da história

Foto: Reprodução / Globo

Enfim, campeão! Davi Brito venceu o Big Brother Brasil 24, na noite dessa terça-feira (16/4), com 60,52% dos votos. Assim, ele se torna o homem mais jovem a vencer o reality, com 21 anos.

O baiano foi o favorito do público na grande Final, e levou para casa o maior prêmio da história do reality de R$2,92 milhões, além de um carro de R$ 303.000 (Chevrolet Trailblazer, S10 High Country 2025). Segundo Tadeu Schmidt, o vencedor também vai ganhar um documentário do Globoplay sobre a vida dele.

No pódio, o vice-campeão foi o gaúcho Matteus Amaral, com 24,25% dos votos, que levou o prêmio de R$150 mil. Em terceiro lugar, com 14,98% dos votos, Isabelle Nogueira garantiu R$ 50 mil.

CNN Brasil

Topo