UNIDADES DE SAÚDE REGISTRAM FILAS NO PRIMEIRO DIA DE CADASTRO PARA XEPA DA VACINA EM NATAL

Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Natal registraram filas nesta quinta-feira (22), no primeiro dia de cadastro para a xepa da vacina contra a Covid.  A lei que regulamente o uso das sobras das vacinas foi sancionada na terça-feira (20) pela prefeitura. O cadastro dos interessados precisa ser feito presencialmente nas unidades de saúde.

Unidades de saúde como a São João, no bairro Tirol, na Zona Leste, e a Nova Descoberta, na Zona Sul, registraram intensa procura na tarde desta quinta. Por outro lado, a USF de Nazaré sequer começou a cadastrar.

De acordo com a direção da unidade, a Secretaria Municipal de Saúde não enviou o memorando necessário para o início do cadastro. Pessoas a partir de 18 anos que morem perto de uma das 35 Unidades Básicas de Saúde que vacinam contra a Covid-19 ou no entorno de um dos quatro drives podem se cadastrar para receber sobras dos imunizantes.

O objetivo é evitar a perda de vacinas, já que, depois que o frasco é aberto, os imunizantes têm poucas horas de validade.

Como se cadastrar

O cadastro deve ser feito presencialmente a partir de quinta-feira (22) em qualquer um dos pontos de vacinação. É preciso apresentar documento pessoal com foto e comprovante de endereço.

Caso haja sobra de vacina, a Unidade Básica de Saúde fará contato telefônico pedindo o comparecimento da pessoa em até 20 minutos para receber o imunizante.

As salas de vacinação das 35 UBS funcionam até às 15h. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, quando houver sobra de imunizante, a UBS vacinará até 15h30. Os drives funcionam até às 16h e, se houver doses disponíveis, funcionarão até às 16h30.

O secretário de Saúde de Natal, George Antunes, afirmou que na capital praticamente não existe perda de doses. “O frasco do imunizante da Oxford, após aberto, pode ser armazenado por até 48 horas. Já os imunizantes da Pfizer e Coronavac têm apenas seis horas de uso após aberto”, disse. Com informações do G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo