ZENAIDE MAIA CRITICA REFORMA DA PREVIDÊNCIA NA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

A senadora Zenaide Maia disse nesta segunda-feira (15), durante um debate promovido pela Comissão de Direitos Humanos com lideranças militares, ser contra a Reforma da Previdência, da forma como está sendo proposta pelo Governo Federal.

A parlamentar considera um absurdo que o governo pretenda pagar a dívida pública imensa, que está aí, tirando dinheiro dos trabalhadores e ferindo direitos adquiridos, inclusive dos militares e policias brasileiros.

Para ela, “O que deveríamos estar discutindo é um plano econômico e uma reforma tributária, meios eficazes de tirar o país do atoleiro em que se encontra. Antes de empobrecer ainda mais o povo brasileiro é preciso ousar, criar condições para gerar emprego e renda e tirar da linha da miséria e do desemprego milhões de brasileiros”, disse.

Zenaide lembrou que a reforma da previdência não se justifica, sacrificando os aposentados e pensionistas, enquanto o governo nem fala em cobrar os quase 500 bilhões de reais de dívidas e sonegações das grandes empresas. E cita outras situações inexplicáveis da gestão pública com o dinheiro do povo. “Lembro que editou ainda a MP 795 de 1 Trilhão, anistiando todos os impostos das petrolíferas estrangeiras durante 25 anos, tirando da Saúde, Educação e Segurança Publica dos estados e municípios brasileiros, sem consultar prefeitos e governadores. É por isso que não podemos aceitar esta reforma da previdenciária que está aí”, sentenciou a senadora.

 

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PRESIDENTE DO ICMBIO É EXONERADO APÓS TRÊS MESES NO CARGO

Foto: Antonio Augusto

O presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Eberhard, foi exonerado nesta terça-feira, 16, após três meses no cargo. Como noticiou o Radar, Eberhard pediu demissão depois de o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ter anunciado a abertura de um processo disciplinar contra servidores do ICMBio que estavam ausentes a um encontro com ruralistas no final de semana.

Em carta ao ministro, o agora ex-presidente do ICMBio alega “motivos pessoais” para deixar o cargo, No sábado, Salles afirmou que a ausência de servidores do instituto era um “desrespeito à figura do ministro, do presidente do ICMBio e do povo gaúcho” que justificaria uma apuração interna.

Salles e Eberhard visitavam a região do Parque Nacional Lagoa do Peixe. Após ouvir queixas de pescadores e produtores locais sobre o ICMBio, o ministro pediu para que os funcionários do órgão se juntassem a ele na mesa.

“Não tem nenhum funcionário?”, perguntou na sequência. “Vocês vejam a diferença de atitude: está aqui o presidente do ICMBio que, embora seja um ambientalista histórico, uma pessoa respeitada no setor, veio aqui ouvir a opinião de todos vocês. E na presença do ministro do Meio Ambiente e do presidente do ICMBio, não há nenhum funcionário aqui.”

A exoneração pode acelerar a proposta de Salles de fundir o ICMBio ao Ibama, que cuida do licenciamento ambiental e do controle do desmatamento, entre outras ações. Questionado, o ministro não negou a intenção, mas não citou datas. “Por enquanto, ainda não faremos isso”, disse.

A mudança depende de projeto de lei. À reportagem da Veja, Salles afirmou que agradecia ao “grande trabalho que o Adalberto fez à frente do ICMBio num momento muito difícil e de reestruturação” e admitiu que ainda não tem um nome substituto.

Foto:Veja.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

URBANA É CONDENADA A PAGAR R$ 560 MIL A EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS

Foto: AG Sued/ Reprodução

O juiz Marco Antônio Mendes Ribeiro, condenou a Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana, ao pagamento de uma dívida no valor de R$ 560.001,78, em favor da empresa Molok Serviços Ambientais Ltda., que prestou serviços de esvaziamento de contêineres semienterrados à empresa pública e não recebeu pagamento para tanto. O valor será acrescido de juros legais.

A empresa Molok Serviços Ambientais Ltda. ajuizou ação de cobrança contra a Urbana – Companhia de Serviços Urbanos de Natal alegando que firmou contrato público de prestação de serviços especializados de implantação, fornecimento, manutenção e operação de esvaziamento de contêineres semienterrados, tipo Molok, com a Urbana.

Alegou ainda que, após a contratação, executou integralmente os serviços elencados no contrato, e que o último aditivo se deu em 5 de novembro de de 2012, quando recebeu carta endereçada a mesma, visando a encerrar os serviços em 13 de agosto de 2013. No entanto, houve pagamentos que ficaram em aberto, sem que a Urbana providenciasse até hoje a sua efetivação.

A Molok afirmou nos autos processuais que não teve alternativa senão a propositura de uma ação judicial no intento de reaver o numerário empatado, e por esta razão, achou por bem mover ação na justiça em favor do seu direito.

A Urbana – Companhia de Serviços Urbanos de Natal alegou que o último aditivo ao contrato celebrado entre as partes ocorreu na data mencionada acima, o qual teria sua vigência até a data de 4 de março de 2013, e que poderia ser prorrogado por uma última vez até a data de 04 de agosto de 2013, caso a empresa apresentasse os documentos necessários a formalização do ato, o que não ocorreu.

Julgamento

Ao analisar os autos, o magistrado verificou que a empresa conseguiu comprovar o fato constitutivo do seu direito no momento em que juntou aos autos as peças/faturas referentes a prestação do serviço com sua devida pesagem e as Notas Fiscais com o valor correspondente aos das faturas das quais deram origem à dívida cobrada nos autos.

O juiz disse que o simples fato da Urbana ter impugnado a contratação dos serviços, não pode ser levado em conta por ele. Isto porque o contrato não foi objeto de um incidente de falsidade e também, em virtude das notas fiscais apresentarem requisitos necessários a demonstrar a existência dos débitos.

Explicou que, pelo que se depreende dos autos e pelas provas anexadas, ficou incontroverso que houve a prestação do serviço por parte da empresa Molok, sem a devida contraprestação por parte da Urbana. Para ele, a empresa pública não se desincumbiu do ônus processual de comprovar estar em dia com suas obrigações.

“Nesse sentido, existe o direito do autor de cobrar o adimplemento do convencionado, posto que nos pactos marcados pela autonomia da vontade a regra é a obrigatoriedade contratual”, comentou. Segundo o magistrado, o julgamento de improcedência da ação representaria um enriquecimento ilícito por parte da Urbana, haja vista a contratação e realização de serviço que beneficiou toda a coletividade, sem que tenha havido a correspondente contraprestação financeira.

“Portanto, o cotejo fático e jurídico em tela não suscita dúvidas quanto ao dever de pagamento por parte do réu devedor, conforme pactuado, valor este no montante de R$ 560.001,78 (quinhentos e sessenta mil, um real e setenta e oito centavos)”, decidiu.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 1,1 MILHÃO DE CONTAS DE TRÊS MUNICÍPIOS PARA PAGAR PRECATÓRIOS

O Tribunal de Justiça, através da Divisão de Precatórios, determinou o bloqueio de contas de três municípios potiguares para o pagamento de credores, em virtude de inadimplemento de suas obrigações quanto às transferências que devem efetivar para a realização dos pagamentos a serem feitos pelo Poder Judiciário.

Assim, os entes municipais que tiveram quantias bloqueadas em suas contas relativas ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foram: Ceará-Mirim, com o valor de R$ 190.257,18; Guamaré teve sequestrado o valor de R$ 886.738,89 e; Grossos, que teve como montante a quantia de R$ 76.869,48. No total, os bloqueios perfazem R$ 1.153.865,55.

De acordo com a Divisão de Precatórios do TJRN, o Município de Ceará-Mirim, que é do Regime Especial, estava em atraso com os repasses relativos aos meses de janeiro a março deste ano. Diante do inadimplemento, o juiz responsável pelo setor, Bruno Lacerda, estipulou o prazo de dez dias para regularizar a situação ou apresentar um plano de pagamento. Como o inadimplemento não foi suprido, foi determinado o sequestro do valor.

Já o município de Guamaré, optante do Regime Geral e encontrando-se inadimplente, teve requerimento de pagamento feito pelo credor do Precatório nº 628/2017, vencido em 31 de dezembro de 2018. Assim, foi instaurado requerimento de sequestro do valor. A justiça concedeu prazo de 30 dias para que o ente público pagasse o débito, mas este deixou transcorrer o prazo.

Nesse caso de Guamaré, o requerimento foi feito pelo segundo credor da ordem cronológica e, por isso, tanto ele quando o primeiro da lista receberão seus créditos. Com isso, o saldo da conta do município será abatido dos valores pagos a esses dois credores.

Por fim, no Município de Grossos, que também é optante pelo Regime Especial, a inadimplência vem desde dezembro de 2018 (um pequeno resíduo), adentrando os meses de janeiro a março de 2019 de atraso. Com isso, em janeiro passado, o juiz Bruno Lacerda ordenou o bloqueio, via Secretaria do Tesouro Nacional. Entretanto, tal medida não obteve êxito, o que fez com que o magistrado reiterasse a ordem, desta vez via Bacen-Jud.

A Divisão de Precatório lembra que o Município assinou Termo de Anuência obrigando-se a fazer os depósitos todo dia 30 de cada mês. Inclusive, é ciente da advertência de, em caso de atraso, existir a possibilidade de bloqueios de valores para o pagamento dos precatórios, que ocorrem, preferencialmente, no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Apenas em caso de insucesso, os bloqueios ocorrem em outras contas.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CRIMINOSOS FAZEM ARRASTÃO EM RESIDÊNCIA, ROUBAM CARRO E BATEM EM POSTE APÓS PERSEGUIÇÃO POLICIAL

Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi

Criminosos invadiram a casa de um idoso de 65 anos, renderam a família dele e fizeram um arrastão, na noite desta segunda-feira (15), em Capim Macio, na Zona Sul de Natal. Os assaltantes deixaram o imóvel na caminhonete da vítima e acabaram batendo o veículo em um poste e um muro, após perseguição da Polícia Militar. Um foi preso e outros dois fugiram.

O acidente aconteceu já na avenida Leão Veloso, conhecida como Avenida 5, no bairro Alecrim, Zona Leste da capital. A perseguição policial durou cerca de 10 minutos, porém, quando entrou na via, o carro bateu em um poste, derrubou um muro e ainda capotou.

De acordo com a polícia, os dois suspeitos que fugiram são um homem e uma mulher. O outro ficou preso às ferragens do carro e teve que ser socorrido ao Hospital Walfredo Gurgel. Um revólver foi apreendido com ele.

O Corpo de Bombeiros isolou o local para impedir um incêndio, já que o combustível da caminhonete estava sendo derramado no asfalto. Funcionários da Companhia de Energia do Rio Grande do Norte (Cosern) também foram acionados para restabelecer o abastecimento de energia.

Vítima dos criminosos, o idoso relatou que estava deitado no quarto, quando os homens abriram a porta e o renderam. “Juntaram todo mundo em um quarto e começaram a pegar as coisas”, lembra.

A polícia fez buscas pelos suspeitos que fugiram, mas eles não foram encontrados.

Fonte: G1-RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

FERIADÃO ALTERA FUNCIONAMENTO DOS TRENS URBANOS EM NATAL E REGIÃO METROPOLITANA

Foto: George Antony/ Divulgação

A CBTU informa à população que durante o feriadão da Semana Santa (18 a 21/04) os trens urbanos terão seu funcionamento alterado.

Confira os detalhes sobre o funcionamento do sistema durante o feriado:

18/04 – Quinta – O sistema irá operar normalmente a partir das 05h20min na Linha Norte, no percurso Ceará-Mirim/Natal e das 05h40min na Linha Sul, no percurso Parnamirim/Natal;

19/04 – Sexta – Não haverá circulação de trens;

20/04 – Sábado – Haverá trens para as linhas Norte (Natal/Ceará-Mirim) e Sul (Natal/Parnamirim). O primeiro trem sai de Ceará-Mirim com destino a Natal às 05h20min e o último sai de Natal com destino a Ceará-Mirim às 15h26min. Já na Linha Sul, o primeiro trem sai de Parnamirim com destino a Natal às 05h40min e o último de Natal com destino a Parnamirim às 14h.

21/04 – Domingo – Não haverá circulação de trens;

22/04 – Segunda – Os trens voltam a circular normalmente.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PF CUMPRE MANDADOS EM INQUÉRITO QUE INVESTIGA OFENSAS A MINISTROS DO STF

A Polícia Federal cumpre 8 mandados de busca e apreensão em três estados do Brasil –entre eles São Paulo– para aprofundar investigações de suspeitas de injúria e difamação contra ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) na manhã desta terça-feira (16).

Os alvos da operação ainda não foram divulgados. A operação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito aberto em março para apurar ofensas à honra de magistrados do Supremo.

Em 14 de março, o presidente do STF, Dias Toffoli, anunciou a abertura de inquérito criminal para apurar “notícias fraudulentas” que ofendem os ministros da Corte. Uma semana depois, em 21 de março, a equipe que investiga os ataques confiscou computadores e aparelhos usados para reproduzir notícias falsas.

Apesar de os alvos da operação não terem sido divulgados, o general do Exército Paulo Chagas disse em sua conta do Instagram que a PF esteve em sua casa. “Caros amigos, acabo de ser honrado com a visita da Polícia Federal em minha residência, com mandato de busca e apreensão expedido por ninguém menos do que ministro Alexandre de Moraes. Quanta honra!  Lamentei estar fora de Brasília e não poder recebe-los pessoalmente”, disse.

A Corte tem sido alvo de protestos. Em 7 de abril, cerca de 400 manifestantes que são favoráveis ao presidente Bolsonaro estiveram na frente do Congresso Nacional, em Brasília, para protestar contra o Supremo.

Fonte: Poder 360

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ENTIDADES REPUDIAM CENSURA À IMPRENSA DECRETADA PELO STF

As entidades que representam a imprensa e outras instituições da sociedade civil protestaram nesta segunda-feira, 15, contra uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, que atendeu a um pedido de Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), de censurar uma reportagem do sites da revista digital Crusoé e O Antagonista.

Em nota conjunta, a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) disseram que a medida judicial representa censura e não se coaduna com a democracia vigente no país. “A decisão configura claramente censura, vedada pela Constituição, cujos princípios cabem ser resguardados exatamente pelo STF”, afirmam.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) disse que “causa alarme o fato de o STF adotar essa medida (…) justamente em um caso que se refere ao presidente do tribunal”. “O precedente que se abre com essa medida é uma ameaça grave à liberdade de expressão, princípio constitucional que o STF afirma defender”, escreveu.

Já a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) afirmou que, “como guardião da Constituição, não pode o Supremo advogar em causa própria, criando casuísmos jurídicos que violam princípios e direitos que deveriam ser por ele protegidos”. “A ABI espera que o Supremo reveja essa decisão teratológica e restabeleça, com a urgência que o caso requer, o direito à informação e à liberdade de imprensa como determina a lei.”

Entidades que não são diretamente ligadas à imprensa também se manifestaram contra a atitude de Moraes. “A decisão abre um precedente grave e perigoso, ameaçando jornalistas que ousarem produzir reportagem envolvendo membros da Corte de serem alvos de semelhante tratamento: censura e perseguição inquisitorial, ambas há muito abolidas pelo sistema de direito brasileiro”, disse a Transparência Internacional.

José Robalinho Cavalcanti, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), segundo registra o site O Antagonista, também criticou a decisão. “Como ficam o cidadão e a liberdade de imprensa se o próprio juiz, ademais da Suprema Corte, ao que tudo indica com provocação de outro juiz, e mais nada, decide os rumos de uma investigação e dá ordens de retiradas de conteúdo e de oitiva de jornalistas?”, disse.

O jornalista americano Glenn Greenwald classificou o caso de precedente “extremamente perigoso”. “Esta censura de O Antagonista e da revista Crusoé é um grande abuso de poder judicial, extremamente perigoso, e deve ser denunciado por todos os jornalistas e aqueles que acreditam em uma imprensa livre”, escreveu no Twitter.

Políticos

O caso repercutiu entre lideranças e partidos políticos. A Rede Sustentabilidade decidiu questionar a decisão no próprio STF e pedir uma liminar para suspender os efeitos da medida. “O despacho que determinou a retirada de conteúdo jornalístico nos autos do inquérito constitui inegável ato de censura, violando a Constituição Federal”, afirma o partido no pedido.

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), que é advogada e professora de direito na Universidade de São Paulo (USP), também lembrou que a legislação prevê outras medidas que não sejam a censura. “A reportagem poderia ser contestada e criticada, até duramente, mas tirar a matéria do ar, sob pena de multa diária de 100.000 reais? O que está acontecendo com o nosso país?”, afirmou.

O deputado federal Daniel Coelho, líder do Cidadania, chamou a decisão de “ataque frontal contra a liberdade de expressão”. “A liberdade de imprensa é um pilar da democracia e tem que ser respeitada em todos os casos, sem exceção”, disse.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), autor do requerimento para instaurar a CPI da Lava Toga – com o objetivo de investigar o Judiciário –, classificou a decisão de Moraes de “absurda”. “É profundamente lamentável que justamente aqueles que deveriam ser os guardiões máximos da Constituição Federal usem do abuso de poder para inibir investigações e manter o status de impunidade”, disse.

O caso

Toffoli pediu que os sites da revista Crusoé e O Antagonista retirassem do ar uma reportagem na qual divulgam uma informação quase banal. Segundo a reportagem, Marcelo Odebrecht enviou à Lava Jato esclarecimentos sobre o conteúdo de alguns e-mails seus que faziam referências a negócios lícitos e ilícitos. Em uma mensagem, de julho de 2007, Marcelo Odebrecht se dirige a dois executivos da empresa e diz o seguinte: “Afinal, vocês fecharam com o amigo do amigo do meu pai?”. O “amigo do amigo do meu pai” vem a ser uma referência velada ao ministro Dias Toffoli.

No e-mail, porém, não há nenhum dado comprometedor, nenhuma citação a pagamentos, propinas ou coisa que o valha. Mesmo assim, Toffoli pediu a seu colega Alexandre de Moraes que tomasse providências sobre o que chamou de fake news, pois a Procuradoria-Geral da República disse que não recebeu nem da força-tarefa da Lava Jato no Paraná nem do delegado que preside o inquérito 1.365/2015 qualquer informação que teria sido entregue pelo colaborador Marcelo Odebrecht em que afirma que a descrição “amigo do amigo de meu pai” refere-se ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli.

Os responsáveis pelo site e pela revista digital Crusoé mantiveram a informação de que há um documento no acordo de delação com a citação ao ministro. O Jornal Nacional, da Rede Globo, também informou ter tido acesso ao documento e que ele realmente consta do processo de delação de Marcelo Odebrecht.

Desde março deste ano, Alexandre de Moraes foi indicado por Toffoli para apurar fake news contra ministros do STF. Toffoli pretende com isso – segundo a justificativa dele mesmo para a abertura do inquérito – combater a suposta “existência de notícias fraudulentas, denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animus caluniandi, diffamandi ou injuriandi, que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares, extrapolando a liberdade de expressão”.

Com essa censura, Toffoli e Moraes, que queriam tanto defender o STF, conseguiram colocá-lo numa posição ainda mais frágil, empurrando a Corte Suprema para uma decisão altamente polêmica, que, de acordo com a quase unanimidade dos advogados especializados no assunto, viola o princípio constitucional da liberdade de imprensa. Atitudes assim só jogam mais lenha na fogueira da CPI da Lava Toga.

Fonte: Veja.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

JUSTIÇA BLOQUEIA BENS DE ALCKMIN EM AÇÃO SOBRE REPASSES DA ODEBRECHT

Foto: Evaristo Sá/AFP

A Justiça de São Paulo determinou, nesta segunda-feira, 15, o bloqueio de bens do ex-governador de São Paulo e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin. A decisão, do juiz do Alberto Alonso Muñoz, da 13ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, atendeu a um pedido do Ministério Público de São Paulo. Cabe recurso contra a decisão.

O processo refere-se à ação que investiga se o governador cometeu improbidade administrativa em virtude de repasses da Odebrecht para a campanha de 2014, quando o tucano foi reeleito governador de São Paulo. O montante seria de 7,8 milhões de reais.

O magistrado também bloqueou bens de Marcos Antônio Monteiro, Luiz Bueno Júnior, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Fernando Migliaccio da Silva e Hilberto Mascarenhas Alves da Silva, servidores e executivos da empreiteira. No total, foram bloqueados 39,7 milhões dos investigados.

Além disso, o magistrado determinou o bloqueio de todas as contas-correntes e aplicações financeiras em nome dos investigados e a indisponibilidade de todos os veículos licenciados em nome dos réus.

Segundo o Ministério Público, a Odebrecht teria “escolhido, entre 2013 e 2014, candidatos a governador e deputados estaduais que correspondessem a suas pretensões de ser beneficiada em licitações, contratos de obras públicas e parcerias público-privadas, através de contribuições clandestinas às respectivas campanhas políticas.”

À Justiça, Alckmin manifestou-se contra o bloqueio de bens, alegando ausência de “fortes indícios” de responsabilidade na prática de ato de improbidade administrativa.

Fonte: Veja.com

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MPRN E PM DEFLAGRAM OPERAÇÃO PARA COMBATER CRIMINALIDADE EM PAU DOS FERROS

Foto: Reprodução

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Militar, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi deflagrada na manhã desta terça-feira (16). A operação Dessulfuração tem por objetivo combater a criminalidade no município de Pau dos Ferros.

A operação cumpriu 15 mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos comerciais na região. Três pessoas foram presas em flagrante por posse de arma de fogo, dinheiro fracionado, além de munições e diversos itens relacionados ao tráfico de drogas, lâminas para corte de entorpecentes e material para embalagem.

As investigações do MPRN concluíram que os locais serviam para armazenar entorpecentes e armas utilizados na atividade criminosa. O nome da operação é uma referência ao processo químico de eliminação de resíduos tóxicos da liga de ferro, em alusão ao necessário combate à criminalidade na região de Pau dos Ferros.

A ação resulta de uma investigação das Promotorias de Justiça Criminais de Pau dos Ferros, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRN). As investigações prosseguirão para fins de individualização das condutas.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

AMEAÇA DE BOMBA LEVA POLÍCIA A ESVAZIAR EDIFÍCIO EM MADRI

Foto: Juan Medina

Uma ameaça de bomba em um dos maiores edifícios espanhóis, em Madri, levou a polícia a retirar as pessoas que estavam no local. Trata-se da Torrespacio, que tem 235 metros de altura e 57 andares. É o quarto edifício mais alto da Espanha e o 24º mais alto da Europa.

No prédio ficam algumas representações diplomáticas, como a do Reino Unido, do Canadá, e da Austrália, onde teria sido dado o alerta de ameaça de bomba às 2h15 locais (menos uma hora de Portugal).

No Twitter, a polícia confirmou a evacuação do edifício por motivo de segurança. As autoridades pediram ainda às pessoas para evitar as imediações do local. A área em torno está isolada e a circulação de automóveis próximo à torre foi interrompida durante alguns minutos.

De acordo com a Reuters, que cita fonte da polícia, a retirada das pessoas aconteceu após uma chamada com uma ameaça de bomba. Estariam na torre cerca de 2 mil pessoas.

A evacuação terminou menos de uma hora depois do alerta e ocorreu sem problemas. Não foram registrados feridos.

Muitas pessoas pensavam tratar-se de uma simulação e só perceberam o que se passava quando viram entrar no edifício equipes antiterroristas, especialistas em armadilhas e explosivos, e cães.

No local estão cinco equipes de bombeiros da Câmara de Madri e ambulâncias do Samur- Proteção Civil, de prevenção.

A Torrespacio integra um complexo empresarial, conhecido por Cuatro Torres Business Area Madrid, que engloba mais três torres e que foi inaugurado em 2008. Foi também a primeira torre a ser construída e a ficar completa.

Além das embaixadas da Austrália, do Canadá e do Reino Unido, a Torrespacio sedia a Associação da Banca Espanhola (AEB) e empresas como a Red Bull e a Equifax.

Mais de 90% da torre, propriedade do grupo Filipino Emperador, estão ocupados. Além dos 57 andares, existem mais seis de estacionamento com 1.270 vagas.

Fonte: Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

VENEZUELA RESTABELECE SINAL DE CANAL DE TV DA ALEMANHA

Depois de ter seu sinal cortado sem explicações, o canal alemão de TV da Deutsche Welle, em espanhol, voltou à grade dos serviços de televisão a cabo da Venezuela nesta segunda-feira (15), confirmaram colaboradores independentes da emissora no país.

O sinal havia sido interrompido durante o último fim de semana, após uma determinação da Conatel, a Comissão Nacional de Telecomunicações, que regula e exerce o controle do setor na Venezuela.

Nenhuma explicação sobre o corte foi dada pelas autoridades, que também não anunciaram oficialmente o restabelecimento da transmissão.

O diretor-geral da DW, Peter Limbourg, que havia exigido o restabelecimento do sinal do canal, saudou a última decisão da Conatel. “Espero que a situação permaneça estável.

Também quero agradecer aos telespectadores na Venezuela, que se manifestaram nas redes social pelo restabelecimento do serviço”.

Fonte: Agência Brasil com informações da DW

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL- POLÍCIA PRENDE EM SHOPPING SUSPEITOS DE FURTOS DE CARROS

Foto: Reprodução

Dois homens suspeitos de realizar furtos foram presos pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira (15) no estacionamento de um shopping na Zona Norte de Natal. Eles foram flagrados com um equipamento capaz de inibir o travamento e o acionamento do sistema de alarme em veículos.

De acordo com a PM, a prisão aconteceu após uma denúncia. Ao identificar os suspeitos no local, os militares os abordaram. Com eles, foi encontrado o equipamento conhecido como “chapolin”.

O inibidor de frequência é usado pelos criminosos logo após os proprietários saírem do carro e apertarem o controle para travar as portas do veículo. Quando é ativado, o equipamento trabalha na mesma frequência que o controle de travamento das portas dos carros, causando uma interferência no sinal eletrônico, o que impossibilita que as portas se travem.

De acordo com a PM, os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Plantão da Zona Norte de Natal, mas ao se constatar que o carro usado por eles era roubado, o caso passou para a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov).

A Deprov informou que vai investigar se eles têm relação com o furto de cinco carros que foram registrados desde o início do ano no mesmo shopping. Dentro do carro em que eles estavam, roubado em março, estava o documento de outro veículo roubado em outro estabelecimento da região.

Fonte: G1-RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CCJ APROVA ORÇAMENTO IMPOSITIVO; PREVIDÊNCIA SERÁ DEBATIDA NESTA TERÇA

Foto: Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta segunda-feira (15) a constitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 34/19, que amplia o orçamento impositivo para as emendas apresentadas pelas bancadas estaduais e do Distrito Federal ao Orçamento da União. Os membros da comissão aprovaram o parecer do relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que recomendava a admissibilidade da proposta.

A PEC 34/19 segue para análise de uma comissão especial da Câmara e, depois, o texto vai para o Plenário, onde terá de ser votado em dois turnos. Após a aprovação da PEC do Orçamento Impositivo, os deputados concordaram em que os debates sobre a reforma da Previdência (PEC 6/19), que também constava na pauta de hoje, tivessem continuidade na sessão da CCJ convocada para hoje (16) às 10h.

A PEC aprovada na CCJ ontem é de autoria do Senado e foi aprovada pela Câmara em março, seguindo novamente para avaliação dos senadores. No Senado, o projeto sofreu alterações e o texto retornou à Câmara para nova votação. Uma proposta de emenda à Constituição só pode ser implementada após o mesmo texto ser aprovado pelas duas casas legislativas.

A versão aprovada pelos deputados é o substitutivo apresentado pelo senador Esperidião Amin (PP-SC) à proposta aprovada pela Câmara. Entre as mudanças feitas no texto estão a previsão de um escalonamento na execução das emendas de bancada, que será de 0,8% da receita corrente líquida (RCL) da União do ano anterior em 2020 e 1% da RCL do ano anterior a partir do ano seguinte. Essa parte do texto foi negociada por Amin com o governo, que pediu tempo para se adaptar à mudança orçamentária.

A votação da PEC do Orçamento Impositivo foi possível após a aprovação de um requerimento de inversão de pauta, que colocou a reforma da Previdência como segundo item a ser debatido no dia de hoje.

Maia

Após reunião com empresários na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista, na noite de hoje (15), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que há um bom ambiente no Congresso para a aprovação da reforma e que o governo precisa avançar no diálogo com o Legislativo. O presidente da Câmara estima que a reforma será aprovada no plenário da Câmara dos Deputados ainda no primeiro semestre deste ano “com tranquilidade”.

“[A meta é] no final de junho ter tudo aprovado na Câmara”, disse, acrescentando que nesse período o governo já terá organizado a base para votação. “Se o governo organizar uma maioria mais rápido, a gente antecipa [ a votação]”, afirmou.

Maia também defendeu uma forte atuação do governo para a aprovação da reforma.“Estou confiante, acredito que o governo vai assumir seu papel, seu protagonismo, que é natural do sistema presidencialista, mas eu não tenho dúvida também de que os parlamentares tem muita noção de que essa reforma é um divisor de água da política brasileira”, disse.

Para Maia, o presidente Jair Bolsonaro precisa dar um “segundo passo” na defesa da reforma, que é “compreender, e acho que ele já compreende, que a reforma da previdência vai garantir inclusive as aposentadorias dos militares, a pensão das viúvas e isso é um argumento para a gente defender a reforma”. Segundo Maia, a reforma vai propiciar “que ninguém amanhã fique sem receber salário e fique sem receber aposentadoria”.

Fonte: Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

FRANÇA VAI CRIAR FUNDO NACIONAL PARA RECONSTRUÇÃO DE NOTRE-DAME

Foto: TV Globo/ Reprodução

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que a Catedral de Notre-Dame será reconstruída com a ajuda de “grandes talentos”. Macron informou que será criado um fundo nacional e além-fronteiras para buscar a reconstrução do que foi destruído nesta seggunda-feira por um grande incêndio. Macron disse que o “pior foi evitado”, mas admitiu que as “próximas horas serão difíceis”.

Emocionado, o presidente falou por pouco mais de 5 minutos, ressaltando que a construção, parcialmente atingida pelo incêndio, representa a história dos franceses. “É a nossa história, a nossa literatura e nosso imaginário”, destacou Macron. “Notre-Dame é parte da nossa vida.”

Macron visitou o local acompanhado por religiosos e autoridades. Abalado, o presidente pediu aos franceses que mantenham a esperança e a fé na reconstrução da catedral. “Vamos reconstruir a Notre-Dame”, disse, ao lembrar que este “é um momento difícil.”

O incêndio ocorrido nesta segunda-feira (16), começou por volta das 18h50 (horário local), aproximadamente 13h50 em Brasília, e se estendeu por mais de quatro horas. A torre principal desabou. Muitos turistas e franceses acompanharam o trabalho dos mais de 400 bombeiros no local. Os olhares eram de perplexidade e tristeza. A Catedral de Notre-Dame é um dos monumentos mais visitados por turistas em todo o mundo. Em 1991, foi declarada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) patrimônio da humanidade.

Fonte: Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NÚMERO DE MORTOS NO DESABAMENTO DE PRÉDIOS NO RIO CHEGA A 15

Foto: Tânia Rêgo/ABr

O Corpo de Bombeiros retirou no começo desta manhã, mais três corpos dos escombros dos edifícios que desabaram na última sexta-feira (8), na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro. Com isso, o número de mortos chega a 15. Na madrugada de hoje (16), mais um corpo havia sido resgatado.

Oito pessoas ficaram feridas no acidente, das quais quatro continuam internadas. Os bombeiros continuam fazendo buscas por mais desaparecidos. A Delegacia de Polícia Civil da Barra da Tijuca (16ª DP) investiga o caso.

Segundo a prefeitura do Rio, os prédios não tinham autorização para serem construídos e as obras foram interditadas e embargadas em novembro do ano passado.

Além de investigar a atuação da milícia, grupo criminoso que controla ilegalmente a comunidade da Muzema, a Polícia Civil apura a responsabilidade dos construtores e da prefeitura, que é responsável pela fiscalização de obras.

Fonte: Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

REPRESENTANTES DE MOTORISTAS DE APLICATIVOS APOIAM FISCALIZAÇÃO DE CLANDESTINOS

Foto: Divulgação

A fiscalização sobre o transporte clandestino de passageiros no entorno do Aeroporto de Natal continuará sendo realizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Em reunião na manhã desta segunda-feira (15) foi esclarecido aos representantes dos motoristas de aplicativos que a operação educativa realizada no sábado passado pelo DER, com apoio da Polícia Militar, visava coibir somente o transporte clandestino de passageiros.

“No que compete ao Governo do Estado, nós vamos continuar atuando, não podemos nos omitir porque diz respeito à segurança da população”, explicou o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. O diretor geral do DER, Manoel Marques, explicou que será feita também campanha educativa para alertar os passageiros acerca dos perigos em utilizar transporte não legalizado, como falta de seguro para o cliente, em caso de acidente, e de garantia de que o motorista tem a documentação em dia.

O presidente da Associação de Motoristas Autônomos por Aplicativos do RN (Amapp-RN), Evandro Henrique, elogiou a atuação do Governo e a disponibilidade em prontamente atender a categoria para uma reunião a fim de esclarecer os fatos. Já que, a princípio, entendeu-se que a operação visava impedir o trabalho dos motoristas de aplicativos. Ele explicou ainda que a fiscalização é de interesse dos motoristas que trabalham dentro da legalidade. “Damos total apoio’,disse.

Nosso trabalho precisa ser feito e temos a tranquilidade de desenvolvê-lo sem a interferência de clandestinos”, ressaltou. Segundo dados da Amapp-RN, na região Metropolitana de Natal existe cerca de 7 mil motoristas de Uber e de 99 Pop, sendo aproximadamente 300 mil usuários.

A reunião foi realizada a partir do pleito da vereadora de Nina Souza que buscou a governadora Fátima Bezerra. Por motivo de viagem ao interior do Estado, a chefe do executivo estadual não pôde receber os representantes dos motoristas, mas solicitou ao secretário Raimundo Alves a realização da reunião. A parlamentar é autora do projeto de lei que regulamenta o funcionamento de aplicativos de transporte de passageiros na capital potiguar.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL- ISENÇÃO DE TAXA PARA CONCURSO DA UFRN DEVE SER SOLICITADA ATÉ DIA 23

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe até dia 23 de abril as solicitações de isenção da taxa de pagamento da inscrição para o concurso destinado ao provimento de cargo técnico-administrativo em educação. Os interessados devem acessar o site do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), www.comperve.ufrn.br, e preencher o formulário de solicitação de isenção juntamente com a inscrição para o processo seletivo.

Serão isentos os candidatos que pertençam a família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais e doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde. A divulgação das solicitações de isenção deferidas será realizada no dia 6 de maio.

O concurso é voltado ao quadro permanente da UFRN, que oferece oportunidades para os cargos de psicólogo clínico; nutricionista; administrador; tecnólogo em eventos e produção cultural; engenheiro de produção; assistente em administração; desenhista técnico; técnico de tecnologia da informação; técnico em enfermagem; técnico em agropecuária; técnico em eletrotécnica e técnico de laboratório.

As inscrições para os candidatos sem isenção da taxa de pagamento são realizadas até o dia 13 de maio e as provas serão aplicadas em 30 de junho. Outras informações estão disponíveis no edital, que pode ser acessado no site da Comperve.

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PF CUMPRE MANDADOS NO RN E QUATRO ESTADOS PARA COMBATE A FRAUDES DE MAIS DE R$1BI

Foto: Divulgação

Uma atuação conjunta do Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e Receita Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16) a Operação Grandes Rios, com a execução de 21 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Natal/RN. Os mandados estão sendo cumpridos nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco. Participam diretamente da operação 110 servidores da Polícia Federal e 65 da Receita Federal.

O nome decorre dos principais estados envolvidos: Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. As investigações identificaram a existência de um grupo criminoso, formado pela associação de pessoas e empresas, visando à prática de diversos crimes, especialmente os de pertinência a organização criminosa, uso indevido de selos fiscais verdadeiros, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, além de sonegação de tributos federais (art. 2º da Lei n. 12.850/2013, art. 296, § 1º, inciso II, do Código Penal, art. 22 da Lei n. 7.492/1986, art. 1º da Lei n. 9.613/1998 e art. 1º da Lei n. 8.137/1990).

As condutas criminosas permitiam a concorrência desleal com as demais empresas que atuam no setor e um forte impacto negativo na economia, devido aos valores sonegados. Uma das fraudes promovidas pela organização é a exploração, em nome de “laranjas”, de fábricas de cigarros que geram um grande passivo tributário (em impostos nunca pagos à Receita) e ainda lucro, que é convertido em bens e valores acumulados no Brasil e no exterior através de procedimentos de lavagem de dinheiro.

Autorização

Para produzir cigarros no Brasil, as indústrias necessitam de um Registro Especial fornecido pela Receita Federal, além da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Um dos requisitos para a manutenção desse registro é a regularidade fiscal da empresa.

A partir do momento em que a Receita Federal identifica a sonegação e cobra os impostos, caso não haja o seu pagamento, o Registro Especial é cancelado, o que ocorreu com indústrias já operadas de forma oculta pela organização criminosa. Ao longo das apurações, constatou-se que, ao ter o documento de uma das empresas cancelado, os integrantes passam a operar uma nova indústria, também em nome de “laranjas”.

Esse ciclo fraudulento impossibilita a cobrança dos impostos sonegados, visto que os sócios e as empresas não possuem patrimônio para pagá-los, enquanto o patrimônio da organização, principalmente de seu líder, aumenta.

Estima-se que a fraude tributária tenha alcançado R$ 1,5 bilhão de reais, valor que deveria ter sido destinado ao Estado brasileiro para a efetivação dos direitos fundamentais do cidadão – como saúde, educação e segurança -, o que não ocorreu, em evidente prejuízo à sociedade.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU REALIZA A 1ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA IDOSA

Foto: Divulgação

O Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, e a Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social convidam a população mipibuense para participar da 1ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, que vai ser realizada nesta terça-feira(16), às 09:00 horas, no Centro Social e Pastoral, localizado na praça Monsenhor Paiva, no centro da cidade.

A 1ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa vai abordar o tema “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”. O evento é organizado pelo Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (CNDI), que é vinculado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH).

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SÃO JOSÉ DE MIPIBU – COMEÇOU O JOGO POLÍTICO

A semana que passou foi marcada em são José de Mipibu pelo lançamento de pré-candidaturas à sucessão do prefeito Arlindo Dantas. Para um observador do cenário político mipibuense, muitos dos pretensos candidatos estão no estágio do ” meu nome está posto e chega para somar, não sou problema, política se faz com entendimentos”, típico de quem pretende mesmo é compor chapa na condição de vice-prefeito, sinaliza o observador.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NOTICIAMOS O FALECIMENTO DE JOSÉ GONDIM

O vereador Eugênio Gondim, do município de Nísia Floresta, comunica o falecimento do seu irmão José Gondim, ocorrido nesta segunda-feira(15), em Natal, e convida parentes e amigos para o sepultamento que vai ocorrer nesta terça-feira(16), às 09:00 horas, no Cemitério Municipal do Alecrim.

O corpo está sendo velado no Centro de Velório Vila Flor, na avenida Xavier da Silveira, em Natal.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL – AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE MELHORAS ESTRUTURAIS DA ÁREA DE LAZER DO PANATIS

Na próxima terça-feira (16), o Vereador Ney Lopes Jr. realizará dois eventos na Câmara Municipal de Natal. No início da manhã, às 9h, haverá uma Audiência Pública para discutir melhoras estruturais na área de lazer do Panatis. No fim da tarde, às 18h, ocorrerá uma Sessão Solene em homenagem aos artesãos.

O parlamentar falou sobre a importância dos dois eventos “Na Audiência Pública vamos conversar com os moradores do bairro sobre as principais necessidades da área de lazer. Vamos mediar o debate com a Prefeitura para encontrar as melhores soluções para o problema. Durante a Sessão Solene vamos homenagear os artesãos que divulgam nossa cultura, geram emprego, renda e fomentam o turismo”, explicou.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PELÉ RECEBE ALTA DO HOSPITAL ALBERT EINSTEIN APÓS RETIRAR CÁLCULO RENAL

Foto: Reprodução/TV Globo.

O ex-jogador Pelé, de 78 anos, recebeu alta na manhã desta segunda-feira (15) e deixou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, uma semana após ser internado.

No sábado (13), os médicos retiraram um cálculo renal que incomodava Pelé.

Pelé voltou ao Brasil na terça-feira (9) após ficar cinco dias hospitalizados em Paris, na França, por causa de um quadro de infecção urinária, e foi internado no Einstein.

Pelé desembarcou no aeroporto internacional de Guarulhos em uma cadeira de rodas. “Infelizmente não vai dar para jogar domingo”, brincou Pelé, que agradeceu ao apoio dos fãs. “Mais uma vez, graças a Deus, tudo saiu bem. Estou aqui e viva o nosso Brasil”, declarou.

Pelé foi internado no dia 3 após participar em um evento promocional em Paris com o jovem francês Kylian Mbappé.

O ex-atleta foi tratado por uma infecção urinária grave, “que requisitou assistência médica e cirúrgica de emergência”, segundo Pelé.

A frágil saúde de Pelé, único jogador a conquistar três Copas do Mundo (1958, 1962 e 1970), tem sido uma fonte de preocupação nos últimos anos.

O mundo do futebol chegou a temer pela vida de Pelé em novembro de 2014, quando ele foi internado na unidade de tratamento intensivo após uma infecção urinária que o obrigou a passar por uma hemodiálise.

Edson Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, foi visto em público nos últimos anos em uma cadeira de rodas ou com um andador. Em 2016 não teve condições físicas de acender a tocha olímpica nos Jogos Olímpicos do Rio.

Por: G1.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BARRAGEM ARMANDO RIBEIRO GONÇALVES ESTÁ COM 30,97% DA SUA CAPACIDADE ABASTECIDA

Foto: Wikipedia.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN, monitora 47 reservatórios com capacidade acima de cinco milhões de metros cúbicos de água, responsáveis pelo abastecimento dos municípios potiguares. O relatório da situação volumétrica divulgado nesta segunda-feira (15) indica que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, está acumulando 743.288.000 m³, percentualmente, 30,97% da sua capacidade. Para efeitos comparativos, no mesmo dia, em abril de 2018, a ARG, acumulava 373.459.133 m³, ou 15,56% do seu volume total.

O volume atual da Armando Ribeiro Gonçalves ultrapassa sua melhor situação em 2018, quando atingiu 29,57% da sua capacidade. “Ainda temos mais um mês e meio até o final efetivo da quadra chuvosa, o que nos dá a perspectiva que a Armando Ribeiro Gonçalves consiga terminar esse período em situação muito superior à do ano passado. Como ela corresponde a quase metade das reservas hídricas totais, nos dá uma maior tranquilidade para garantir o abastecimento dos municípios potiguares até o inverno de 2020, sempre com o controle de gestão das águas, mas em condições melhores que nos últimos quatro anos”, afirma Caramuru Paiva, diretor-presidente do Igarn.

As reservas hídricas superficiais totais do RN, que correspondem ao acumulado de todos os reservatórios monitorados pelo Instituto nas bacias hidrográficas estaduais, atualmente, acumulam 1.330.697.653 m³, percentualmente, 30,16% dos 4.411.787.259 m³ totais. No mesmo período do ano passado, as reservas totais do Estado acumulavam 784.784.146 m³, ou 17,79% da sua capacidade. Ainda para efeitos comparativos, ao final da quadra invernosa de 2018, reservas hídricas somavam 1.390.676.793 m³, 31,57% da sua capacidade.

Dos reservatórios monitorados, 8 permanecem em volume morto, o que corresponde a 17,02% dos mananciais monitorados. Já os açudes que ainda permanecem secos são 6, o correspondente a 12,76% das barragens potiguares. No mesmo dia de 2018, os reservatórios em volume morto eram 10, correspondentes a 21,27% do total de monitorados. Já os secos eram 4, percentualmente, 8,51%.

Segundo maior reservatório estadual, com capacidade para 599,712 milhões de metros cúbicos, a barragem Santa Cruz do Apodi, está acumulando 153.482.705 m³, percentualmente, 25,59% da sua capacidade. Em 2018 ela estava com 144.561.910 m³, ou 24,11% do seu volume total.

O açude Umarí que possui capacidade para 292,813 milhões de metros cúbicos, está com 120.858.921 m³, percentualmente, 41,28% do seu volume total. Já no mesmo período do ano passado o manancial estava com 48.507.691 m³, ou 16,57% da sua capacidade total.

Entre os reservatórios monitorados, cinco já atingiram 100% das suas capacidades, ou seja, “sangraram”, são eles: Beldroega, em Paraú; Mendubim, em Assú; Pataxó, em Ipanguaçu; Encanto, localizado em Encanto; e Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz. Outros mananciais já estão com volumes acima dos 70% de suas capacidades, casos de: Marcelino Vieira, com 91,69%; Rodeador, em Umarizal, com 83% e Apanha Peixe, em Caraúbas, com 75%.

Entre os reservatórios que estão em volume morto, estão: Itans, em Caicó; Pau dos Ferros; Cruzeta; Zangalheiras, em Jardim do Seridó; Esguicho, em Ouro Branco e Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz. Já os secos são: Santana, em Rafael Fernandes; Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari; Dourado, em Currais Novos; Inharé, em Santa Cruz; Trairi, em Tangará e Japi II, São José do Campestre.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade