RN: MAXARANGUAPE DECRETA FECHAMENTO DE PRAIAS E PROÍBE ENTRADA DE PESSOAS NO MUNICÍPIO NOS FINS DE SEMANA

Foto: Divulgação

Conhecido por suas praias e belezas naturais, o município de Maxaranguape, no litoral do Rio Grande do Norte, decretou medidas de “isolamento social rígido” nesta sexta-feira (5), determinando fechamento das praias, proibição de circulação nas ruas e espaços públicos da cidade e de entradas de não-moradores nos fins de semana. Segundo a prefeitura, as medidas visam diminuir a contaminação pelo novo coronavírus.

De acordo com o texto, com validade até 21 de junho, está vedada de circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ressalvados os casos de “extrema necessidade” e serviços essenciais – os mesmos estabelecidos no decreto estadual publicado nesta quinta-feira (4).

Além de fiscalizar a movimentação de pessoas, os órgãos municipais, com apoio da Polícia Militar, deverão fazer abordagem de veículos e o da entrada e saída no município, além de fechar as orlas urbanas.

“Vamos proibir aos finais de semana o uso dos balneários públicos: lagoas, praias e rios. Vai estar extremamente proibido o uso dessas áreas de lazer públicas. Nós vamos fazer fechamento das entradas da nossa cidade. São quatro barreiras, nas quais vão estar agentes públicos. E só irão entrar na nossa cidade moradores e fornecedores de produtos para os mercados essenciais. Fora isso, no final de semana vai ser proibido entrar no município. Serão os próximos três finais de semana. Na sexta, no sábado e no domingo”, afirmou o prefeito Luis Eduardo Bento da Silva em pronunciamento pelas redes sociais.

De acordo com o decreto, entre as 00h01min das sextas-feiras e 23h59min dos domingos, fica proibida a entrada de pessoas que não residam ou não trabalhem no município de Maxaranguape. “Nos dias indicados, somente poderão funcionar os seguintes estabelecimentos comerciais: farmácias; padarias; mercadinhos e supermercados”, aponta o texto.

Para entrar no município, os moradores e trabalhadores precisarão “demonstrar tal condição por meio de comprovante de residência e Carteira de Trabalho”, além de preencher uma autodeclaração seguindo um modelo que estará disponível no site da prefeitura de Maxaranguape.

Também “fica proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos”, diz o decreto. O descumprimento às regras decretadas resultará em multas de até R$ 5 mil. Segundo o prefeito, pessoas também poderão ser presas e levadas à delegacia em flagrante por colocar em risco a saúde pública.

De acordo com o prefeito, o município também conseguiu diárias operacionais para pagar serviço extra de policiais militares, pelo governo do estado.

“A situação é séria. Nós precisamos da colaboração de todos que moram em Maxaranguape. Usem máscara. Só saiam de casa com extrema necessidade”, pediu.

De acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), até esta quinta-feira (4) Maxaranguape tinha 12 casos confirmados e dois óbitos pela Covid-19. Dez dias, antes, em 25 de maio, a cidade possuía três casos confirmados e um óbito.

Do G1/RN

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

CRISTIANE DANTAS PEDE ABERTURA DE HOSPITAL QUE RECEBEU R$ 6,6 MILHÕES EM INVESTIMENTOS

Imagem: Reprodução

Diante do aumento de pessoas acometidas do Covid-19 nos municípios de São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Brejinho, Arez, Goianinha, Senador Georgino Avelino e em outros municípios do Agreste, a deputada estadual Cristiane Dantas(SDD), reitera pleito ao Governo do Estado no sentido de que seja agilizada a abertura de dez leitos de UTI recentemente construídos no Hospital Regional Monsenhor Antonio Barros, em São José de Mipibu, para atender pacientes com casos do coronavírus. Ao todo, R$1,5 milhão foram utilizados na reforma e R$ 5,1 milhões em equipamentos.

No requerimento encaminhado à chefe do Executivo a parlamentar do Agreste fez a seguinte justificativa:

“A atual gestão do referido hospital tem deixado o ambiente insalubre sem a mínima condição de atender a população, pedimos assim providências para que essa situação seja revertida o mais breve possível proporcionando tanto aos profissionais de saúde quanto aos pacientes melhor estrutura de atendimento.

A agilidade nos reparos e reestruturação do Hospital, torna-se ainda mais necessária pois ele pertence à Primeira Região de Saúde, que tem uma população estimada aproximadamente de 380 mil habitantes e distribuídos em 27 Municípios.

Além do volume de atendimento Regionalizado, o Hospital Monsenhor Antônio Barros é Hospital Maternidade, fato que aumenta o fluxo de atendimento”.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

RN: REGRAS DE ISOLAMENTO FICAM MAIS RÍGIDAS PARA REDUZIR NÚMERO DE CONTAMINADOS

Foto: Assecom/RN

O Novo decreto nº 29.742 publicado nesta quinta-feira (4), em edição extraordinária do Diário Oficial, estabelece a prorrogação até o dia 16 de junho das medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) no Estado do Rio Grande do Norte. Também impõe medidas de permanência domiciliar, uma política de isolamento social com fiscalização mais rígida da Segurança Pública e o plano de reabertura das atividades econômicas que devem acompanhar os dados da epidemia no Estado.

Com a intensificação das medidas de isolamento social, o documento estabelece que, como dever social de proteção, os idosos e demais pessoas em grupo de risco só poderão sair de casa para as atividades consideradas essenciais, tais como idas a farmácias, supermercados, hospitais, clínicas, agências bancárias ou outra necessidade impreterível, desde que devidamente justificada. Da mesma forma, prevê a colaboração de toda a população que deve permanecer em isolamento social, em suas residências, saindo somente para atividades indispensáveis, sempre usando máscara e respeitando o distanciamento social e demais regras sanitárias.

Outra questão editada no decreto foi a proibição dos festejos juninos, incluindo fogueiras e fogos de artifício em todos os municípios, com o objetivo de diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

Foram excluídas das atividades consideradas essenciais as manicures, cabeleireiros e barbearias, que devem permanecer fechados para contribuírem com a elevação da taxa de isolamento social. Também foram retirados da lista, os armarinhos e aviamentos, sendo permitido o funcionamento desses estabelecimentos somente para entrega em domicílio ou retirada na loja (takeway).

A partir desse novo decreto, não é permitida a entrada de pessoas acompanhadas nos supermercados e demais estabelecimentos cujo funcionamento esteja autorizado, independentemente de serem do mesmo núcleo familiar.

Para consolidar as medidas de contenção e isolamento, bem como reafirmar o Pacto pela Vida, o Governo disponibiliza as forças de segurança pública estadual aos municípios. Elas devem apoiar as ações de implementação das medidas mais restritivas como a fiscalização da circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os casos de extrema necessidade; controle de circulação de veículos particulares; controle da entrada e saída de pessoas e veículos no município e o fechamento das orlas urbanas em todos os dias da semana.

O decreto dispõe ainda que os laboratórios de análises clínicas, hospitais, clínicas ou qualquer outra unidade de saúde, integrantes ou não do Sistema Único de Saúde (SUS/RN), públicos e privados, que realizam testes de diagnóstico para a Covid-19, são obrigados a fornecerem a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) os dados completos dos pacientes, com resultado positivo ou negativo. As informações devem ser enviadas à Sesap por meio de sistema eletrônico e as notificações dos casos para investigação de Covid-19 devem ser realizadas em até 24h.

Considerando a importância da retomada progressiva das atividades econômicas no Rio Grande do Norte, foram estabelecidos os parâmetros do planejamento da abertura gradual responsável para retomada da atividade econômica. O plano deve ser implementado a partir de 17 de junho somente se a ocupação dos leitos públicos de UTI estiver inferior a 70% e houver a desaceleração da taxa de contaminação. Ele poderá ser aplicado de formas diferentes nas regiões do estado, está dividido em quatro fases subsequentes de 14 dias, cada uma subdividida em frações, e será reavaliado diariamente conforme os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos.

A vigência dos atestados de vistoria do Corpo de Bombeiros e das licenças do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) foi prorrogada para 24 de junho. Também foi estendido por mais 60 dias o cancelamento de eventos do Centro de Convenções.

Confira o Decreto Nº 29.742, de 04 de junho de 2020 na íntegra.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MÃE DO MENINO MIGUEL CONTA QUE ENCONTROU FILHO COM VIDA APÓS QUEDA

Foto: Repodução

Mãe do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, que caiu do 9º andar de um prédio do condomínio Pier Maurício de Nassau, em Recife, Mirtes Renata Souza contou que ainda encontrou o filho com vida após a queda.

“A polícia veio e não fez nada, o Samu estava demorando e nisso veio um morador do prédio que é médico e disse que ele estava vivo e precisava ser socorrido com urgência”, contou Mirtes em entrevista à Fátima Bernardes no programa “Encontro” de hoje.

Miguel acompanhava a mãe no trabalho. Mirtes era funcionária do prefeito do município de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker (PSB), e sua mulher, Sarí Mariana Gaspar da Corte Real. A patroa da mãe da criança estava responsável pelo garoto quando o acidente aconteceu.

“Aquilo doeu tanto, eu perdi meu filho por uma questão de falta de paciência. O tanto que eu tinha de paciência para os filhos dela. Ela confiava os filhos dela a mim e a minha mãe, e por uma questão nem de dez minutos ela não teve paciência para o meu filho, não tirou ele do elevador e ainda apertou o botão do elevador”, acrescentou a mãe do garoto.

Sarí da Corte Real chegou a ser presa em flagrante pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar), mas o crime é afiançável e ela foi liberada para responder em liberdade. O valor da fiança pago pela investigada foi de R$ 20 mil.

Mirtes agradeceu as mensagens de apoio que tem recebido e afirmou que lutará por justiça e também para que a morte de Miguel não seja esquecida.

“Obrigada a todos pela força, por estarem orando. E peço que continuem orando para que a gente tenha força para continuar lutando e que a gente faça justiça pela morte de Miguel. Eu vou mover céus e terras, mas vou fazer justiça, disse.

Imagens do circuito interno do condomínio, que foram recolhidas pela Polícia Civil, mostram Miguel entrando no elevador de serviço e a patroa de Mirtes segurando a porta, pedindo para ele voltar, mas depois soltando a porta e deixando o menino sozinho.

Uol

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO LEVA TOMBO APÓS CHEGAR DE HELICÓPTERO PARA INAUGURAR HOSPITAL EM GOIÁS; ASSISTA

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) caiu ao tropeçar em uma mangueira ao chegar para a inauguração do Hospital de Campanha nesta sexta-feira (5) em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal.

A unidade foi a primeira a ser construída pelo governo federal e repassada para a administração estadual. O governo goiano equipou os leitos, que vão atender moradores da região com coronavírus.

O hospital tem capacidade para 200 leitos, mas começará a funcionar com 60 vagas, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apenas pacientes encaminhados por outras unidades de saúde poderão dar entrada.

Inicialmente, a previsão era que o hospital começasse a receber os pacientes ainda nesta sexta-feira. Entretanto, após a inauguração, o secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, informou que ainda é necessário fazer uma limpeza e desinfecção para que a unidade inicie o atendimento. O recebimento dos primeiros pacientes também dependerá do encaminhamento feito pela Central de Regulação.

O Entorno do Distrito Federal tem, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 1.145 casos confirmados e 39 mortos por Covid-19, até esta sexta-feira.

Cerimônia

O presidente chegou de helicóptero às 8h45, acompanhado dos ministros general Eduardo Pazuello, general Braga Netto e Marcos Pontes. Também participaram da inauguração o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e o secretário Estadual de Saúde.

“Muito obrigado pelo convite, por essa oportunidade de inaugurar esse hospital e, do fundo do coração, a gente torce que pouca gente venha pra cá, porque é sinal que não precisa de atendimento”, disse Bolsonaro durante a inauguração.

Caiado agradeceu o apoio do governo federal na construção de hospitais no estado e destacou que isso possibilitou que outras regiões tivessem um atendimento intensivo. “Nós tínhamos UTIs apenas em Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia. Essa região tem 1,2 milhão de habitantes e nenhum leito de UTI. Nunca foi feita uma visão no sentido de dar saúde pública à população que vive no interior do estado. Vossa excelência, presidente, nos deu o apoio”, disse.

Após a solenidade, o presidente cumprimentou apoiadores que estavam próximo ao hospital. Ele embarcou no helicóptero e deixou o local às 10h05.

Por G1

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

ALGUNS PROFISSIONAIS SERÃO TESTADOS PARA O NOVO CORONAVÍRUS A CADA 15 DIAS. VOCÊ É UM DELES?

A pandemia provocada pelo novo coronavírus foi decretada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em março. No mesmo mês, o Brasil decretou estado de calamidade pública. Essas formalidades facilitam o combate à doença, cujo potencial infeccioso pode levar ao colapso dos sistemas de saúde.

Para evitar que isso ocorra, os estados decretaram quarentenas. A proposta é frear a circulação de pessoas e, assim, diminuir as chances de contágio. Logo, desse modo, também é possível achatar a curva de contaminação e evitar o colapso do sistema de saúde por mais tempo ou até que surja uma vacina segura.

Além do isolamento social, outro importante aliado no combate à doença é a testagem em massa da população. No entanto, isto não está acontecendo no Brasil. Existe uma subnotificação crônica que prejudica o rastreamento da doença. A Fiocruz, por exemplo, estima que 73% das mortes por síndrome respiratória aguda grave, na realidade, são mortes por Covid-19. Outras instituições estimam que o número real de infectados pode ser até 10 vezes maior que aqueles que são notificados.

Essa realidade põe em risco, especialmente, os profissionais essenciais, que não podem se isolar em casa e devem ir às ruas para manter a sociedade funcionando.

Pensando em proteger a saúde desses profissionais foi aprovado um projeto no Senado que determina quais classes de profissionais terão prioridade na testagem e tratamento ao novo coronavírus, considerando que estão expostos a uma alta carga viral, tendo mais probabilidades de desenvolverem a forma grave da doença. A medida prevê, inclusive, que os profissionais que estiverem em contato direto com pessoas infectadas ou potencialmente infectadas deverão ser testados para o novo coronavírus a cada 15 dias.

Por fim, essa lei continuará valendo mesmo após o fim da pandemia da Covid-19 em casos de surtos, pandemias ou estado de calamidade pública futuros.

Confira abaixo os profissionais que serão prioridade na testagem para o novo coronavírus:

PROFISSIONAIS ESSENCIAIS AO CONTROLE DE DOENÇAS E À MANUTENÇÃO DA ORDEM PÚBLICA

Categorias incluídas
pela Câmara

» médicos
» enfermeiros
» fisioterapeutas
» psicólogos
» assistentes sociais
» policiais
» bombeiros
» guardas municipais
» integrantes das Forças Armadas
» agentes de fiscalização
» agentes comunitários de saúde
» agentes de combate às endemias
» técnicos de enfermagem
» motoristas de ambulâncias
» biólogos
» biomédicos e técnicos em análises clínicas
» trabalhadores de serviços funerários e de autópsia
» profissionais de limpeza
» farmacêuticos
» bioquímicos
» técnicos em farmácia
» dentistas

Categorias acrescentadas
pelo Senado

» técnicos e auxiliares de enfermagem
» técnicos, tecnólogos e auxiliares em radiologia
» maqueiros
» padioleiros
» brigadistas
» bombeiros civis
» policiais penais
» agentes socioeducativos
» agentes de segurança privada
» aeronautas
» aeroviários
» controladores de voo
» auxiliares de enfermagem
» maqueiros de ambulâncias
» agentes penitenciários
» profissionais dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)
» técnicos e auxiliares em saúde bucal
» servidores públicos que trabalham na área da saúde, inclusive em funções administrativas
» vigilantes que trabalham em unidades públicas e privadas de saúde
» assistentes administrativos que atuam no cadastro de pacientes em unidades de saúde
» médicos veterinários
» operadores de aparelhos de tomografia computadorizada e de ressonância nuclear magnética
» cuidadores e atendentes de pessoas com deficiência, idosos ou de pessoas com doenças raras
» agentes de segurança de trânsito
» terapeutas ocupacionais
» fonoaudiólogos
» profissionais envolvidos nos processos de habilitação e reabilitação
» profissionais que trabalham na cadeia de produção de alimentos e bebidas, incluindo os insumos
» atendentes funerários
» motoristas funerários
» auxiliares funerários

 

 

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

RN SE MANTÉM NA 2ª COLOCAÇÃO NACIONAL NO RANKING TRANSPARÊNCIA COVID-19

Imagem: reprodução

O boletim semanal Transparência Covid-19 divulgado pela ONG Open Knowledge Brasil mantém o Rio Grande do Norte na segunda posição em transparência de dados apresentados pelos governos estaduais relativos à pandemia.

O Rio Grande do Norte manteve seus 98 pontos, o que reflete o alto índice de transparência e o acompanhamento e monitoramento semanal pela Controladoria-Geral do Estado na divulgação dos dados.

“Essa posição demonstra o compromisso do Governo em manter bem informada a população. Apresentamos dados reais da situação de emergência que passamos. Contribuímos, assim, para conscientização da necessidade do isolamento social”, destacou Lenira Fonseca, gestora da Lei de Acesso à Informação da Control.

No primeiro boletim publicado pela ONG, em 3 de abril, o Estado potiguar apareceu em 11º, então com 29 pontos. Desde então evoluiu na pontuação a cada boletim até os atuais 98 pontos.

Lenira descatou ainda o trabalho da Coordenação de Promoção à Saúde, setor responsável pela gestão de todos os dados, elaboração e divulgação dos boletins epidemiológicos dos dados referentes à pandemia, além de outros vírus respiratórios e sendo o principal instrumento de avaliação.

O trabalho executado pela equipe da Sesap é realizado com o apoio e acompanhamento da Control, responsável pela promoção da transparência pública do Executivo Estadual.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PRESIDENTE DA PALMARES CHAMA CANTORA ALCIONE DE ‘BARRAQUEIRA’ E DIZ QUE SUA MÚSICA É ‘INSUPORTÁVEL’

Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo voltou a usar sua conta no Twitter para atingir um desafeto, desta vez a cantora Alcione. Em dois tuítes escritos no fim da tarde desta quinta, o jornalista disse preferir a obra de cantoras americanas como Ella Fitzgerald e Jessye Norman, chamando a Marrom de “barraqueira”.

“Alcione, vê se enxerga! Admiro Jessye Norman, umas das maiores cantoras de ópera da história da música, não uma barraqueira que incita ao crime e à violência contra um negro que tem opiniões próprias. Desprezo suas declarações, assim como sua insuportável ‘música’!”, escreveu o jornalista no Twitter.

 

As mensagens de Camargo são uma resposta ao desabafo de Alcione na live de Teresa Cristina, na última terça-feira. A participação aconteceu na noite em que foi revelado um áudio de uma reunião, no dia 30 de abril, em que o presidente da Fundação Palmares chamou o movimento negro de “escória maldita” e disse que, enquanto ele estiver no cargo, “macumbeiro não vai ter nem um centavo”.

Comentando com Teresa Cristina sobre as reportagens a respeito do áudio vazado, Alcione chamou Camargo de “Zé Ninguém da Fundação Palmares” e lembrou atos de racismo ocorridos nos EUA e no Brasil: “A gente vê tanto sofrimento. Você vê os negros americanos naquela batalha, por causa daquele senhor que morreu com aquele filha da mãe com o joelho nele. A gente vê as coisas que acontecem no Brasil, com bala perdida e tudo. Então a gente vê uma pessoa da nossa cor falando uma besteira daquelas, tenho vontade de arrancar da televisão e encher de porrada pra virar gente”.

Por conta do áudio de Camargo, a Defensoria Pública da União entrou com pedido de urgência no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para suspender a nomemação do presidente da Fundação Palmares. Entidades do movimento negro, encabeçadas pela ONG Educafro (Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes), enviaram uma representação ao Ministério Público Federal (MPF) acusando Camargo de ter cometido crime de racismo ao afirmar que praticantes e organizações ligadas a religiões de matriz africana não vão receber benefícios e recursos enquanto ele estiver à frente da gestão. E um grupo de deputados, que inclui lideranças negras, como Áurea Carolina (PSOL-MG), Benedita da Silva (PT-RJ) e Talíria Petrone (PSOL-RJ), protocolou na Câmara pedido para que o MPF instaure inquérito para investigar o caso.

O Globo

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

LOTE DA VACINA DE OXFORD JÁ CHEGOU AO BRASIL; SAIBA QUEM PODE SER VOLUNTÁRIO E COMO SERÁ O TESTE CONTRA A COVID-19

Estudiosos tentam desenvolver vacina contra coronavírus — Foto: CDC/Unsplash

Dois mil voluntários em SP e no RJ serão vacinados nas próximas três semanas; acompanhamento dos participantes será feito durante um ano para avaliar resultados da imunização contra o coronavírus

O primeiro lote da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford, que será testada em dois mil brasileiros já chegou ao Brasil. As doses serão aplicadas nas próximas três semanas em testes conduzidos no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Antonio Carlos Moraes, um dos pesquisadores da equipe do Idor, responsável pelos testes no Rio, disse ao G1 que parte da imunização já chegou ao país e está armazenada em temperaturas negativas até que seja iniciado o estudo. O Brasil é o primeiro país fora do Reino Unido que vai começar a testar a eficácia da imunização contra o Sars-CoV-2.

“A vacina está congelada, ela já está chegando para a gente operacionalizar. Parte já chegou e fica em congelamento de onde a gente vai tirando, progressivamente, com a necessidade da demanda”, disse o pesquisador do grupo que testará a vacina ChAdOx1 no Rio de Janeiro.

No Rio de Janeiro, os testes em mil voluntários serão feitos pela Rede D’Or São Luiz, com custo de cerca de R$ 5 milhões bancados pela Rede e sob coordenação do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor).

Por: G1.globo.com

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

AVIFAVIR, ANTIVIRAL QUE A RÚSSIA APONTA COMO ESPERANÇA NO COMBATE À COVID-19

Foto: Reprodução

A Rússia anunciou que na próxima semana disponibilizará aos pacientes seu primeiro remédio aprovado para tratar casos de Covid-19, uma medida que espera-se que permita a redução da pressão sobre o sistema de saúde do país e a aceleração do retorno das atividades econômicas.

Os hospitais russos poderão começar a dar o remédio antiviral, registrado com o nome Avifavir, aos pacientes infectados pelo novo coronavírus a partir de 11 de junho, segundo afirmou a agência de notícias Reuters citando informações dadas pelo chefe do fundo soberano RDIF. Ele contou que a empresa responsável pelo medicamento o fabricará em quantidade suficiente para tratar cerca de 60 mil pessoas por mês. O anúncio foi feito na segunda-feira (1/6).

De acordo com Rodrigo Brindeiro, virologista e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Avifavir, com o nome genério de favipiravir, é um antiviral que foi desenvolvido por quatro cientistas japoneses em 1990 para prevenir que acontecesse uma futura pandemia semelhante à da Gripe Espanhola de 1918, que tirou a vida de aproximadamente 50 milhões de pessoas ao redor do planeta na época.

— Depois que passou aquela epidemia de H1N1 de 2009 e 2010, essa droga ficou meio esquecida na prateleira, mas os testes clínicos continuaram — conta Brindeiro — Para uma remédio ser aprovado, ele precisa passar por longos testes, e ser aprovado nas fases um, dois e três. É por isso que ele está pronto agora, porque já passou por todos esses estudos clínicos.

Inicialmente usado para tratar casos de pacientes contaminados por Influenza, que têm como característica RNA como material genético, o antiviral passou a ser testado por outros pesquisadores japoneses contra patógenos do mesmo grupo genômico, como os da dengue, zika, chicungunha e outros. Ao final dos estudos, os cientistas obtiveram resultados bem-sucedidos na inibição da replicação desses vírus em células humanas infectadas, sendo algumas delas submetidas somente a ensaios feitos em laboratório.

Na sequência, os pesquisadores começaram a expandir os estudos para testar o efeito do medicamento sobre o novo coronavírus, já que o Sars-Cov-2 também é um vírus RNA.

— É uma droga muito promissora e realmente muito boa, serve para o tratamento de vários outros vírus que a gente conhece bem por aqui no Brasil — assegura o virologista.

Kirill Dmitriev, chefe da RDIF, disse à Reuters que cientistas russos otimizaram o remédio para usá-lo no tratamento de pacientes com Covid-19, e que Moscou compartilhará os detalhes dessas modificações dentro de duas semanas.

Os testes clínicos do remédio na Rússia foram realizados em 330 pessoas, e teriam mostrado que o remédio combateu o vírus com sucesso dentro de quatro dias na maioria dos casos. O Avifavir apareceu em uma lista de medicamentos aprovados pelo governo russo no sábado.

O Japão vem testando o mesmo medicamento, conhecido lá como Avigan. O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, concedeu o equivalente a 128 milhões de dólares de financiamento estatal para continuar os ensaios clínicos, mas ainda não aprovou seu uso.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a droga ainda não foi registrada no Brasil.

O Globo

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

RN: DECRETO PREVÊ RETOMADA GRADUAL DA ECONOMIA A PARTIR DE 17 DE JUNHO

Bairro do Alcerim em Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

O Governo do Rio Grande do Norte publicou nesta quinta-feira (4) um novo decreto renovando as medidas de isolamento social e aumentando a restrição na circulação de pessoas no estado no combate ao novo coronavírus. O documento apresenta um cronograma para retomada gradual das atividades econômicas, que  será executada a partir do dia 17 de junho em quatro fases.

Segundo o documento, é essencial, no entanto, que para a implementação inicial desse plano haja uma desaceleração da taxa de contágio do novo coronavírus “de maneira sustentada” e “a ocupação dos leitos públicos de UTI seja inferior a 70%”.

A retomada das atividades econômicas será dividida em quatro fases de 14 dias cada. “Para cada fase de abertura está previsto um bloco de atividades a serem progressivamente liberadas em frações de tempo distintas”, diz o decreto estadual.

O documento aponta que inicialmente vão voltar as atividades que tenham “maior capacidade de controle de protocolos, que gerem pouca aglomeração e que se encontram economicamente em situação mais crítica”.

O funcionamento dos estabelecimentos só poderá acontecer com o cumprimento de protocolos específicos de segurança sanitária. Colaboradores e clientes devem também cumprir os protocolos, ordenados pelos proprietários das lojas.

Ao passo que forem liberadas, as atividades vão ser gerenciadas por um comitê de monitoramento específico a ser designado pelo governo do RN. Esse comitê poderá, se necessário, fazer o adiamento das fases de reabertura, “bem como o recrudescimento das medidas”, caso seja verificada a tendência de crescimento dos indicadores da Covid-19 após as medidas.

O Poder Executivo informou ainda que o plano também poderá ser implementado de maneira e em momentos diferentes em cada região do estado, tendo em vista “as peculiaridades, as ocupações de leitos e os dados epidemiológicos locais”. Com informações doG1/RN.

Os estabelecimentos em funcionamento durante a pandemia deverão:

I – garantir o distanciamento interno de pelo menos 1,5 m (um metro e meio) entre as pessoas;

II – impedir a entrada de pessoas dos grupos de risco e infectados pelo novo coronavírus;

III – impedir o acesso de pessoas sem máscaras de proteção;

IV – estabelecer horários alternativos para diminuir a possibilidade de aglomeração e a concentração de pessoas;

V – planejar horários alternados para seus colaboradores;

VI – manter o teletrabalho para todas as atividades em que for possível essa modalidade, conforme condição de cada empresa;

VII – implementar medidas de prevenção nos locais de trabalho, destinadas aos trabalhadores, usuários e clientes;

VIII – realizar ampla campanha de comunicação social da empresa junto aos seus colaboradores, funcionários e clientes.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SEM SABER QUE ESTAVA NO AR, GILMAR MENDES SOLTA PALAVRÃO AO FIM DE DEBATE; ASSISTA

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes deixou escapar 1 palavrão no final de uma live que participava. O evento discutia ética nas escolhas para alocação de leitos de UTIs (unidades de terapia intensiva) e respiradores durante a pandemia.

Depois dos agradecimentos aos demais convidados do debate, o magistrado levantou da cadeira, tirou os fones de ouvido e, sem checar se ainda estava no ar, soltou 1 longo e aliviado palavrão: “Porra!”.

O trecho viralizou nas redes sociais nesta 5ª feira (4.jun.2020). A conversa foi produzida pelo IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público), cujo 1 dos sócios é Gilmar Mendes.

Por meio de seu perfil no twitter, o ministro brincou. Disse que a atitude foi resultado de “dor nas costas + idoso confuso com a tecnologia”. Afirmou que a fala se deu ao “cansaço e ao pesar” de debater tais temas.

Do Poder 369

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NOVO DECRETO EDITADO PELO GOVERNO PROÍBE FESTEJOS JUNINOS EM TODO RN

Foto: Luciano Lelys

Governo do RN publicou um novo decreto em edição extraordinária do Diário Oficial desta quinta-feira (04) que institui a política de isolamento social rígido para enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no Estado do Rio Grande do Norte. O novo documento impõe medidas de permanência domiciliar, de proteção de pessoas em grupo de risco e dá outras providências.

Entre as medidas do novo decreto está a que proíbe a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

 Art. 10.  Fica proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

SENADO CONFIRMA R$ 160 MILHÕES PARA ASILOS NO COMBATE À PANDEMIA

Imagem: Reprodução

O Plenário do Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (4) o auxílio financeiro da União no valor de até R$ 160 milhões para Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), os antigos asilos, no combate à pandemia da covid-19. A votação foi simbólica por unanimidade. Como o Projeto de Lei (PL) 1.888/2020 já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, o texto agora segue para sanção presidencial. O senador José Maranhão (MDB-PB) foi o relator da matéria, que segue para a sanção

O dinheiro virá do Fundo Nacional do Idoso, inclusive dos saldos de anos anteriores a 2020. Pelo texto, poderão receber o auxílio as instituições sem fins lucrativos inscritas nos Conselhos Municipais da Pessoa Idosa ou nos Conselhos Municipais de Assistência Social. Na ausência destes, vale a inscrição nos órgãos equivalentes de esfera estadual ou nacional.

Serão contempladas até mesmo as instituições que tiverem débito ou inadimplência em relação a impostos ou contribuições. Também não será necessária a Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social (Cebas).

Os recursos devem ser aplicados exclusivamente para atendimento à população idosa e devem ir de preferência para ações de prevenção e de controle da covid-19, compra de insumos e de equipamentos básicos para segurança e higiene dos residentes e funcionários, compra de medicamentos e adequação dos espaços para isolamento dos casos suspeitos e leves de covid-19.

O critério de rateio será definido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, considerado o número de idosos atendidos em cada instituição. Se o projeto for sancionado pela presidência da República, o repasse precisa ocorrer em até 30 dias da publicação da lei no Diário Oficial da União. O ministério tem até esse prazo também para divulgar a lista das instituições beneficiadas e os valores de repasse.

As instituições beneficiadas deverão prestar contas da aplicação dos recursos aos respectivos Conselhos da Pessoa Idosa e Conselhos de Assistência Social estaduais, distrital ou municipais.

Por:Agência Senado

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

RN: DECRETO PREVÊ RESTRIÇÕES DE CIRCULAÇÃO; SÓ SAIR DE CASA POR “EXTREMA NECESSIDADE”

Bairro do Alecrim em Natal/Foto Reprodução

O Governo do RN publicou um novo decreto em edição extraordinária do Diário Oficial desta quinta-feira (04) que institui a política de isolamento social rígido para enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no Estado do Rio Grande do Norte.    

Entre as medidas do novo decreto está a que prevê restrições de circulação para toda a população, além dos idosos e demais grupos de risco.

No Art. 8º do documento fica estabelecido o dever geral de permanência domiciliar, consistente na vedação à circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os casos de “extrema necessidade”, com o uso obrigatório de máscaras de proteção.

  Casos considerados de “extrema necessidade” :

I – o deslocamento a unidades de saúde para atendimento médico;

II – o deslocamento para fins de assistência veterinária;

III – o deslocamento para atividades ou estabelecimentos liberados e para a prática de esportes e atividades físicas individuais;

IV – a circulação para a entrega de bens essenciais a pessoas do grupo de risco;

V – o deslocamento para a compra de materiais imprescindíveis ao exercício profissional;

VI – o deslocamento a quaisquer órgãos públicos, inclusive delegacias e unidades judiciárias, no caso de necessidade de atendimento presencial ou no de cumprimento de intimação administrativa ou judicial;

VII – o deslocamento a estabelecimentos que prestam serviços essenciais ou cujo funcionamento esteja autorizado nos termos da legislação;

VIII – o deslocamento para serviços de entregas;

IX – o deslocamento para serviços domésticos em residências;

X – o deslocamento para o exercício de missão institucional, de interesse público, buscando atender a determinação de autoridade pública;

XI – a circulação de pessoas para prestar assistência ou cuidados a doentes, a idosos, a crianças ou a portadores de deficiência ou necessidades especiais;

XII – o deslocamento de pessoas que trabalham em restaurantes, congêneres ou demais estabelecimentos que, na forma da legislação, permaneçam em funcionamento exclusivamente para serviços de entrega;

XIII – o trânsito para a prestação de serviços assistenciais à população socialmente mais vulnerável;

XIV – deslocamentos em razão da atividade advocatícia, quando necessária a presença do advogado para a prática de ato ou o cumprimento de diligências necessárias à preservação da vida ou dos interesses de seus clientes;

XV – deslocamentos para outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior ou necessidade impreterível, desde que devidamente justificados.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

BOLSONARO DIZ QUE MANIFESTANTES CONTRÁRIOS AO GOVERNO SÃO “TERRORISTAS”

Foto: Reprodução / Live semanal de Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro criticou os manifestantes autodenominados antifascistas durante sua live semanal desta quinta-feira (4), transmitida pelas redes sociais. “Na verdade, são terroristas. Lamentamos não conseguir tipificar como terrorismo suas ações no passado”, disse o presidente, fazendo referência à Lei Antiterrorismo (13.260), aprovada em 2016.

No último domingo (31), manifestantes contrários ao governo protestaram na Avenida Paulista, em São Paulo. Após confusão com um grupo de apoiadores do presidente, que também estava no local, a Polícia Militar interveio. No mesmo dia, ocorreram mobilizações semelhantes no Rio de Janeiro e, na última terça-feira (2), também houve um ato em Curitiba.

O assessor para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, também participou da live ao lado do presidente. Segundo ele, os manifestantes do último domingo, e que já marcaram novas mobilizações para o fim de semana, são comparáveis aos chamados black blocs, que ficaram nacionalmente conhecidos por promoverem uma tática de protesto que incluía depredação de patrimônio, durante a jornada de mobilizações populares em junho de 2013.

“Todo brasileiro conheceu ali em 2013 os black blocs, que foram responsáveis por uma grande arruaça, quebraram tudo, vandalismo, agressão e até mesmo a morte de um cinegrafista, o Santiago [Andrade], da Bandeirantes”, afirmou Martins. O assessor do presidente ainda argumentou que o governo Bolsonaro defende liberdades e menos Estado e que, por isso, não poderia ser considerado fascista.

Ainda durante a live, Bolsonaro voltou a pedir que seus apoiadores, que têm feito manifestações a favor do governo quase todos os finais de semana, não voltem às ruas neste domingo (7), para evitar conflito com os manifestantes contrários.

“Domingo agora, esse pessoal está marcando um movimento. Eu peço a todos aqueles que nos seguem, nos acompanham, que não participem desse movimento, fiquem em casa, vão pra outro lugar qualquer, e deixem eles mostrarem o que é democracia para eles. Eu não estou torcendo para ter quebra-quebra não, mas a história nos diz que esses marginais, de preto, que vão com soco inglês, punhal, barra de ferro, coquetel molotov, geralmente eles apedrejam, queimam bancos, queimam estações de trem e outras coisas mais. […] Um bando de marginais, muitos ali são viciados, muitos têm costumes os mais variados possíveis que não condizem com a maioria da sociedade brasileira. Eles querem tumulto, querem confronto”, afirmou o presidente.

Agência Brasil

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

PARABÉNS PARA ZÉ FILHO BEZERRA

Forrozeiro desde sempre e aniversariante desta quinta-feira(04), o mipibuense José Filho Bezerra foi surpreendido na tarde de hoje com uma homenagem prestada por seus familiares.

Zé Filho, como é carinhosamente chamado por amigos e familiares, teve a data comemorada no estilo que ele mais gosta, o forró.

Para o amigo e compadre Zé Filho, desejamos uma vida longa com saúde e paz, ao lado dos seus amigos e familiares.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MINISTRO DA EDUCAÇÃO ENTREGA DEPOIMENTO À PF E É ERGUIDO POR APOIADORES; ASSISTA

O momento em que o ministro foi erguido por apoiadores ao deixar a Polícia Federal Foto: Reprodução /Twitter

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, entregou nesta 5ª feira (4.jun.2020) depoimento por escrito à Polícia Federal na sede da corporação, em Brasília. Escoltado por apoiadores, o ministro chegou a ser carregado nos ombros na saída do local.

Weintraub foi entregar pessoalmente seus esclarecimentos para as investigações sobre suposto crime de racismo. A investigação decorre de publicação feita pelo ministro nas redes sociais em 22 de maio, quando ele fez referência ao personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, para sugerir que os chineses estivessem se beneficiando da pandemia. A publicação foi apagada no mesmo dia.

Ele citou termos como “geopolítica”, fez alusão à China (com a imagem da bandeira do país asiático). Além de recorrer ao vocabulário peculiar do personagem do autor Mauricio de Souza, em que tem como marca registrada a troca da consoante “r”pela “l”.

“Geopolíticamente, quem podeLá saiL foLtalecido, em teLmos Lelativos, dessa cLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados no BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo? SeLia o Cascão ou há mais amiguinhos?”, escreveu, numa brincadeira que evoca a pronúncia do português por povos orientais.

Rodeado por seus apoiadores, o ministro exaltou que “a liberdade é a coisa mais importante numa democracia“. “E a primeira coisa que vão tentar calar é a liberdade de expressão”, completou. Assista ao momento:

Do Poder 360

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NOVO DECRETO DO GOVERNO DO RN VOLTA A IMPEDIR FUNCIONAMENTO DE SALÕES DE BELEZA E ARMARINHOS

Foto: Divulgação

novo decreto com as normas para enfrentamento da pandemia publicado pelo Governo do RN nesta quinta (4), amplia restrições e retira o funcionamento de salões de beleza e armarinhos como atividades essenciais. A medida tem validade até 16 de junho.

O decreto institui a política de isolamento social rígido para enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no Estado do Rio Grande do Norte, impõe medidas de permanência domiciliar, de proteção de pessoas em grupo de risco e dá outras providências.

O funcionamento de salões de beleza e armarinhos foi proibido no decreto do Governo do RN, publicado no dia 2 de abril. Em  novo decreto, publicado em 23 de abril, os salões de beleza e armarinhos foram considerados como serviços essenciais e voltaram a funcionar. Com a nova  publicação desta quinta-feira,  esses estabelecimentos não podem mais abrir até o dia 16 de junho.

No Art. 2º do decreto  ficam prorrogadas até 16 de junho de 2020 as medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) adotadas no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, ressalvado o prazo de suspensão das atividades escolares presenciais, que permanece até 6 de julho de 2020.

O novo decreto que estabelece ainda restrições à circulação de pessoas em vias públicas, e critérios para retomada gradual da economia a partir de 17 de junho, teve início desde as primeiras horas desta quinta-feira, em Natal, em alguns municípios da Região Metropolitana e do interior. O pacto é um esforço governamental para fazer a integração com os 167 municípios e aumentar o isolamento social.

O sistema de segurança, por meio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, está agindo de forma integrada com agentes de saúde, guardas municipais e agentes de trânsito dos municípios.

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo, compara as ações de fiscalização a uma “operação de guerra cujo inimigo é o novo coronavírus e é invisível”. O efetivo que vai atuar é o mesmo efetivo de serviço que está nas ruas normalmente, acrescido de policiais que receberão diárias operacionais para a jornada extraordinária de serviço.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

OBRAS INACABADAS NA GESTÃO NORMA FERREIRA SÃO COBRADAS PELA CAIXA ECONÔMICA

A gerência executiva da Caixa Econômica Federal no Rio Grande do Norte, emitiu no último dia 22, uma notificação de Tomada de Constas Especial -TCE OGU, ao município de São José de Mipibu, com cópia para a Câmara Municipal, estabelecendo o prazo de 45 dias para o Município apresentar justificativas sobre a não funcionalidade nas obras executadas na administração da então prefeita Norma Ferreira, nos anos de 2009, 2010 e 2011, ou devolva o valor de R$ 396.850,31(trezentos e noventa e seis mil, oitocentos e cinquenta reais e trinta e um centavos), referente aos recursos repassados pela União naqueles anos.

Desde que assumiu o município em 2012 o prefeito Arlindo Dantas tem se esforçado para dar funcionalidade às obras inacabadas executadas na gestão da ex- prefeita Norma, entraves que causam prejuízos irreparáveis ao desenvolvimento de São José de Mipibu.

A Praça dos Engenhos, construída pela atual gestão, com o prolongamento do calçadão na avenida Olavo Feliciano, é uma das áreas anteriormente prejudicadas pela gestão da ex-prefeita.

A nova praça e o calçadão deram funcionalidade à população, melhorando a acessibilidade de pessoas ao centro da cidade. Com essa obra o prefeito Arlindo Dantas corrigiu um erro da gestão passada, que poderia punir a ex-prefeita com a devolução dos recursos inicialmente aplicados, além de outras sanções.

De acordo com o setor de engenharia da Prefeitura Municipal, outras obras inacabadas e sem funcionalidade executadas na gestão da ex-prefeita Norma Ferreira dificilmente serão corrigidas, apesar do empenho do prefeito Arlindo Dantas, que tenta dentro do possível evitar que o município e a ex-prefeita sejam executados pela União.

No centro da cidade, o “Sulancão” é um exemplo das obras sem funcionalidade projetadas pela gestão da ex-prefeita. Apesar de a atual gestão ter construído a Praça de Eventos, dando funcionalidade ao espaço, o setor técnico da Caixa Econômica não consegue aceitar a nova praça como sendo uma melhoria do Sulancão, entendimento que prejudica o Município e responsabiliza a ex-prefeita pela não correta aplicação dos recursos públicos.

Além do sulancão, a gestão da ex-prefeita tem problemas com outras obras abandonadas e sem funcionalidade em algumas das comunidades rurais e bairros do município.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

IMAGENS MOSTRAM CRIANÇA SOZINHA NO ELEVADOR ANTES DE MORRER AO CAIR DE PRÉDIO

Imagens do circuito interno mostram Miguel sozinho no elevador Foto: Reprodução

Mãe do menino, Mirtes Renata, disse que os patrões são o prefeito de Tamandaré, Sérgio Hacker, e a mulher dele, Sari Corte Real.

Câmeras de circuito interno flagraram o momento em que a patroa da mãe do menino Miguel permite que ele entre sozinho no elevador do prédio onde ela mora, no Centro do Recife. O garoto de 5 anos morreu logo depois disso, ao cair do 9° andar do edfiício, nesta terça-feira.

“Ela ainda aperta um dos botões no alto no painel do equipamento, em um andar superior ao do apartamento onde residia”, afirmou o delegado Ramón Teixeira, que cuida do caso: “A moradora estava com a criança em casa, enquanto a mãe do menino (a empregada doméstica Mirtes Renata Souza ) passeava com o cachorro (dos patrões). A criança tentou ir atrás da mãe uma vez, mas não conseguiu entrar no elevador. Na segunda vez, ele entrou e se perdeu no prédio”.

As imagens mostram que Miguel Otávio Santana da Silva desceu sozinho no 9º andar, onde ficam os aparelhos de ar-condicionado, na ala comum do edifício.

O menino passava o dia com Mirtes no apartamento dos empregadores, no 5° andar. Ele caiu de uma altura de 35 metros após escalar a grade que protegia os aparelhos de ar-condicionado, segundo a perícia. Uma das peças da grade estava quebrada e com as marcas do pé da criança.

As autoridades não confirmaram a identidade da acusada, mas a mãe de Miguel disse que trabalha para o prefeito de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker, e a mulher dele, Sari Corte Real. Tamandaré fica a 114 km do Recife, no litoral sul do estado. O prefeito mantém residência nas duas cidades.

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu e autuou a patroa por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. “Ela tinha o dever de cuidar da criança. Houve comportamento negligente, por omissão, de deixar a criança sozinha no elevador”, explicou o delegado. Após pagar fiança de R$ 20 mil, a empregadora foi liberada e deverá responder ao processo em liberdade.

Em entrevista coletiva, transmitida pela internet, a polícia diz que tudo indica que Miguel sofreu o acidente quando procurava pela mãe, que tinha saído para passear com o cachorro dos patrões. Segundo perícia, ele caiu de uma altura de 35 metros.

De acordo com o delegado, a dona do apartamento, patroa da mãe de Miguel, “era a responsável legal pela guarda momentânea” do menino. Ainda segundo o delegado, o caso está previsto no Artigo 13 do Código penal, que trata de ação culposa, por causa do não cumprimento da obrigação de cuidado, vigilância ou proteção.

O delegado disse ainda que câmeras do circuito interno do condomínio mostram o momento em que a empregadora permite que Miguel entre sozinho no elevador. As câmeras de segurança do condomínio mostram também que Miguel desceu no 9º andar, sozinho. A polícia acredita que ele se perdeu ao procurar a mãe.

Em entrevista a TV Globo, Mirtes disse que a empregadora confiava seus filhos à ela, mas que não teve o mesmo cuidado quando precisou cuidar do Miguel. Ela ainda pediu justiça e disse que, se fosse ao contrário, provavelmente não teria direito à fiança.

Do Jornal Extra

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

COMITÊ RECOMENDA FISCALIZAÇÃO RIGOROSA NO RN PARA AMPLIAR ISOLAMENTO SOCIAL

Foto: Portal N10

As medidas que endurecem as regras com o objetivo de ampliar o isolamento social a partir desta quinta-feira, 04, foram discutidas com os poderes, municípios e com a sociedade civil e têm a recomendação do Comitê Científico de especialistas que assessora o Governo no Estado nas ações de combate à Covid19.

“O Comitê Científico entende que é necessário o endurecimento das medidas para que melhorem os índices de isolamento social e para fazer valer as regras previstas no decreto que coloca mais algumas restrições à circulação das pessoas”, afirmou hoje em entrevista coletiva o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN, professor Ricardo Valentim.

“O Comitê monitora diariamente os dados da pandemia e observamos a redução do isolamento social, o que é preocupante porque tem impacto direto nos índices de contaminação. É necessário endurecer a ação fiscalizatória do Estado e dos municípios para evitar mais contaminação e mortes”, declarou Valentim

O novo decreto com as normas para enfrentamento da pandemia amplia restrições e retira o funcionamento de salões de beleza e armarinhos como atividades essenciais.

“Mediante o quadro apresentado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e pelo Comitê Científico do Estado, com crescimento do número de infectados, de pacientes internados e de óbitos, o Governo publica novo decreto diante da necessidade de crescimento da taxa de isolamento social que deve ter índice entre 60 e 70%”, informou o secretário de Estado da Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

Fiscalização

O programa Pacto pela Vida teve início desde as primeiras horas desta quinta-feira, em Natal, alguns municípios da Região Metropolitana e do interior. O pacto é um esforço governamental para fazer a integração com os 167 municípios e aumentar o isolamento social.

O sistema de segurança, por meio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, está agindo de forma integrada com agentes de saúde, guardas municipais e agentes de trânsito dos municípios.

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo, compara as ações de fiscalização a uma “operação de guerra cujo inimigo é o novo coronavírus e é invisível”. O efetivo que vai atuar é o mesmo efetivo de serviço que está nas ruas normalmente, acrescido de policiais que receberão diárias operacionais para a jornada extraordinária de serviço.

Dados Epidemiológicos 

A maior incidência de infecção pelo novo coronavírus no RN acontece em Natal e Região Metropolitana da capital, na região de Mossoró e no Vale do Assu. A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi disse que hoje há 9.282 casos confirmados, 19.516 suspeitos, 16.057 descartados, 378 óbitos confirmados e 68 óbitos em investigação.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

MPF PEDE ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO CONTRA ADÉLIO BISPO, AGRESSOR DE BOLSONARO

Adélio Bispo de Oliveira deu uma facada em Bolsonaro durante a campanha eleitoral / Foto: Reprodução

Na tarde desta quinta-feira (4), o Ministério Público Federal (MPF) concluiu que  Adélio Bispo, responsável pela facada contra o então candidato à presidência Jair Bolsonaro , agiu sozinho e pediu o arquivamento do inquérito, que é o segundo aberto para investigar o caso.

A decisão pelo arquivamento do inquérito acontece depois de um  relatório da Polícia Federal (PF) finalizado em maio apontar que Adélio ” agiu sozinho , por iniciativa própria e sem ajuda de terceiros, tendo sido responsável tanto pelo planejamento da ação criminosa quanto por sua execução”.

Segundo a investigação, o autor da facada não possuia conexões com ninguém em Juíz de Fora , cidade mineira em que o crime aconteceu. Além disso, não foram encontradas movimentações financeiras atípicas nas contas de Adélio e de seus familiares.

O primeiro inquérito que investigou o caso foi encerrado em setembro de 2018, menos de um mês após o atentado. Na época, a investigação concluiu que Adélio agiu sozinho e que a motivação para o crime era “indubitavelmente política”.

Do IG/Último Segundo

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NOVO DECRETO DE ISOLAMENTO SOCIAL DO RN IMPÕE RESTRIÇÕES À CIRCULAÇÃO DE PESSOAS

Imagem mostra uma das entradas de Natal, pela BR-101, vazia durante pandemia do coronavírus — Foto: Sandro Menezes

O Governo do Rio Grande do Norte renovou o decreto de isolamento social e impôs restrições à circulação de pessoas em vias públicas. As medidas têm validade até 16 de junho. Além disso, o decreto traz um plano de reabertura das atividades econômicas a partir de 17 de junho condicionado à situação da ocupação de leitos no Estado.

Com as novas regras, o governo pretende aumentar o índice de isolamento social que nesta quarta-feira (3) estava em 40%.

O decreto estabelece regras de permanência domiciliar, ou seja, a proibição da circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ressalvados os casos de extrema necessidade, com o uso obrigatório de máscaras de proteção, que envolvam:

1 – o deslocamento a unidades de saúde para atendimento médico;

2 – o deslocamento para fins de assistência veterinária;

3 – o deslocamento para atividades ou estabelecimentos liberados e para a prática de esportes e atividades físicas individuais;

4 – a circulação para a entrega de bens essenciais a pessoas do grupo de risco;

5 – o deslocamento para a compra de materiais imprescindíveis ao exercício profissional;

6 – o deslocamento a quaisquer órgãos públicos, inclusive delegacias e unidades judiciárias, no caso de necessidade de atendimento presencial ou no de cumprimento de intimação administrativa ou judicial;

7 – o deslocamento a estabelecimentos que prestam serviços essenciais ou cujo funcionamento esteja autorizado nos termos da legislação;

8 – o deslocamento para serviços de entregas;

9 – o deslocamento para serviços domésticos em residências;

10 – o deslocamento para o exercício de missão institucional, de interesse público, buscando atender a determinação de autoridade pública;

11 – a circulação de pessoas para prestar assistência ou cuidados a doentes, a idosos, a crianças ou a portadores de deficiência ou necessidades especiais;

12 – o deslocamento de pessoas que trabalham em restaurantes, congêneres ou demais estabelecimentos que, na forma da legislação, permaneçam em funcionamento exclusivamente para serviços de entrega;

13 – o trânsito para a prestação de serviços assistenciais à população socialmente mais vulnerável;

14 – deslocamentos em razão da atividade advocatícia, quando necessária a presença do advogado para a prática de ato ou o cumprimento de diligências necessárias à preservação da vida ou dos interesses de seus clientes;

15 – deslocamentos para outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior ou necessidade impreterível, desde que devidamente justificados.

Idosos e grupo de risco

De acordo com o novo decreto, idosos e pessoas enquadradas no grupo de risco da Covid-19 não podem circular em espaços e vias públicas, exceto, com o uso obrigatório de máscaras de proteção, para:

1 – compras em farmácias, supermercados e outros estabelecimentos que forneçam itens essenciais à subsistência;

2 – deslocamentos por motivos de saúde; deslocamento para agências bancárias e similares;

3 – deslocamentos para outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior ou necessidade impreterível, desde que devidamente justificados.

Essa proibição não se aplica aos agentes públicos, profissionais de saúde e de quaisquer outros setores cujo funcionamento seja essencial para o controle da pandemia de Covid-19.

Fiscalização

O decreto diz ainda que o Estado vai disponibilizar aos municípios as forças de segurança para dar o apoio complementar necessário à vedação de circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os casos de extrema necessidade; abordagem e controle de circulação de veículos particulares; controle da entrada e saída de pessoas e veículos no município; fechamento das orlas urbanas.

Para casos de descumprimento, o o decreto prevê multa de R$ 50 a R$ 1 mil para infrações leves e de R$ 1.001 a R$ 4.999 para infrações moderadas.

Festejos Juninos proibidos

A partir da publicação deste decreto, fica proibida também a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no RN, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício. o objetivo é diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

Parágrafo único. Permanecem vigentes, para as multas consideradas graves e gravíssimas, os valores previstos no Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, e na Portaria nº 001/2020-SESAP/SESED, de 4 de abril de 2020, ou as que vierem a sucedê-la.

Art. 18. A multa será aplicada mediante os princípios da proporcionalidade e razoabilidade e, quando cometidas por pessoas jurídicas, poderá variar entre:

I – R$ 1.000,00 (mil reais) e R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para as consideradas leves cometidas;

II – R$ 5.001,00 (cinco mil e um reais) e 24.999,99 (vinte e quatro mil, novecentos e noventa e nove reais e noventa e nove centavos) para as consideradas moderadas.

Art. 10. Fica proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

De acordo com os dados atualizados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), divulgados nesta quinta-feira (4), o número de infectados pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte permanece em ritmo crescente, São 9.282 casos, 133 a mais que a atualização desta quarta (3), quando o RN contabilizava 9.149 casos. Além disso, o estado já tem 378 óbitos em decorrência da doença.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade

NATAL: POLICIAIS ATUAM E COMERCIANTES DISCORDAM DO FECHAMENTO DO COMÉRCIO DO ALECRIM

Imagem: Reprodução

Policiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros cumprem nesta quinta-feira(04), decreto do Governo do Estado determinando o fechamento de lojas, camelôs e outros estabelecimentos não essenciais no centro do Alecrim, em Natal.

Insatisfeitos com a determinação comerciantes chegaram a fazer um protesto fechando a avenida Presidente Bandeira, no coração do Alecrim, ao lado do camelódromo. Após negociação com a Polícia Militar o acesso foi liberado para passagem de transporte público.

Deixe o seu comentário (0)
Publicidade