MULHER DE ROBERTO JUSTUS RECLAMA DE DORMIR COM A FILHA 2 NOITES E REVOLTA WEB

 

Foto: Divulgação / Instagram

A mulher de Roberto Justus, Ana Paula Siebert reclamou de dormir com a filha, Vicky, de um ano e meio, por duas noites, no lugar da babá da criança, que é quem assume a função habitualmente. A reclamação gerou revolta nas redes sociais. O vídeo, datado de segunda-feira, 8, viralizou e está repercutindo na web.

Usando seu perfil no Instagram, a mulher de Roberto Justus gravou stories deitada na cama, super maquiada, de roupão branco e afirmou: “Gente, estou acabada, sobrou só o pó na segunda-feira depois de um fim de semana cuidando da Vicky. Eu não estou acostumada a dormir com a Vicky. Ela dorme com a babá, todo dia ela dorme com a babá”, disse Ana Paula Siebert.

“E aí, nesse final de semana, eu dormi com ela e, a cada vez que ela se mexe no berço, eu levanto da cama pra ver se está tudo bem, porque eu sou dessas! Então, assim, é aquele sono picado. Eu não tive, tipo assim, horas de sono sem levantar. Mamães me entenderão. É um desabafo de quem está cansada”, completou Ana Paula.

No Twitter, a mulher de Roberto Justus foi criticada. “Enquanto isso as mães sofridas que nem eu, se mata para trabalhar, cuidar da casa, do filho, acorda na madrugada e não ganha um real com publi kkk e ainda tem que aguentar as comparações de corpo e passeios e todo brilho inexistente da maternidade”, reclamou uma internauta.

“Porque essas pessoas têm filho?”, questionou outra.

“Para terceirizar o cuidado, mas posar como mãe na internet e lucrar com marcas que pagam por público”, respondeu uma usuária da rede social

“Um dia desses li uma frase que dizia mais ou menos assim: para o rico não é sobre criar filho, é sobre gerar herdeiros”, ponderou um internauta.

“O mercado de animais de estimação criou seres humanos terríveis. Pessoas incapazes de criar animais estão criando pessoas. Virou moda ser mãe-influencer ou influencer-mãe, expor os dramas nas redes sociais buscando engajamento e patrocinadores”, teorizou outro.

Desabafo de Ana Paula Siebert

 Ana Paula Siebert desabafou  nesta quinta-feira (11) e rebateu as críticas pesadas que vem sofrendo desde que falou sobre estar cansada.

“Bem-vindos ao mundo dos juízes das mamães… ao mundo onde as pessoas que não te conhecem julgam a sua maternidade. Afinal de contas, elas moram na sua casa, acompanham a criação dos seus filhos e principalmente sabem mais que você, né? Quando parei de amamentar aos quase 6 meses me criticaram por não ser mãe… desde quando ao parar de amamentar uma mulher deixa de ser mãe? Algumas nem mesmo conseguem amamentar e não serão menos mães por isso! Há alguns dias falei nos stories que minha filha dorme com a babá (sim uma pessoa maravilhosa que tenho a sorte de ter e que confio de olhos fechados)”, disse ela.

A esposa de Roberto Justus então conta que está sofrendo ataques inaceitáveis. “Agora, qual o problema em não dormir todos os dias com a minha filha? Até falaram que é a primeira vez que durmo com ela e que eu nem sei trocar uma fralda! Oi?! Também que sou uma mãe monstra e que Deus não deveria ter me dado um filho! Fico pensando onde esse mundo vai parar com tanto ódio no coração das pessoas!”, perguntou ela.

Catraca Livre/YouYes

 

LUTADOR MORRE APÓS CAIR DE MOTO E SER ATROPELADO POR CAMINHÃO NA BR-101 EM PARNAMIRIM

Foto 1: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi/ Foto 2: Reprodução/Redes sociais

No início da noite desta quinta-feira (11), um motociclista morreu  depois de cair da moto e ser atropelado por um caminhão na via marginal da BR-101 em Parnamirim,  Região Metropolitana de Natal.

A vítima  identificada como Daniel Rodrigues de Melo Filho, de 30 anos de idade, era professor de artes marciais e morava em Santa Cruz, no interior do estado. O acidente aconteceu na altura do Parque Aristófanes Fernandes. Os veículos trafegavam na marginal da pista no sentido de Parnamirim para Natal.

De acordo com informações da  a Polícia Rodoviária Federal, o motociclista caiu da moto e em seguida foi atropelado. A moto transitava na frente da carreta na linha que divide as duas faixas. Em determinado momento, o motociclista invadiu a faixa da esquerda, quando percebeu que vinha a carreta muito próxima e  se assustou, perdendo o controle e caindo  na frente do caminhão. O motorista da carreta, que estava a mais de 2 metros de altura, não percebeu o motociclista.

A moto ficou destruída embaixo dos pneus do caminhão. O corpo do lutador também ficou preso às ferragens embaixo do veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a retirada do corpo.

 

NELTER QUEIROZ CRITICA DETRAN SOBRE DESCREDENCIAMENTO DE AUTO-ESCOLAS PARA CURSOS ESPECIALIZADOS

Foto: Divulgação

Em sessão plenária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (11), o deputado Nelter Queiroz (MDB) repercutiu a decisão do governo estadual, através do Detran, de descredenciar autoescolas de Currais Novos, Mossoró, Caicó e Assu, dentre outras, que ofereciam cursos especializados para motoristas profissionais.

“A governadora Fátima, que se dizia de origem popular, descredenciou as autoescolas que promoviam cursos de mototaxistas, motofretistas, transporte coletivo de passageiros, cargas e produtos perigosos, transporte escolar e instrutor de trânsito. Agora, as pessoas que precisam desses diplomas para procurar emprego terão que se deslocar para o SEST SENAT, em Natal ou Mossoró. A governadora prejudicou mais uma vez os mais humildes”, criticou o parlamentar, alegando que a decisão foi centralizadora.

Para Queiroz, a decisão também é prejudicial para as autoescolas, que deixarão de gerar postos de trabalho e terão que demitir seus instrutores que conduziam esses cursos especializados. “É lamentável essa situação. Ontem eu vi as manifestações em frente ao Detran, e rendo aqui minha solidariedade a esses trabalhadores”, finalizou, cobrando ao DETRAN que retome entendimento anterior e reabilitar as autoescolas não realização destes cursos.

CEASA/RN E PROGRAMA CESTA SOLIDÁRIA PARTICIPARÃO DA 59ª FESTA DO BOI

Foto: Adriano Abreu

A edição 2021 da festa será presencial e estima a participação de mais de 300 mil visitantes.

A partir deste sábado (13), no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, terá início mais uma edição da tradicional Festa do Boi. Com o tema “O RN Que Dá Certo”, o Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape/RN), levará para a 59ª edição do evento uma gama de projetos e ações de grande relevância. A Centrais de Abastecimento do RN (Ceasa/RN) estará presente com um espaço que vai mostrar um pouco do trabalho realizado pelo órgão aos participantes.

Localizado ao lado da sede do Governo do RN na Festa do Boi, o estande da Ceasa vai contar com a participação de alguns permissionários do órgão, que farão ativações de suas marcas. De acordo com o diretor-presidente da Ceasa/RN, Flávio Morais, “esta oportunidade ampliará a divulgação de nossos lojistas e permitirá que a população que habitualmente não frequenta a Ceasa, possa se familiarizar com nossos produtos e serviços”.

Com 45 anos de prestação de serviços, a Ceasa/RN é um dos espaços mais tradicionais na comercialização de hortifrutis no RN e dá vazão para a produção de pequenos, médios e grandes produtores. “Esperamos que a população visite nosso estande, interagindo com nossa equipe, para conhecer a grandeza da Ceasa e sua relevância para a economia do estado. Serão todos muito bem-vindos!”, finalizou Flávio Morais.

Cesta Solidária é destaque no estande da Ceasa/RN

Também fará parte do estande da Ceasa uma das mais exitosas experiências do órgão, o programa social Cesta Solidária, que é responsável por fazer uma ponte entre os permissionários que desejam doar alimentos que não servem mais para comercialização, mas ainda podem ser consumidos, com famílias em situação de vulnerabilidade e instituições de caridade.

CHAPA DE LULA COM ALCKMIN É CONSIDERADA DIFÍCIL PELO PT, MAS NÃO IMPOSSÍVEL

O ex-governador Geraldo Alckmin e o ex-presidente Lula Foto: Arquivo/O Globo

A união do ex-governador Geraldo Alckmin com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva numa chapa para disputar a eleição presidencial do próximo ano é vista como difícil mas não impossível pela cúpula do PT. Os dois se encontraram duas vezes nos últimos meses e abriram um canal de diálogo.

Pessoas próximas a Lula dizem que não houve convite para a aliança e que as conversas fizeram parte do esforço do petista de criar interlocução com atores comprometidos com a democracia, diante dos ataques às instituições feito pelo presidente Jair Bolsonaro.

Dentro desse movimento, o líder petista também se encontrou nos últimos meses com outras lideranças do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o senador Tasso Jereissati (CE). Ao contrário do que aconteceu nesses dois casos, a conversa com Alckmin não foi divulgada pela assessoria de Lula em suas redes sociais.

Alckmin já anunciou que pretende deixar o PSDB. Um eventual convite formal a Alckmin só viria no ano que vem, após o petista conseguir definir de forma mais concreta os partidos com que poderá contar como aliados. De acordo com interlocutores do ex-presidente, o ex-governador paulista poderia ser vice na chapa tanto pelo PSB, partido hoje mais próximo de se aliar a Lula, como pelo PSD.

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, quer ver o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (MG), como candidato ao Planalto, mas parte do mundo político desconfia que a inciativa não seja para valer.

Histórico conhecido

Em conversas internas, Lula ressalta que Alckmin tem compromisso com a democracia e que todos conhecem a sua forma de pensar e agir, dado o seu longo histórico na política. O ex-presidente cita os ataques proferidos pelo tucano quando o enfrentou na eleição presidencial de 2006, mas considera que, apesar de duros, estiveram dentro do aceitável. Além disso, como governador, sempre tratou os então presidentes Lula e Dilma Rousseff com respeito.

No dia em que jornal “Folha de S. Paulo” mostrou que lideranças do PT e do PSB tentavam viabilizar a chapa, Alckmin foi às redes sociais dizer: “Muitas especulações têm surgido nos últimos dias sobre nosso futuro político. Sigo percorrendo São Paulo e pensando nos problemas da nossa gente. Quero deixar claro que vocês serão os primeiros a saber de qualquer novidade”.

Um aliado próximo do ex-governador acredita que, pelo seu histórico, caso descartasse completamente a possibilidade de se aliar a Lula, Alckmin teria sido mais direto. Da forma que se manifestou, deixou o caminho aberto.

Uma união com Lula poderia colocar o ainda tucano como uma figura de destaque no plano nacional novamente depois da derrota na eleição de 2018, quando teve apenas 4,7% dos votos válidos.

Por outro lado, o ex-governador desagradaria a sua base conservadora no interior do estado e também políticos aliados em São Paulo. Prefeitos ligados a Alckmin teriam dificuldade de explicar em suas cidades uma união com o PT.

A intenção inicial de Alckmin é concorrer ao governo de São Paulo. Além do PSD, ele vinha negociando também o ingresso no União Brasil, partido que surgirá da fusão do DEM com o PSL. Seu grande objetivo na disputa é derrotar o atual governador João Doria, que pretende apoiar o seu vice, Rodrigo Garcia (PSDB).

O Globo

CPI DA COVID NO RN OUVE EX-DIRETOR DO HOSPITAL JOÃO MACHADO E PROCURADOR-GERAL DO ESTADO SOBRE CONTRATAÇÃO DE LEITOS E COMPRA DE EQUIPAMENTOS

Foto: Eduardo Maia/ALRN

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte voltou a discutir, na tarde desta quinta-feira (11), contratos investigados referentes à pandemia do novo coronavírus no estado. O ex-diretor médico do Hospital João Machado, Rafael Góis, e o procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho da Silva, foram ouvidos na condição de testemunha e convidado, respectivamente. A contratação de leitos para os hospitais João Machado e Alfredo Mesquita foi discutida, assim como ações para que o Estado consiga recuperar os quase R$ 5 milhões pagos pelo Rio Grande do Norte através do Consórcio Nordeste na compra frustrada de respiradores.

Primeiro a ser ouvido, o médico Rafael Góis explicou como ocorria o acompanhamento do cumprimento dos serviços previstos no contrato entre o Estado e a Organização Social que geria os leitos no João Machado. O ex-diretor explicou que havia problemas e que foram relatados, mas que os serviços foram prestados, assim como a disponibilização dos equipamentos e insumos necessários para operacionalização dos leitos de UTI Covid. A suplente na relatoria da CPI, deputada Isolda Dantas (PT), o presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), e o deputado membro George Soares (PL), fizeram perguntas ao profissional, que não é investigado no processo.

Na sequência da reunião da CPI, o procurador-geral do Estado, Luiz Eduardo Marinho, falou sobre as ações da Procuradoria na pandemia com vistas a dar celeridade aos processos de aquisição de equipamentos e contratação de serviços. Na reunião, ainda, Marinho falou sobre as diretrizes do Consórcio Nordeste e como ocorria o trâmite para as contratações. Segundo ele, a análise para a compra dos respiradores ocorreu pelo estado que liderava o Consórcio à época, a Bahia. Marinho confirmou ainda que o Rio Grande do Norte ingressou com uma ação civil pública contra empresas e pessoas físicas para reaver os R$ 4,8 milhões pagos através do Consórcio Nordeste à empresa Hempcare.

“Ingressamos contra todos que tínhamos informações que indicassem responsabilidade”, explicou o procurador, mas ponderando que a ação está sob segredo de Justiça.

O presidente Kelps Lima solicitou informações sobre a ação e recebeu o compromisso do procurador de encaminhar os dados. O parlamentar também questionou o procurador sobre os indícios encontrados que, segundo o presidente da CPI, poderiam apontar para corrupção, não somente de fraudes.

“Há uma diferença e é preciso que deixemos isso claro, porque, na minha opinião, as informações apontam para corrupção, e há uma diferença significativa entre isso”, disse Kelps, que afirmou, contudo, respeitar o posicionamento do procurador em adotar uma postura mais cautelosa ao se referir à investigação.

SENADORES CONFIRMAM PROJETOS COM RECURSOS PARA O AUXÍLIO BRASIL

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Em sessão do Congresso Nacional, nesta quinta-feira (11), os senadores confirmaram a aprovação do PLN 26/2021, que libera crédito especial de R$ 9,364 bilhões para o programa Auxílio Brasil. Mais cedo, o projeto já havia sido aprovado pelos deputados. Por conta da pandemia do coronavírus, as sessões do Congresso estão sendo realizadas com medidas de segurança sanitária, com deputados e senadores votando de forma separada.

O projeto libera recursos para pagar ainda neste ano o programa social Auxílio Brasil (MP 1.061/2021), que substituiu o Bolsa Família. Os recursos serão remanejados das despesas primárias do programa anterior.

Distribuição

O Auxílio Brasil destina recursos para a famílias em situação de vulnerabilidade social. Também estabelece medidas de incentivo ao empreendedorismo, ao microcrédito e à autonomia das famílias beneficiárias, por meio da inclusão produtiva rural e urbana, com vistas à empregabilidade e à emancipação cidadã.

Os recursos do PLN 26/2021 serão distribuídos da seguinte forma:

— R$ 9,268 bilhões vão para transferência de renda com benefícios e auxílios para 14,695 milhões de famílias.

— R$ 93,4 milhões se destinam ao apoio de municípios por meio do Índice de Gestão Descentralizada do Programa Auxílio Brasil.

— R$ 2 milhões serão gastos com gestão e disseminação de informações para o público do programa.

Diretriz

Na mesma sessão do Congresso, deputados e senadores aprovaram o PLN 23/2021, relatado pelo senador Carlos Fávaro (PSD-MT). O projeto adapta o Plano Plurianual (PPA) em vigor (Lei 13.971, de 2019) ao Auxílio Brasil. O texto prevê gastos de R$ 76,4 bilhões, entre 2021 e 2023, com o novo programa assistencial.

O Auxílio Brasil, vinculado ao Ministério da Cidadania, tem como diretriz a promoção e a defesa dos direitos humanos com foco no amparo à família. A meta é atender a 100% das famílias elegíveis ao programa.

O PLN 23/2021 não exclui ainda do PPA o programa Bolsa Família, cuja lei somente será revogada após a tramitação da MP 1.061 no Congresso. No entanto, as correções de vinculação entre as programações orçamentárias e o novo programa devem desidratar o programa anterior.

Fonte: Agência Senado

COMISSÕES PROMOVEM AUDIÊNCIA SOBRE REGULARIZAÇÃO PROFISSIONAL DOS MOTORISTAS DE APLICATIVOS

Rovena Rosa/Agência Brasil

As comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados promovem audiência pública na terça-feira (16) para debater a regularização profissional dos trabalhadores que exercem atividades de transporte de passageiros e entrega de mercadorias, com uso das plataformas digitais.

Atualmente, tramitam no Congresso Nacional cerca de 60 projetos de lei envolvendo o trabalho para plataformas digitais, em particular relativos aos motoristas de transporte de passageiros e entrega de mercadorias.

Foram convidados para a audiência pública representantes de sindicatos e cooperativas de motoristas, além de associações de advogados e da Justiça do Trabalho. Confira a lista completa aqui.

O evento será realizado às 14 horas, no plenário 7, e terá transmissão interativa pelo e-Democracia.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

PRESOS SÃO MANTIDOS NUS EM PÁTIO DE PENITENCIÁRIA; DIRETOR É AFASTADO

Foto: Reprodução / GAFPPL-MG

Dezenas de presos foram mantidos nus sentados no pátio da Penitenciária de Formiga I, em Minas Gerais após reclamarem das más condições de água e comida. Esta é a denúncia feita pelo GAFPPL (Grupo de Amigos e Familiares de Pessoas em Privação de Liberdade), com base em imagens, além de relatos de familiares e advogados de detentos.

Fotos mostram os presos apenas utilizando máscaras de proteção contra a covid-19. Nas imagens, eles estão escoltados por agentes e também pelo então diretor-geral da penitenciária, Ronaldo Antônio Gomides. Após a veiculação das imagens, Gomides foi afastado do cargo e um processo administrativo foi instaurado. As imagens foram publicadas inicialmente pela Folha de S. Paulo e confirmadas pelo UOL.

De acordo com Maria Tereza dos Santos, presidente do GAFFPL, o grupo ficou naquela posição por cerca de oito horas, entre 7h e 15h do dia 22 de outubro. “Eles estavam reivindicando maior tempo de água, porque eles ficam muito tempo do dia sem água e isso não é só nessa unidade”, afirma Maria Tereza.

Como exemplo, ela cita um incêndio que aconteceu no último dia 4, no presídio de Ribeirão das Neves II. “Se a água não falta, qual o motivo para não controlarem o incêndio?”, questiona Maria Tereza.

Na ocasião, detentos atearam fogo em um colchão também em forma de protesto contra a falta de água e má alimentação, denúncia comum também ao presídio de Formiga.

”Eles estão magros, desnutridos. Ficam dois ou três dias sem comer, porque a comida é imprópria para consumo. E se fazem qualquer reclamação, eles apanham e recebem spray de pimenta”, diz Maria Tereza dos Santos, presidente do Grupo de Amigos e Familiares de Pessoas em Privação de Liberdade.

Procurada pelo UOL, a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) de Minas Gerais afirmou, em nota, que “não procedem” tais denúncias em relação à falta de água e alimentação.

Maria Tereza afirma que, de acordo com familiares, os alimentos enviados pelas famílias, como biscoitos e frutas, foram jogados fora no momento da intervenção em Formiga.

“Eles reclamaram que não tinha comida, que a comida não estava boa e houve um descontentamento. Eles ficaram sem alimento nenhum, tudo que tinha na cela tiraram”, diz Maria Tereza.

Sobre as imagens de presos nus na Penitenciária de Formiga, a Sejusp afirma que “a operação de retirada de presos e pertences das celas se deu após movimento de subversão da ordem”. De acordo a pasta, para conter um princípio de queima de colchões, o GIR (Grupamento de Intervenção Rápida) da Polícia Penal foi acionado. A pasta nega, contudo, que tenha sidofseo uma tentativa de rebelião ou motim.

“Um procedimento interno já foi instaurado para apurar a motivação da realização das imagens e a sua veiculação. Ainda, o Depen-MG ressalta que não compactua com qualquer desvio de conduta dos seus servidores e que todas as denúncias são apuradas, respeitando a ampla defesa e o contraditório”, diz a nota enviada à reportagem.

Sérgio Evaristo de Souza, diretor-regional de Polícia Penal da 7ª Risp (Região Integrada de Segurança Pública) assumiu interinamente a direção da unidade prisional.

UOL

STF JULGA VALIDADE DE DECISÕES SOBRE DESCONTOS EM MENSALIDADE ESCOLAR

Foto: Marcello Casal Jr

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta quinta-feira (11) ações que contestam decisões judiciais que concederam descontos lineares nas mensalidades de faculdades durante a pandemia de covid-19. Entidades particulares pretendem derrubar a concessão de descontos compulsórios.

Na sessão de hoje, os ministros julgaram a admissibilidade das ações. O mérito da discussão será analisado na quarta-feira (17).

Devido aos efeitos econômicos provocados pela pandemia, pais e alunos passaram a cobrar a redução do valor das mensalidades diante das dificuldades de pagamento, proibição de aulas presenciais e adoção de aulas virtuais. Com a falta de consenso, o Judiciário foi acionado, e diversos juízes obrigaram à redução das cobranças.

Nas ações, protocoladas pelo Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras e pela Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup), as entidades alegam que foi retirado das escolas privadas o poder de negociar com os pais ou alunos individualmente os atrasos no pagamento, beneficiando quem não teve a renda afetada durante a pandemia.

Além disso, o setor alega que o serviço educacional continua sendo prestado de forma remota, por meio de aulas virtuais, autorizadas pelo Conselho Nacional de Educação. Segundo a Anup, a medida causa dificuldades financeiras aos estabelecimentos, que correm o risco de encerrar suas atividades devido a sua insustentabilidade econômica.

As ações são relatadas pela ministra Rosa Weber.

Agência Brasil

DEPUTADOS APROVAM LIBERAÇÃO DE R$ 9,3 BILHÕES PARA AUXÍLIO BRASIL

Foto: Reprodução

Os deputados federais aprovaram, nesta quinta-feira (11), por votação simbólica, em sessão do Congresso Nacional, o Projeto de Lei do Congresso (PLN) 26/21, que abre crédito especial de R$ 9,3 bilhões do Orçamento de Seguridade Social em favor do Ministério da Cidadania. O dinheiro será usado para pagar o Auxílio Brasil, programa social que substituirá Bolsa Família, neste ano.

Os parlamentares também aprovaram o PLN 23/21, que inclui o Auxílio Brasil no Plano Plurianual (PPA), com previsão de gasto de R$ 76,4 bilhões até 2023. Entretanto, este PLN não excluirá do PPA o Bolsa Família, que será revogado somente após a tramitação da Medida Provisória (MP) n° 1.061/21, que institui o novo programa social.

As propostas ainda passarão pela análise dos senadores nesta quinta-feira. Só depois serão enviadas para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O deputado Danilo Forte (PSDB-CE), relator do PLN 26/21, destacou que, por meio do projeto, espera-se que as famílias em condição de pobreza ou de extrema pobreza, registradas no Cadastro Único (CadÚnico) passem a receber um benefício mensal mínimo de R$ 400.

Forte acrescentou que o número de beneficiários também deverá ser ampliado, tendo como meta o atendimento de 16,9 milhões de famílias. Atualmente, 14,7 milhões são atendidas.

Metrópoles

CÂMERAS DE SEGURANÇA MOSTRAM GARÇOM SEPARANDO BRIGA COM PIZZA E VÍDEO VIRALIZA

Foto: Reprodução

As câmeras de segurança de uma pizzaria em Los Angeles, nos Estados Unidos, flagraram um momento inusitado na tarde do último dia 15 de setembro: dois homens estão brigando do lado de fora do estabelecimento e foram separados pelo garçom do local, que ofereceu uma fatia de pizza para selar a paz entre os dois. O registro já foi visto por mais de cinco milhões de pessoas.

No vídeo, é possível perceber o momento em que os homens iniciam a briga, que chama a atenção dos clientes da pizzaria. Logo, o garçom chega para entregar uma pizza em uma das mesas e é avisado da briga que acontece, ele corre até os homens e oferece uma fatia de pizza caso eles parem de brigar. Os dois aceitam, pegam suas pizzas e saem cada um para o seu lado.  O fato aconteceu há alguns anos atrás, no entanto, voltou a viralizar, nesta quinta-feira (11), nas redes sociais.

O Globo

CAERN INFORMA ALTERAÇÃO NO RODÍZIO DE ABASTECIMENTO EM JARDIM DO SERIDÓ

Foto: Reprodução G1

Jardim do Seridó está dividida em três setores. Os setores 1 e 2 receberão água durante três dias e o setor de número 3 terá água durante quatro dias. O bairro Ana Cunha terá abastecimento em dias específicos. A orientação é que a população reserve água durante o período em que não está sendo abastecida.

No dia 1° de novembro, a cidade entrou em rodízio porque o açude Zangalheiras entrou em volume morto. A cidade está recebendo água da Barragem Boqueirão em Parelhas.

A Caern fez alteração no cronograma de abastecimento da cidade de Jardim do Seridó. A adequação foi necessária para melhorar a oferta de água nas áreas altas da cidade, que vem apresentando dificuldade de abastecimento.

CONFIRA O CRONOGRAMA DE ABASTECIMENTO:

SETOR 1
BAIRROS DO SETOR 1: Conjuntos habitacionais Luzia Leopoldina e Aluízio Alves; bairros Caixa d’água, Comissão, Baixa da Beleza e Alto Baixo.
DIAS: 17,18,19,27,28,29

SETOR 2
BAIRROS DO SETOR 2:  Centro, São João, Matadouro e Esplanada.
DIAS: 10,11,12,20,21,22,30

SETOR 3
BAIRROS DO SETOR 3: Novo Horizonte, Cohab, Bandeira Branca, Fazenda Petrópolis, Conjunto Walfredo Gurgel, Bela Vista e Alto do Abrigo.
DIAS: 13,14,15,16,23,24,25,26

BAIRRO ANA CUNHA
DIAS: 12,17,22,27

JUSTIÇA REDUZ PARA R$ 11 MIL FIANÇA DE IVÊNIO HERMES; SOLTURA SÓ OCORRE NESTA SEXTA (12)

Foto: Alex Régis

O valor da fiança necessária para que o ex-coordenador de Análises Criminais da Sesed, Ivênio Hermes, possa ser solto foi reduzido para R$ 11 mil, o equivalente a dez salários mínimos. A mudança ocorreu após decisão judicial expedida na tarde desta quinta-feira (11), obtida após recurso impetrado pela defesa de Ivênio contra os R$ 44 mil estipulados na audiência de custódia da última terça-feira. Apesar do valor já ter sido pago, o ex-coordenador só será solto nesta sexta-feira.

A defesa afirma que aguarda a conclusão da “parte burocrática”, já que o alvará de soltura só pode ser expedido durante expediente – já encerrado nesta quinta. Ivênio está preso desde a noite da segunda-feira (8), quando atirou contra a residência de um vizinho, com quem discutiu. A redução do valor consta em decisão da juíza Ada Maria da Cunha Galvão, da 4ª Vara Criminal de Natal, na qual é citada a manifestação do Ministério Público favorável para a redução ao patamar mínimo previsto no código penal, correspondente a dez salários mínimos – o equivalente a R$ 11 mil.

No entanto, a magistrada reforça que, diferente do que sustenta a defesa de Ivênio, ele não é hipossuficiente e cita a remuneração como Policial Rodoviário Federal aposentado para negar o pedido de dispensa da fiança, um dos pedidos da defesa no recurso impetrado. De acordo com dados dos portais da transparência do Governo Federal e do Governo do Estado, Ivênio Hermes recebe R$ 15.702,70 de aposentadoria como ex-policial rodoviário federal, além de R$ 5.217,88 em sua função no Governo do Estado, da qual foi exonerado na quarta-feira (10).

O recurso da defesa foi acolhido parcialmente, com as medidas cautelares impostas anteriormente sendo mantidas. como precisará comparecer em juízo, mensalmente, entre os dias 20 e 30 de cada mês para informar e justificar atividades. Além disso, ele está proibido de sair de Natal por mais de 8 dias, enquanto durar o processo, e, em vindo a ser condenado, até o seu trânsito em julgado; informar ao juízo competente eventual mudança de endereço e suspensão do porte/posse de arma de fogo. Ivênio também está proibido de manter qualquer contato ou se aproximar das vítimas.

A defesa avançou com o pedido em duas frentes. Na própria terça, uma medida de urgência dentro do habeas corpus foi apresentada ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), negada pelo desembargador Expedido Ferreira no mesmo dia durante seu plantão. O mérito do habeas corpus, no entanto, ainda será julgado. O outro caminho foi recurso apresentado junto à 3ª Vara Criminal, que julgaria o pedido até que o magistrado Raimundo Carlyle de Oliveira Costa alegar suspeição, o que causou redistribuição para a 4ª Vara Criminal, que decidiu pela redução do valor da fiança nesta quinta-feira.

O caso

Ivênio Hermes foi preso após se envolver em uma discussão com vizinhos, na zona Sul de Natal. O então analista criminal do Estado teria se queixado de um adolescente e uma criança que supostamente estariam apertando a campainha de sua casa insistentemente e, em seguida, correndo. O pai das crianças, que é um uruguaio instrutor de surfe, foi até a casa de Hermes e afirmou que não eram seus filhos que estavam tocando a campainha. Então, teria começado uma discussão.

Nesse momento, segundo o uruguaio, ele retornou para casa com os filhos e foi seguido por Ivênio Hermes, que supostamente seguia discutindo. Então, Hermes teria começado a efetuar os disparos. O pai das crianças disse que correu para dentro de casa com os dois e que os tiros estavam atingindo a parede de sua garagem. Há relatos de que cápsulas de dois calibres foram encontrados no local, além de marcas de perfurações no imóvel.

A Polícia foi acionada e Ivênio Hermes preso em flagrante. Desde então, ele está detido por ameaça e disparo de arma de fogo. O caso, contudo, ainda está com a Polícia Civil, que poderá indiciar Ivênio Hermes por outros crimes, de acordo com o que for apurado na investigação.

Tribuna do Norte

ALEC BALDWIN É PROCESSADO POR NEGLIGÊNCIA PELO DISPARO FATAL DURANTE FILMAGEM

Foto: Sonia Recchia/Getty Images/AFP; Angela Weiss/AFP

Um membro da equipe do filme Rust abriu um processo por negligência contra o ator americano Alec Baldwin pelos disparos que levaram à morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no mês passado, informaram advogados nesta quarta-feira, 10.

O processo também cita a armeira Hannah Gutiérrez-Reed, que afirmou através de seus representantes legais que estava sendo “incriminada” pela morte de Halyna.

O técnico-chefe de iluminação do filme, Serge Svetnoy, afirma no processo que o incidente “foi causado por atos de negligência e omissões” de Baldwin, protagonista e produtor, e de outros. “Não havia nenhum motivo para colocar uma bala de verdade naquele revólver, ou para que ele estivesse no set de Rust, e a presença de uma bala em um revólver representava uma ameaça letal para todos ao redor”, diz a ação, movida em um tribunal de Los Angeles.

Svetnoy alega que Baldwin, o vice-diretor do filme, Dave Halls, e Hannah não seguiram as práticas da indústria cinematográfica no manuseio de armas e “permitiram que um revólver carregado com munição real atingisse pessoas”. Em comunicado divulgado hoje, os advogados da armeira do filme insistiram em que ela não sabia por que havia munição de verdade no set.

“Estamos pedindo uma investigação completa de todos os fatos, incluindo as balas reais e quem as colocou ali “, declarou o advogado Jason Bowles. “Estamos convencidos de que foi uma sabotagem. Também acreditamos que a cena foi alterada antes da chegada da polícia.”

Em entrevista exibida nesta quarta-feira, a promotora distrital do condado de Santa Fé, Mary Carmack-Altwies, descartou a ideia de conspiração. “Não temos nenhuma prova”, disse ao ABC News.

Estadão

Topo