INSTITUTO METRÓPOLE DIGITAL DA UFRN OFERECE 9,3 MIL VAGAS PARA CURSOS GRATUITOS EM TI

Iniciativa do Ministério da Educação (MEC), o Programa Novos Caminhos, em parceria com o Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), está oferecendo 9,3 mil vagas para sua 4ª turma de cursos online e gratuitos em Tecnologia da Informação (TI).

As oportunidades abrangem três tipos de formação: programação web e para dispositivos móveis e desenvolvimento de jogos eletrônicos. As inscrições, que podem ser feitas por meio da página do programa, seguem abertas até o dia 21 deste mês.

A seleção acontecerá mediante sorteio, cujo resultado será divulgado no dia 22 de outubro. As aulas online estão previstas para começarem no dia 2 de novembro e somam cargas horárias que variam entre 200 a 240 horas. Todos os formandos recebem certificados do programa.

As vagas são distribuídas da seguinte forma: 4,2 mil para o curso de programação web, 2,7 mil para programação de dispositivos móveis e 2,4 mil para as formações em desenvolvimento de jogos eletrônicos.

NOVOS CAMINHOS

O Novos Caminhos é uma iniciativa que oferece formação para qualquer pessoa que tenha a qualificação exigida. Com o intuito de promover capacitações frente às novas demandas profissionais do mercado, o programa forma profissionais para o futuro, abrangendo conhecimentos técnicos em diversas áreas.

Além dos cursos do IMD, a UFRN também oferece, pelo Novos Caminhos, formação online na área de aquicultura – piscicultura e produção comercial de peixes ornamentais –, cursos ministrados pela Escola Agrícola de Jundiaí.

IBGE PREVÊ SAFRA RECORDE DE 252 MILHÕES DE TONELADAS EM 2020

Foto: Jorge Adorno

A estimativa para a safra nacional de grãos, que já estava em patamar recorde, foi elevada novamente e deve chegar a 252 milhões de toneladas em 2020, ficando 4,4% acima da colheita de 2019. Os dados constam do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de setembro, divulgado hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A projeção para a área a ser colhida foi de 65,2 milhões de hectares, crescimento de 3,1% (2 milhões de hectares) frente à área colhida em 2019. O arroz, o milho e a soja, os três principais produtos, somam 92,5% da estimativa da produção e 87,2% da área a ser colhida.

A soja, o algodão herbáceo (em caroço) e o café devem atingir no ano seus patamares mais altos de produção na série histórica do IBGE. O milho também está em alta, mas não deverá atingir o recorde alcançado no ano anterior.

A produção de soja no ano deve totalizar 121,4 milhões de toneladas, aumento de 7% frente à safra de 2019 e de 0,3% em relação ao que era estimado em agosto. A colheita da soja não será ainda maior devido à queda de 39,4% na produção gaúcha, que sofreu com uma estiagem prolongada entre dezembro e maio.

“Os preços da soja mantiveram-se elevados, alavancados pela valorização do dólar e pela forte demanda internacional, o que fica evidenciado pelo ritmo de vendas antecipadas, maior que no ano anterior”, disse, em nota, o analista de agropecuária do IBGE Carlos Barradas.

CAFÉ E ALGODÃO

O café, que também tem estimativa de recorde, puxado pela variedade arábica, oferece boas perspectivas para o mercado, segundo o analista. A produção brasileira deve alcançar 3,6 milhões de toneladas, crescendo 1,7% em relação ao que era esperado no mês anterior e 21,5% frente a 2019, sendo 2,8 milhões de toneladas da variedade arábica.

“Tivemos uma safra de café arábica sem precedentes, um produto de excelente qualidade que deve permitir que os produtores brasileiros recuperem importantes mercados internacionais”, afirmou o pesquisador.

O algodão é outro destaque na safra de grãos de 2020, com um recorde de produção esperado em 7,1 milhões de toneladas, aumento de 2,4% em relação à estimativa de agosto e de 2,7% em relação a 2019.

MILHO

A estimativa para o milho continua abaixo do recorde de 2019, mas está cada vez mais perto (100 mil toneladas de diferença), sendo o segundo patamar mais alto da série do IBGE. A estimativa da produção cresceu 0,2%, totalizando 100,5 milhões de toneladas. Segundo o levantamento, tanto a demanda interna, devido ao aumento do consumo pelos produtores de carnes, quanto a externa, em decorrência da depreciação cambial do real, estão em alta.

“A baixa oferta no mercado e a elevada procura pelo produto impulsionam os preços no mercado brasileiro, o que vem estimulando maiores investimentos nas lavouras de milho, principalmente no Paraná e na região Centro-Oeste. Além disso, algumas usinas de produção de álcool a partir do milho estão se instalando em Mato Grosso, o que pode também elevar regionalmente a demanda pelo cereal, possibilitando um aproveitamento maior dessa matéria-prima, com redução de custos logísticos e, consequentemente, uma diminuição na defasagem de preços entre diferentes praças”, afirmou Barradas.

Mato Grosso lidera a produção nacional de grãos, com participação de 28,9%, seguido pelo Paraná (16,1%), Rio Grande do Sul (10,6%), Goiás (10,3%), Mato Grosso do Sul (8,0%) e Minas Gerais (6,3%), que, somados, representaram 80,2% do total nacional.

Fonte: Agência Brasil

EM TRAMITAÇÃO: PROPOSTA DE DIVULGAÇÃO DO HISTÓRICO DE VIOLAÇÕES DE TORNOZELEIRAS ELETRÔNICAS

O Projeto de Lei 1446/20 determina que órgãos de gestão penitenciária disponibilizem, por meio da internet ou de aplicativos para celular, o histórico de utilização e violações das tornozeleiras eletrônicas. Os dados deverão ser atualizados mensalmente.

O texto em tramitação na Câmara dos Deputados define como monitoração eletrônica a vigilância telemática posicional à distância que permita indicar a localização de pessoas presas sob medida cautelar ou então condenadas por sentença transitada em julgado.

“A proposta cria política de transparência da informação na esfera penal, possibilitando ao cidadão um meio de fiscalizar a destinação dos impostos e também acompanhar o cumprimento de medida judicial”, afirmou o autor, deputado Neri Geller (PP-MT).

 

PROJETO DE LEI EXIGE BAFÔMETRO COMO EQUIPAMENTO OBRIGATÓRIO EM VEÍCULOS

Foto: André Marques

O Projeto de Lei 1437/20 torna obrigatória a existência em veículos automotores de dispositivo sensível ao consumo de bebida alcoólica a partir da respiração do motorista. O equipamento deverá estar vinculado ao sistema de partida do motor.

O texto em tramitação na Câmara dos Deputados insere o dispositivo no Código de Trânsito Brasileiro. Caberá ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentar a medida, que deverá ser implantada progressivamente no País.

“Continuamos a ver, diariamente, a morte de inúmeras pessoas em decorrência de motoristas que dirigem embriagados”, afirmou o autor, deputado Bosco Costa (PL-SE). “A proposta deve ser encarada como instrumento de preservação de vidas.”

 

VENDAS NO COMÉRCIO SOBEM E TÊM MAIOR ALTA PARA AGOSTO DESDE 2000

As vendas no comércio cresceram em agosto e atingiram o melhor resultado para o mês desde 2000, de acordo com a PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), divulgada nesta quinta-feira (8) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O volume de vendas ficou em 3,4% frente a julho e em 6,1% em comparação a agosto do ano passado. Esta foi a quarta alta consecutiva do indicador em 2020.  As vendas acumulam queda de 0,9% no ano e, nos últimos 12 meses, alta de 0,5%. 

O volume de vendas no varejo, em agosto, continuou registrando trajetória positiva, movimento que foi iniciado em maio de 2020, após recordes de queda em março e abril. O gerente da PMC, Cristiano Santos, afirma que o setor registrou o pior resultado em abril.

“O varejo em abril teve o pior momento, com o indicador se situando 18,7% abaixo do nível de fevereiro, período pré-pandemia. Esses números foram sendo rebatidos nos meses seguintes, até que em agosto o setor ficou 8,9% acima de fevereiro”, afirma.

CRESCIMENTO POR SETORES

Cinco das oito atividades pesquisadas tiveram alta na passagem de julho para agosto, entre elas sos ecidos, vestuário e calçados (30,5%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (10,4%), móveis e eletrodomésticos (4,6%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (1,5%) e combustíveis e lubrificantes (1,3%).

Fonte: R7

LOUISE GLÜCK É A GANHADORA DO PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA EM 2020

A poeta americana Louise Glück é a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura 2020. Sua obra é inédita em livro no Brasil. A cerimônia desta quinta-feira (8), foi transmitida por streaming da Suécia, onde a Academia — composta atualmente por sete membros — escolhe o laureado.

A escritora foi escolhida “por sua voz poética inconfundível que, com beleza austera, faz universal a existência individual”.

Glück nasceu em 1943 em Nova York, e atualmente vive em Cambridge, Massachusetts. Além da literatura, ela é professora na Yale University, em Connecticut.

Ela estreou na poesia em 1968 com o livro Firstborn, e entre outros prêmios importantes também levou o Pulitzer, pelo livro The Wild Iris, em 1993, e o National Book Award (2014). Dois anos depois, ela recebeu a National Humanities Medal do então presidente dos EUA, Barack Obama.

Louise Glück publicou doze coleções de poesia e alguns volumes de ensaios sobre o assunto. De acordo com a Academia Sueca, seu trabalho é caracterizado por uma busca pela clareza. Entre seus temas, estão a infância, a vida em família, e os sonhos e ilusões são alguns de seus processos na escrita.

Fonte: Estadão

RIO GRANDE DO NORTE REALIZA CAMPANHA PROMOCIONAL DE DESTINOS COM A DECOLAR

A Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), em parceria com a Decolar – maior empresa de viagens da América Latina –, lança esta semana uma campanha de comunicação digital sobre destinos do Rio Grande do Norte, com o objetivo de atrair ainda mais turistas para a região.

A campanha incluirá divulgação nas redes sociais, banners e envio de email marketing, além de um site com conteúdos e ofertas.

“Sabemos que neste momento de retomada precisamos comunicar aos viajantes que o Rio Grande do Norte é um destino seguro e preparado. Estamos no ar com campanhas estratégicas para posicionar nosso Estado e mitigar os impactos causados pela pandemia”, afirma Bruno Reis, diretor-presidente da Emprotur.

A plataforma de soluções de mídia da Decolar foi escolhida devido às possibilidades de segmentação e pela amplitude de sua audiência de viajantes na América Latina, que fazem com que a campanha seja mais assertiva e obtenha melhores resultados para o estado em termos de fluxo de visitantes a curto, médio e longo prazos.

“Estamos felizes em atuar em parceria com a Emprotur na retomada responsável do turismo na região. As pessoas estão ansiosas para viajar, e o Rio Grande do Norte oferece destinos maravilhosos, incluindo alguns dos mais desejados do Brasil”, diz a head de Publicidade da Decolar, Bruna Milet.

PARA DIFICULTAR TRÁFICO DE DROGAS, PORTO DE NATAL RECEBE ‘SCANNER’ DE CONTÊINERES

A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) informou que o Porto de Natal recebeu, nesta quinta-feira (8), um “scanner” de contêineres providenciado por empresas que operam no terminal. O equipamento que era esperado para aumentar a segurança da operação portuária e prevenção, por exemplo, ao tráfico internacional de drogas. Segundo a companhia, os procedimentos de instalação já foram iniciados.

“As conversações e negociações com os agentes públicos (Polícia Federal, Receita Federal, Anvisa e Ministério da Agricultura), armadores (CMA CGM) e operadores portuários (Progeco) que operam no porto estão em andamento desde 2019 no sentido de aumentar a segurança”, informou a Codern, no comunicado.

De acordo com a companhia, o equipamento foi alugado por meio de uma parceria da armadora CMA CGM, da operadora portuária Progeco, além de fruticultores do estado, os principais clientes do terminal.

A partir da entrada em operação do “scanner”, a Codern afirma que a Receita Federal passará a receber diretamente as imagens geradas pelo equipamento.

Fonte: G1 RN

55% DOS BRASILEIROS NÃO TERIAM R$ 200 PARA UMA EMERGÊNCIA, APONTA PODERDATA

Para algumas pessoas, R$ 200 pode ser pouco, mas em uma emergência a quantia pode fazer uma enorme diferença. No entanto, seriam poucos os brasileiros que teriam o dinheiro disponível em casos de necessidade. Pesquisa pelo PoderData revela que apenas 40% dos entrevistados teriam a quantia em mãos. A maior parte, 55%, disse que não teria R$ 200 reais em casos de emergências e outros 5% não souberam responder.

Para o Diretor de Planejamento Financeiro de uma rede de associados com gestão fiduciário, Valter Police, os resultados são preocupantes. “Uma boa parte pode ser explicada pela situação atual que a gente vive pela pandemia, mas se prestarmos atenção estes dados não são novos ou a situação que eles mostram não é inédita. Esses dados reforçam que a gente precisa ter uma mudança de cultura no Brasil, a gente precisa entender que não vai existir um salvador da pátria no futuro e salvar a gente.”

Fonte: Jovem Pan

DESEMPREGO É MAIOR FATOR DE RISCO NO MUNDO, DIZEM LÍDERES EMPRESARIAIS

O desemprego é visto por executivos de empresas do mundo inteiro como a maior preocupação para os próximos dez anos, seguido de perto pela propagação de doenças infecciosas, segundo pesquisa conduzida pelo Fórum Econômico Mundial. 

As taxas de desemprego dispararam por causa dos lockdowns e de outras restrições para combater a pandemia do novo coronavírus, e há temores de que o pior ainda esteja por vir nos países em que trabalhadores foram colocados em licença.

“As interrupções de empregos causadas pela pandemia, a tendência crescente de automação e a transição para economias mais verdes estão alterando os mercados de maneira fundamental”, disse  Saadia Zahidi, diretora do Fórum Econômico Mundial.

“Enquanto emergimos dessa crise, líderes terão uma oportunidade notável de criar novos empregos, apoiar salários dignos e para reimaginar as redes de segurança social, a fim de atendam os desafios nos mercados de trabalho de amanhã”.

A pesquisa Riscos Regionais Para Negócios consultou 12.012 líderes empresariais de 127 países, faz parte do relatório global de competitividade do Fórum Ecônomico Mundial e será publicada no mês que vem.

O estudo pediu opiniões sobre 30 riscos. A preocupação com a propagação de doenças infecciosas também veio à tona, subindo 28 colocações em relação à pesquisa do ano passado.

Crises fiscais, ciberataques e instabilidade social profunda ficaram em terceiro, quarto e quinto, respectivamente, apontou a pesquisa. Mas os riscos trazidos pelas mudanças climáticas também estão subindo na agenda, de acordo com o Fórum.

Fonte: Agência Brasil

CACHORROS PODEM NÃO DIFERENCIAR ROSTOS HUMANOS, APONTA ESTUDO

Os cachorros podem não se importar com os rostos dos seus donos. A informação faz parte de um novo estudo feito por pesquisadores do México e da Hungria.

A pesquisa analisou os cérebros de 20 cães por meio de ressonância magnética. Durante o exame, fotos da frente e da parte de trás de cabeças humanas foram mostradas aos animais.

Os resultados apontaram que os cães não conseguiam distinguir rostos e eles só percebiam a diferença entre um humano e um outro cachorro.

O estudo ainda indicou que o cheiro e partes maiores do corpo são mais importantes para os cachorros distinguirem as pessoas do que a face.

Fonte: CNN Brasil

TJRN ALCANÇA NÍVEL DE EXCELÊNCIA EM ÍNDICE DE GOVERNANÇA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO CNJ

O Tribunal de Justiça do RN atingiu nível de excelência no Índice de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação do Poder Judiciário (iGovTIC-JUD) – 2020, aferido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O TJRN alcançou a nota 0,90, sendo 1 a maior possível. Com o resultado, o TJRN ficou em 14º lugar no ranking que abrange 92 órgãos de justiça brasileiros, entre tribunais e conselhos.

Este é o melhor resultado do TJRN desde a criação do índice em 2016. Desde então, o Judiciário potiguar vem melhorando suas iniciativas de governança e infraestrutura de TI a cada ano. Em 2019, o TJRN obteve nota de 0,86 ponto, classificado como nível aprimorado, ante a pontuação de 0,76 em 2018.

Diante das melhorias contínuas de governança implementadas desde 2017, a Secretaria de Tecnologia da Informação do TJRN atuou de forma cirúrgica em 2020, conforme explica o secretário Gerânio Gomes, elegendo algumas ações que resultaram em um novo incremento do resultado.

“Focamos na avaliação de desempenho dos servidores da Setic; em revisão da capacitação continuada em TI para todos os servidores do Poder Judiciário; e na melhoria dos fluxos que visam aumentar a confiabilidade e segurança da informação”, elenca Gerânio, destacando também a revisão dos fluxos dos macroprocessos.

Os macroprocessos são questões acompanhadas pela Setic como incidentes de segurança, melhoria dos atendimentos técnicos, melhoria da infraestrutura de redes para garantir a continuidade dos serviços, desenvolvimento de softwares. “Ano passado nós havíamos regulamentado os macroprocessos e esse ano nós revisamos os seus fluxos, ganhando mais uma pontuação por isso. Essa revisão demonstra maturidade em governança, significa que estamos atentos, fiscalizando, revisando nossos processos. Eu melhoro o meu software quando faço uma revisão dos seus fluxos, por exemplo”, afirma o secretário.

ACUSADA DE INTEGRAR ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA E GERENCIAR TRÁFICO DE DROGAS TEM HABEAS CORPUS NEGADO

Os desembargadores da Câmara Criminal do TJRN entenderam que não foram comprovados os requisitos para a concessão de prisão domiciliar, para uma mulher que argumentou o pedido baseado no fato de ser mãe de uma criança, e mantiveram a custódia cautelar, determinada pela suposta prática de tráfico de drogas, realizado na própria residência. Ao apreciar o habeas corpus, o órgão julgador destacou que, além de não demonstrada a indispensabilidade da acusada ao desenvolvimento saudável do filho, há sólidos indicativos da nocividade da convivência maternal à formação da personalidade e da construção de valores.

A defesa sustentou a necessidade de substituir a reclusão carcerária pela modalidade domiciliar, já que a mulher é genitora de crianças menores de 12 anos de idade, devendo ser aplicado ao caso o artigo 318, do Código de Processo Penal (CPP). Argumento não acolhido na Câmara, em voto já publicado no Processo Judicial Eletrônico.

A acusada foi mantida presa por decisão da 1ª Vara Criminal de Parnamirim, por ocasião do cumprimento a mandado de prisão provisória expedido nos autos nº 0101110-65.2019.8.20.0124, sob o fundamento de figurar como uma das gerentes no tráfico de drogas, apontada como braço operacional e financeiro do grupo comandado por Fernando Henrique de Freitas, o qual seria conhecido como “Fernandinho” ou “Lacoste” e chefiaria uma grande organização criminosa dedicada à traficância em larga escala, inclusive com lavagem de dinheiro.

Por ocasião do cumprimento do mandado de prisão houve a prisão em flagrante pelo delito de tráfico de drogas (artigo 33 da Lei nº 11.343/2006) na residência, tendo sido aprendida cocaína distribuídas em 17 porções, sendo 16 porções menores e uma porção maior, além de cinco celulares.

“No caso em exame, o juízo inicial é firme ao demonstrar a situação de risco a que a acusada expunha os filhos menores de 12 anos, pois armazenava entorpecentes no interior de sua residência e realizava o comércio naquele mesmo local. Os dados referidos são suficientes, conforme entendimento jurisprudencial do STJ, para o indeferimento da medida pleiteada”, define a relatoria do voto.

PROJETO PERMITE CASSAR APOSENTADORIA DE POLÍTICO CONDENADO POR CORRUPÇÃO

O Projeto de Lei 3486/20 altera o Código Penal para determinar que os políticos condenados à prisão por desvio de recursos públicos perderão todos os direitos inerentes ao cargo, ainda que a condenação seja posterior ao término do mandato.

O texto, que tramita na Câmara dos Deputados, é do deputado Domingos Sávio (PSDB-MG). O objetivo é cassar as aposentadorias especiais de políticos condenados por corrupção à pena de prisão por tempo igual ou superior a um ano.

Hoje, segundo Sávio, uma brecha na lei penal permite que os condenados continuem recebendo aposentadoria especial, com rendimentos superiores à média salarial da população. A punição restringe-se, fora a prisão, à perda do mandato eletivo.

“Não podemos admitir que corruptos utilizem de seus cargos eletivos para praticarem atos de corrupção, causando inúmeros prejuízos a sociedade, e continuem a receber pomposos rendimentos e outros direitos diversos por serviços prestados à população brasileira”, diz Domingos Sávio.

 

PROPOSTA EXIGE DIVULGAÇÃO DO VALOR PAGO POR PROPAGANDA DO PODER PÚBLICO

O Projeto de Lei 3172/20 determina que todos os anúncios publicitários veiculados a pedido do poder público contenham o montante pago pela inserção. No rádio, o valor aparecerá ao final da propaganda. Em eventos, constará do material ofertado.

O texto, em tramitação na Câmara dos Deputados, abrange os poderes Executivo (administração direta, autarquias, fundações, empresas públicas e estatais); Legislativo (e tribunais de Contas); e Judiciário, além de Ministério Público e Defensoria Pública.

“É dever do Estado informar aos cidadãos qual o destino dado aos tributos arrecadados”, afirma o autor, deputado Marcel van Hattem (Novo-RS), em nome de toda a bancada do Novo, que também assina o projeto. “A transparência é prática de boa gestão; no ambiente público, também é dever.”

 

Topo